A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Setembro de 2016

03/02/2015 10:05

JBS investe R$ 30 mi em unidade para exportar carne para Europa e Rússia

Caroline Maldonado
Frigorífico do JBS em Campo Grande já produz para exportação (Foto: Simão Nogueira)Frigorífico do JBS em Campo Grande já produz para exportação (Foto: Simão Nogueira)

A unidade do frigorífico JBS, que será reinaugurada no próximo dia 21, em Iguatemi, a 466 quilômetros de Campo Grande, tem investimento de R$ 30 milhões e terá capacidade de abate de 800 bovinos por dia. A produção atenderá o mercado doméstico e também seguirá para exportação. O frigorífico foi comprado do grupo Vale Grande e estava parado há mais de quatro anos.

Veja Mais
Novo frigorífico faz entrevistas para contratar mais de 250 pessoas
JBS é investigada por uso de contas falsas na compra de unidade em MS

O frigorífico tem autorização do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) para exportar para Europa, Rússia e países da chamada lista geral, que inclui países do Oriente Médio, conforme informou o presidente da JBS Carnes, Renato Costa, ao portal Valor Econômico.

O interesse do grupo na região de Iguatemi se deve a qualidade da carne. Segundo Renato, o produtos dessa unidade será comercializado com marca premium da empresa. Há puco mais de duas semanas, o grupo abriu 250 vagas e objetivo é contratar outros 550 funcionários que aturam no abate, desossa e industrialização. O grupo será beneficiados com incentivos fiscais do Estado para ativar a unidade.

Ainda neste mês, o JBS reabrirá outra planta em Araguaína, no Estado do Tocantins. Juntas, as duas unidades poderão gerar receita adicional de R$ 1 bilhão por ano para a JBS Carnes, divisão do Brasil no grupo, que faz parte da JBS Mercosul, que faturou R$ 18,5 bilhões até o terceiro trimestre do ano passado. A empresa, segundo o Valor, não divulga dados referentes apenas a divisão brasileira.

A unidade do Tocantis foi adquirida em 2009, com a incorporação do frigorífico Bertin ao grupo. A planta terá capacidade para abate de 700 cabeças por dia e começará a operar no dia 28 deste mês, com produtos que também serão exportados para o Oriente Médio e Rússia, porém ainda não foi expedida licença do Mapa.

O frigorífico do JBS em Campo Grande recebeu em outubro de 2014 autorização do governo cubano para exportação. Além de Mato Grosso do Sul, foram autorizadas plantas nos Estados de Tocantins, Rondônia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso e São Paulo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions