A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

28/12/2015 13:16

Morre no Hospital do Câncer, Carlinhos, menino que sonhava conhecer Michel Teló

Paula Maciulevicius
Carlinhos tinha 11 anos e o diagnóstico de câncer suprarrenal há 6. (Foto: Fernando Antunes)Carlinhos tinha 11 anos e o diagnóstico de câncer suprarrenal há 6. (Foto: Fernando Antunes)
Michel chegou a visitar o garoto, dia 2 de dezembro, no hospital. Michel chegou a visitar o garoto, dia 2 de dezembro, no hospital.

O menino Carlinhos, que conseguiu realizar o sonho de conhecer o ídolo Michel Teló, morreu na manhã desta segunda-feira (28), no Hospital do Câncer, em Campo Grande. Ele chegou a passar o Natal em casa, mas voltou a ser internado no final de semana.

Veja Mais
No hospital, Carlinhos recebe a tão sonhada visita do ídolo Michel Teló
Michel Teló canta com Carlinhos pelo celular e promete visita ao garoto

Carlinhos tinha 11 anos e o diagnóstico de câncer suprarrenal há 6. O Lado B conheceu o menino no hospital, no final do mês de novembro, a convite da família, para que ele falasse do sonho. Apaixonado por Michel Teló, ele sabia as músicas de cor, mas o estado avançado da doença o impediam de cantar. A voz mal saía. Era o sorriso e o brilho nos olhinhos que falavam por ele. 

Depois da reportagem, Michel Teló, por intermédio da direção do Hospital do Câncer, gravou dois vídeos para o menino e chegou a ir visitá-lo no dia 2 de dezembro. Acompanhado da esposa Thais Fersoza e o pai Aldo Teló, Michel cantarolou e chegou a rezar. 

Michel fez um show em prol do hospital no dia 18 e a intenção era de levar o garotinho para a apresentação, porém a saúde do garoto não deu a ele essa chance de dividir o palco. Michel gravou outro vídeo para o menino, apresentando a banda e agradecendo o carinho.

"Aí Carlinhos, eu estou aqui no show, infelizmente não deu para você vir, mas você sabe que estamos juntos com você na torcida. Você é um guerreiro e eu agradeço o carinho". Michel também falou do abraço que recebeu do garoto e pediu uma salva de palmas que acabaram virando gritos: "Carlinhos, Carlinhos, Carlinhos".

Ao Lado B, o diretor do Hospital do Câncer, Carlos Coimbra disse assim que soube da notícia, repassou para Michel, que por mensagem demonstrou solidariedade. "Por Whats ele mandou uma mensagem bonita, que lamentava muito e que Deus confortasse a avó e a mãe e que ele descansasse em paz. Ele também se colocou à disposição", descreveu Coimbra. 

Carlinhos estava no quarto e morreu por volta das 10h30 da manhã. Ainda não há local e nem horário de velório e sepultamento. "A gente tinha um carinho muito grande por ele e o que fica é isso, de ter podido realizar o sonho dele com a ajuda de muitas pessoas", resumiu o diretor.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.