A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

17/12/2014 11:55

Preço do material escolar varia até 900%, mostra pesquisa do Procon

Helio de Freitas, de Dourados
Pesquisa foi feita em nove estabelecimentos comerciais e levantou preço de 74 itens (Foto: Eliel Oliveira)Pesquisa foi feita em nove estabelecimentos comerciais e levantou preço de 74 itens (Foto: Eliel Oliveira)

O preço do material escolar apresenta variação de até 900% nas livrarias e papelarias de Dourados, a 233 km de Campo Grande. Pesquisa feita ontem pelo Procon em nove estabelecimentos comerciais mostra que é preciso fazer um levantamento completo de preços antes de comprar o material para o início do ano letivo.

Veja Mais
Indústria gráfica aposta na venda de material escolar para crescer 2%
Pais que anteciparem compras pagam até 10% a menos no material escolar

Entre os 74 itens pesquisados, a tesoura escolar sem ponta é a campeã em variação de preços. O item solicitado em quase todas as listas de material escolar custa de R$ 0,50 em uma loja localizada na rua Monte Alegre, no Jardim Ouro Verde, a R$ 5,00, numa papelaria do centro.

Já o caderno de caligrafia brochura, com 48 folhas, tem diferença de preço de 794,74% - pode ser comprado por R$ 0,76 em uma loja da rua Joaquim Teixeira Alves, no centro, ou por R$ 6,80 no bairro Izidro Pedroso.

Outro item indispensável na mochila dos estudantes, o apontador de lápis simples com depósito, custa de R$ 0,34 a R$ 2,11, uma diferença de 520,59%. A menor diferença foi de 32%, no caderno universitário capa dura, de 200 folhas, que é encontrado de R$ 7,50 a R$ 9,90.

O preço total da lista variou de R$ 124,53 numa papelaria da Avenida Marcelino Pires, no centro, a R$ 172,93 em outra loja do gênero também da área central. Entretanto, na papelaria com o menor preço, oito dos 74 itens não foram encontrados, o que explica valor tão inferior às demais.

“A pesquisa mostra ao consumidor as diferenças de preços que ele pode encontrar, chamando a atenção para a necessidade da comparação antes da compra. Os preços podem ter variações consideráveis de um estabelecimento para outro, inclusive por causa de descontos especiais, promoções e principalmente diferença de marcas. O consumidor deve fazer uma pesquisa em vários estabelecimentos, negociar descontos e prazos para pagamento”, orienta o Procon da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

O órgão de defesa do consumidor orienta os pais a racionalizar a compra de material escolar, aproveitando itens utilizados no ano anterior que estejam em boas condições. Outra dica importante é participar da troca de livros didáticos entre alunos que cursam séries diferentes.

Mais informações sobre a pesquisa podem ser obtidas no Procon de Dourados, através do telefone (67) 3411-7754.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions