A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

24/12/2015 10:50

Na última hora, clientes querem lembrancinha e preço baixo no Centro

Caroline Maldonado
Clientes procuram lembrancinha e preço baixo nas véspera do Natal (Foto: Gerson Walber)Clientes procuram lembrancinha e preço baixo nas véspera do Natal (Foto: Gerson Walber)
Estudante Eduardo Pagno saiu à procura de um presente para o avô nesta manhã (Foto: Gerson Walber)Estudante Eduardo Pagno saiu à procura de um presente para o avô nesta manhã (Foto: Gerson Walber)

Todos os anos, o comércio do Centro de Campo Grande fica lotado na manhã do dia 24 de dezembro. Na véspera de Natal, tem gente procurado presentes em cima da hora, mas, desta vez, o movimento não é tão grande. Além disso, quem passa pelas ruas centrais da cidade quer preço baixo e prefere levar lembrancinhas, seja para amigo-oculto ou algum parente. 

Veja Mais
Comércio tem movimento intenso, mas lojistas dizem não vender mais
Bancos abrem por duas horas e shoppings fecham mais cedo hoje

A maioria dos clientes não se importa em andar até achar o presente que se encaixe no orçamento, segundo a gerente de uma loja de óculos e relógio na Rua Dom Aquino, Elisângela Fernandes. “Está sendo histórico esse dia, porque o movimento está mais fraco do que o esperado e as pessoas já chegam perguntando pelo preço, porque querem só uma lembrancinha, algo mais barato para aquele parente que não é tão chegado”, conta.

Escolhendo presentes para oito netos e dois bisnetos, a do lar Maria Celeste Pinheiro fez as contas e preferiu comprar algo simples para a criançada, mas que não deixe de ser atrativo. “Vou levar chinelos para todos, eles querem de super herói. É o que dá para fazer com essa crise, não tem como comprar coisa muito cara”, justifica.

Apressada para dar conta de comprar tudo que está pendente, a autônoma Silmara Valência Suelo, também quer algo simples, mas bateu perna na procura por preço baixo, nesta manhã. “Vim comprar presente para o meu filho e para dois amigos-ocultos que estou participando. Só deixei para última hora porque não deu tempo mesmo, mas é sempre assim e no fim dá tudo certo”, conta ela, que vai passar o Natal com a família em uma chácara e depois seguir para a casa de amigos.

Se o mais importante era pesquisar, quem chegou cedo ao Centro fez isso com tranquilidade. O estudante Eduardo Pagno Cardoso comprou um perfume para o avô e uma bermuda para ele mesmo, tudo em menos de uma hora. “Está muito tranquilo, cheguei as 8h e estava vazio aqui, agora que está começando o movimento”, comentou .

Horários - As lojas do Centro ficarão abertas até às 18h hoje (24), conforme a convenção coletiva entre a Fecomércio (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul) e o Sindicato dos Comerciários. Na sexta-feira (25), o comércio não abre, assim como no dia 1° de janeiro. No domingo (27), as lojas, o Camelódromo e o Pátio Central atenderão até às 18h. 

O Shopping Campo Grande vai funcionar das 9h às 19h hoje. Amanhã (25), apenas a praça de alimentação permanece aberta, das 10h às 22h. As outras lojas estarão fechadas.

O Bosque dos Ipês também fecha às 19h hoje. No dia 25, a praça de alimentação e o lazer ficam abertos das 12h às 18h. No Norte Sul Plaza, o atendimento hoje vai das 9h às 19h. Amanhã, praça de alimentação e o lazer vão funcionar das 11h às 21h.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions