A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

22/11/2013 06:41

Depois de cancelada, Parada Gay volta à ativa mas quer ser festa de família

Anny Malagolini
Edição de 2012 da Parada da Diversidade.Edição de 2012 da Parada da Diversidade.

Depois de cancelarem a tradicional “Parada da Diversidade”, os organizadores voltaram atrás e 2013 também vai ganhar uma edição do evento, mas com objetivo de reunir famílias. Para que não tivesse o conceito de carnaval fora de época apenas, os  responsáveis optaram por criar uma semana voltada as discussões sobre o assunto, com cunho político, antes da festa ir para a rua.

Veja Mais
Sem diversão da Parada Gay, grupo protesta contra fundamentalismo
Pela primeira vez em 11 anos, Campo Grande não terá Parada Gay

“Não é carnaval fora de época, é reivindicação dos nossos direitos”, garante a presidente da Antra, Associação Nacional de Travestis e Transexuais, Cris Stefanny. Segundo ela, antes dos shows, a parada deste ano terá ação social e entrega de materiais. com gincana da cidadania.

O ponto de encontro combinado é a Praça Ary Coelho, a partir das 14 horas de sábado. A caminhada será curta, só até a praça do Rádio Clube Cidade, às 16h. Os shows começam às 18h e devem durar até às 22 horas.

Mesmo querendo que a 12ª edição da parada seja diferente dos outros anos, neste também vai ter trio elétrico e shows com o DJ Marquinhos Espinosa e com a Banda Lilás, além das apresentações com as drags ngela Lochery, Brenda Black, Karyssa e Amanda Hoffmann.

Mas Cris garante que a ideia é fazer com que as famílias e defensores da causa LGBT voltem a frequentar, por isso as manifestações devem ser mais recatadas. “É uma forma de afastar quem só queria confusão, não apoiava a causa”.

Sobre os planos que mudaram, ela diz que houve uma reavaliação. “Conforme os resultados, pensamos que não seria necessário acabar com o evento, e sim que devíamos atingir o nosso objetivo de outra forma”.

Em comparação com a parada gay de São Paulo, que costuma reunir milhões de pessoas na avenida Paulista todos os anos, em Campo Granda a meta é outra. “Isso não agrega. São milhões numa parada, mas a cidade registra violência contra os homossexuais todos os dias”.

A 12ª Semana da Diversidade começou na quarta-feira passada e tem programação até sábado, com blitz educativa, ações de prevenção e cidadania como gincana também no sábado, onde serão recolhidos alimentos não perecíveis para o lar das crianças com AIDS, a Afrangel.

O evento já foi para a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), com distribuição de folders e preservativos, e hoje, a partir das 18h, tem o Sarau da Diversidade, no Restaurante China, na rua Pedro Celestino.




Não estou querendo ser contra você CRIS, afinal não existe uma melhor pessoa que você para reconhecer os direitos humanos por igual, parabéns pela ação, más eu discordo com você em relação a uma pessoa que é "TRANS" e que não foi um GAY no passado, por que ás que eu conheço, não gostam muito de sua identidade masc, más assume sim que foi um rapaz, más que hoje sim considera uma mulher de verdade e diz que 'hoje está livre" diante tudo isso elas foram sim GAY, e eu não vejo aos comentários aqui em baixo nenhuma ignorância, eu vejo ás opiniões de muitas, eu mesmo discordo de vários comentários que não convém, más e a opinião de cada. Se resumo, eu apoio ás transexuais, pois elas sim tem uma grande biografia de si mesma que é de deixar muitas pessoas emocionadas, ainda mais com a sua fase GAY
 
JORGE SOUSA em 26/11/2013 10:02:21
Sinceramente, quanto mais conheço o ser humano, mais eu amo meus animeis de estimação, pois alem da lastimável chamada da parada com titulo "PARDA GAY", ainda tenho que aguentar pessoas desenformada e totalmente ignorante que se quer sabe que uma pessoa TRANS já mais foi e/ou será um GAY, que a parada e sua organização não compactua e nem concorda com atitudes isoladas de pessoas descomprometidas que vão ao evento para se despir e mostrar seus atributos corporais, aprova ficou nítida quando proibimos os GOGOS BOYS de subirem aos trios este ano e de tirarem as suas camisas ficando semi nus , assim como também chamamos a atenção de meia duzia de desavisado/as que assim quiseram proceder! Mas tá valendo, os "PORCOS da tal MORAL E BONS COSTUMES" não mudarão nossas ideologias.
 
Cris Stefanny em 25/11/2013 13:44:47
todos nos somos filhos de um mesmo deus,e temos que ter os mesmos direitos dos héteros sexuais,se eles podem ter direito a festas,por que nos não podemos,ser homosexual nao e doença ,que nem algumas pessoas dizem,sou bi e assumida sem vergonha da minha condição de bi,e aprovo e apoio cris na luta por nossos direitos,participo da parada a mais o menos 5 anos e espero participar mais uns 50 anos,
 
roseli de assis aldavez em 24/11/2013 19:36:18
Gente, mais respeito Brasil!!!! Ninguém é obrigado a ir, e sim um CONVITE. Parem de falar que isso vai influenciar as crianças até por que elas não vão sozinhas. O evento vai ser um sucesso com o empenho das nossas amigas Cris, Frank, Amiranha.
 
Edmara Lemos em 23/11/2013 13:52:37
data comemorativa foi modo de expressar, jamais isto iria acontecer, espero que entenda o nexo ! Em relação a não gostar de ver, eu me refiro a travestis com os peitos de fora e achando que é boa, CADE O RESPEITO, em nenhum momento disse que tenho descriminação até por que sou GAY , o negócio é o respeito, isso já esta mudado , parabéns Cris Stefanny está dirigindo muito bem a ação.
 
JORGE SOUSA em 23/11/2013 10:32:19
PAULO COSTA, SEU PRECONCEITUOSO, PARA DE HIPOCRISIA RAPAZ !, isso é ridículo.
 
Fátima Mendes em 23/11/2013 10:28:50
CRIS, isto é lastimável mesmo, embora não se esquecendo que a "DIVERSIDADE" é relembrado em conjunto - Gay, Lésbicas, TRAVESTIS E TRANSEXUAIS, pois sim, o GAY tem a prioridade, o apoio da maior parte da sociedade, leis e etc, e será que a transexual tem o mesmo que um GAY?, sendo assim eu e muita gente entende que o evento não é só para conseguir mais direito a um rapaz que gosta de um outro, sim a "PARADA GAY" tem seu conjunto, já que uma trans antes de tudo é um gay, VAMOS SIM RELEMBRAR NÃO SÓ DO GAY E O MAIS IMPORTANTE A TRANSEXUAL, INDEPENDENTE SE O NOME É (PARADA GAY) MÁS ISSO EU VEJO COMO CONJUNTO QUE BUSCA A LIBERDADE.
 
JORGE SOUSA em 23/11/2013 08:56:26
Cris Stefanny quais direitos que vocês não tem????
Violência é crime contra qualquer um QUALQUER UM, sem distinção de raça, crença, sexo... Enfim, perante a Lei já somos iguais, todos somos cidadãos.... agora vocês pq vcs querem ser tratados de forma diferente???? Não entendo... hora querem ser iguais.. hora querem ser diferente.. e ai?????
 
Paula Oliveira em 22/11/2013 19:20:05
isso é uma safadeza muito grande!!!não existe uma criança totalmente inocente que seje gay tambem não existe um idoso fora de sua sã conciencia que seje gay !!! somente quem pode decidir pelo certo e pelo errado é que opta!!! por ser promiscuoso sem respeitar o valor da verdadeira familia!!!!! eu tenho é vergonha desse povo !!! e a perpetuação da raça humana então esta condenada se todo mundo resolver virar gay!! vida é familia é perpetuação da especie!!!!! eles esquecem que foi de uma relação etero que eles vieram!!!isso é encaminhamento para a aniquilação da raça humana !!!! no mundo virão os escandalos !!!!! mais ai daqueles porquem eles vierem!!! isso é biblicoooooooooo!!!!!!!!!!!!
 
paulo costa em 22/11/2013 18:54:38
Que não iria acontecer de fato nós da organização não iriamos despender forças e trabalhos para a realização da "PARADA GAY" inclusive pelo fato de que a parada não é mais gay, ela virou plural e neste plural temos gay's, lésbicas, pessoas trans de gênero masculino e feminino, As travestis e as pessoas de sexualidade heterossexual. Quanto a fundamento oficial de uma parada GAY ou no nosso caso da PARADA DA CIDADANIA LGBT, que tal assistir ao filme Milk - A voz da liberdade? Ele te ensinará muito a respeito de fundamento. Porem se formos falar de calendário, o evento é pactuado mundialmente que ocorre sempre no 2º semestre ou no 4º trimestre do ano desde 2005.
 
Almir M Guimarães em 22/11/2013 18:26:50
Outra coisa que me chamou a atenção na sua postagem é que você diz que é um evento para ser visto como data comemorativa, mas na verdade desde a criação da PARADA GAY, em San Francisco, que trata-se de um evento totalmente político e de busca de direitos. Jamais foi um evento de comemoração, pois como vamos comemorar algo se temos pessoas LGBT (Lésbicas, Gay’s, Bissexuais, Transexuais e as Travestis) sendo espancadas, saqueadas, violadas e mortas diariamente por motivo de pura discriminação e fobia sexual?
 
Almir M. Guimaraes em 22/11/2013 18:26:14
Isso é vergonhoso para todo o estado do MS. voces acham mesmo que não vai ter muitas drogas , orgias , bebedeiras , roubos , muita baderna e desorganização nisso ai ? Esse troço é de interesse comercial e que se dane as pessoas de bem , as crianças e as pessimas influencias sobre os adolescentes. tantas formas honestas de se buscar direitos e os gays vem de festas e badernas. Que isso ....
 
Gildo Oliveira em 22/11/2013 18:13:47
Tá difícil criar filhos com essas coisas. Misericórdia...
 
Frank William em 22/11/2013 17:16:18
E o "homem" Campograndense dando um show de limitação intelectual aqui nos comentários!!
Leonardo como vc quer respeito à sua opinião dando um show de preconceito? Nem vc se respeita e se da o direito de ficar calado?
Se for descarregar esse discursinho meia-boca carregado de intolerância floreado para não ficar pesado, para não ser julgado, porque no te callas??
Jorge vc não gosta de ver? Apenas não veja simples! Ninguém te obriga! Que mania de querer cuidar e opinar na vida alheia, vamos crescer e evoluir?
Que povinho mais Jacú...
 
Rhaisa F. Moleno em 22/11/2013 17:14:15
Srº Leonardo Rosa dos Santos , isto o que eu disse foi um "exemplo", pois dentro da coligação os responsáveis querem privatizar a liberdade do homossexual no dia do evento, coloquei como um exemplo, para diferenciar! Em relação a respeito, nós homossexuais temos bem mais que outros, o problema é que nós não conseguimos se calar diante a nosso direito humano, é muito fácil um qualquer dizer que o publico gay é anti ético, não é! Em relação a leis, isto é um lado positivo, agora imagine se nos GLBTS não tivessemos uma lei? ... então uma lei que apoia o homossexualismo é praticamente obrigatório, se não tivesse nenhuma lei, ai sim ás pessoas TOSCAS iriam aproveitar d situação e descarregar o PRECONCEITO, más não hoje o mundo está mudando, e pode ter a certeza que o GAY, se tornara mais um ser
 
JORGE SOUSA em 22/11/2013 16:56:15
Parada gay "familiar"? Interessante! Então não veremos mais pessoas (homens e mulheres) quase nuas nas ruas, com atitudes obscenas?

Acredito que, homossexual ou heteressexual, a pessoa tem que ter um mínimo de senso e também respeito aos outros. Quer respeito? Dê-se o respeito. Deixem de "carnavalizar" o homossexualismo. Já foi o tempo do "chocar".
 
Luís Pedro em 22/11/2013 13:39:28
Lastimável, que o titulo da matéria o nome de "PARADA GAY", sendo que a ação é social e com todas as cores, bandeiras e grupos sociais e não somente GAYS.


Pois nós organizadoras, Travestis e Transexuais, bem como as Famílias e heterossexuais lá presentes não somos gays e estaremos na luta por nossos direitos como dicadões e pessoas que somos.
 
Cris Stefanny em 22/11/2013 13:35:06
Concordo com voce Jorde, isso é fato mesmo, voce disse a realidade, não existe parada Gay sem cor e brilho :)
 
Jaqueline Lescano em 22/11/2013 13:23:14
kkkkk..querem fazer algo culto..mas como se não conseguem nem respeitar as opiniões de outros individuos só por não acharem que essa opção é normal..querendo inventar leis contra a liberdade de opinião. contra a violência já existem leis independente de quem seja pois todos são iguais perante a lei, segundo nossa constituição..agora se alguns mais influentes conseguem manipular aqueles que devia julgar e exercer a lei sem parcialidade, ai o problema já é de toda população corrupta e conformada com o sistema.
nunca agredi de forma fisica ou verbal algum homossexual, o fato de eu não considerar essa opção como normal, não me da o direito de faltar com respeito..por isso de igual forma me respeitem.
 
leonardo rosa dos santos em 22/11/2013 12:52:18
Bom, isto já está virando uma palhaçada, pois ninguém tem um fundamento oficial da "parada da diversidade", pois no começo do ano, o boato foi que não iria ter mais a passeata agora depois de uns 5 meses a noticia é que ira sim acontecer este movimento .... isto é pelo marketing? - se é um grande evento em busca de só um objetivo, deveria ser como uma data comemorativa do ano! Em relação a "CARNAVAL FORA DE ÉPOCA" isto é obvil que vai acontecer, não adianta querer que seja uma passeata culta, os gays, transformista, transexuais e drags, caricatas trasgenitais enfim o publico gay, está é a forma de se expressar, vamos enfrentar a realidade, pois se deseja fazer uma passeata "culta" é apenas mudar o tema "PARADA" pela a palavra "REUNIÃO" ... enfim eu mesmo não gosto de ver más é o fato.
 
JORGE SOUSA em 22/11/2013 11:32:58
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.