A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

01/03/2012 16:33

Condomínio X Expogrande: verdade ou teoria da conspiração

Ângela Kempfer
De um lado a construção de condomínio, na frente os shows do Laucídio Coelho. (Fotos: João Garrigó)De um lado a construção de condomínio, na frente os shows do Laucídio Coelho. (Fotos: João Garrigó)

Depois de 74 anos de Expogrande, a proibição de shows na maior feira agropecuária do Estado dá margem a diferentes interpretações sobre o motivo real da decisão da Justiça de acabar com as apresentações musicais no Parque de Exposições Laucídio Coelho.

Veja Mais
Maioria concorda com Expogrande mesmo sem adaptações no Laucídio Coelho
Trad defende Expogrande, mas lembra que é preciso respeitar acordos

Nos últimos dias, entre divulgações e quedas de liminares, o que não faltou foi comentário de leitor ao Lado B sobre qual seria o verdadeiro interesse para o fim da festa.

A principal hipóteses levantada é a pressão da construtora Brookfield, que constrói um grande condomínio vizinho ao Parque Laucídio Coelho.

“Quem de vocês compraria um apartamento perto do parque de exposição sendo que numa determinada semana ou quinzena do ano você não conseguiria dormir?”, questionou André Pericles, em comentário publicado no 29 de fevereiro, às 19h06.

O condomínio Yes deve entregar a primeira das 3 torres no final de 2013. São 19 andares, 296 apartamentos, que ainda estão na fase inicial. Os apartamentos têm entre 71 e 77 metros quadrados, ao valor médio de 215 mil reais quando a compra é ainda na planta.

Em julho do ano passado houve o lançamento do condomínio, mas a negociação para compra do terreno começou em 2010.

A “coincidência” segundo o leitor Clóvis Bernardes, em comentário publicado no dia 28,às 20h15, é que “essa história de acabar com os shows começou justamente quando a Brookfield comprou aquele terreno que servia de estacionamento para a Expogrande e resolveu construir um condomínio. É claro que eles viram como problema para a venda o fato de ter shows uma vez por ano lá”.

Assisto shows de cama, não de camarote e isso nunca me incomodou, brinca Terezinha da Cruz"Assisto shows de cama, não de camarote e isso nunca me incomodou", brinca Terezinha da Cruz

“Será que o interesse não vai além dos interesses do povo? Afinal os empreendedores ao redor podem achar que os seus negócios podem desvalorizar com a Expogrande ali, mas ela esta lá há quase 80 anos e isso nunca incomodou ninguém, porque será que agora esta incomodando?”, perguntou Carlete Christensen, em 07 de fevereiro, às 8h19.

Na vizinhança, também é difícil encontrar outra resposta. "Minha mãe mora aqui há décadas, quando chegamos, nem muro dividia o parque do bairro. Dá para dizer que assisto shows de cama, não de camarote e isso nunca me incomodou", brinca Terezinha da Cruz, a duas quadras do espaço de shows.

Sentada no portão de casa, no bairro Jóquei Clube, ela diz estar revoltada com a decisão. "Para a vizinhança era mais tranquilo ver os filhos irem ao show aqui mesmo no bairro, que é mais seguro. Isso aconteceu só por causa desse condomínio de rico, porque aqui meia dúzia já tinha feito até abaixo assinado e nunca virou nada", comenta.

Na outra rua, a cerca de 100 metros do Parque, Paulo Vieira defende a festa como forma de geração de renda para quem mora na região. "Montei um espetinho, já pensando na movimentação".

Na casa ao lado, Neide dos Santos é contra, por causa da "baderna" em dias de shows". "Pelo amor de Deus, é um inferno. Ali só tem coisa que não presta. Eles quebram o pau lá e vem parar aqui na porta", reclama a mulher que há mais de 40 anos mora ali.

Sob o mesmo teto, o irmão discorda. "Acho uma besteira isso. Se perguntarem por aqui, a maioria vai dizer que aprova. Eu vou sempre", diz Jair dos Santos.

Na outra rua, vizinhos tem opiniões diferentes.Na outra rua, vizinhos tem opiniões diferentes.

O Ministério Público Estadual, em resposta à "teoria da conspiração", garante que o problema é o desrespeito à lei ambiental. O promotor Alexandre Raslan, autor da ação contra os shows na Expogrande, foi procurado, mas disse que não poderia conversar com o Lado B sobre o assunto.

Termo de Ajustamento de Conduta assinado em 2011 estabeleceu que a partir do dia 24 de abril do ano passado não seriam mais realizadas quaisquer atividades sem a obtenção de licença ambiental.

Mesmo sem conclusões sobre a pendenga, até porque essa matéria não tem essa pretensão, outros leitores dizem achar estranha a história revelar dois pesos e duas medidas em relação aos eventos em Campo Grande.

“Agora queria saber? Só tem lei ambiental para Expogrande? Porque pode ter carnaval de rua na Fernando Correa?? moro na Rui Barbosa o barulho é horrível durante o carnaval e a legislação ambiental não me protege na época do carnaval porque será? Tô achando q tem gente levando vantagem com essa censura... Ai tem !”, reclamou Clenice Matheus, em 29 de fevereiro de 2011, às 18h5.

O Lado B solicitou a posição da Brookfield, que via assessoria de imprensa, informou que já sabia dos shows na Expogrande quando resolveu lançar o empreendimento, mesmo assim garantiu nunca ter solicitado qualquer medida contra o evento.




Concordo plenamente quando se diz que tem interesse por traz, porque em mais d e 70 anos nunca houve problema com a vizinhança ou lei que protegesse algo ou algué, agora vem dizer que é pura coincidência a construção de um edifício de luxo em frente ao recinto e a exposição ser barrada, sme show é melhor nem fazer...

VAMOS REIVINDICAR NINGUÈM VAI NA EXPOSIÇÂO!!!
 
Daniela Vital em 12/03/2012 07:16:37
Nada tem a ver com coincidências, tem a ver com o direito de todos. Todos temos direito a diversão, bem como temos direito ao sossego do lar. Um show que vara a madrugada "esplando" som alto em todas as direções só é divertimento para quem nela está. Tanto é que boates no centro devem fazer proteção acústica. Porque então, não dar o mesmo tratamento ao show no centro de exposição?
 
Edson Ferreira em 08/03/2012 10:19:46
Todo mundo sabe que esse condominio e de parceria com uma pessoa muito poderosa, nossa Senadora Marisa Serrano e por isso todo esse problema, se fosse pelos atuais moradores ja teria sido interditado a muito tempo, e tambem a maioria deles e favoravel ao parque. Dizem que ate o presidente do bairro ta mordenu um jaba da senadora pra faze barulho e fechar o parque.
 
Luiz Fernandes em 05/03/2012 09:10:34
Nunca fui incomodado com a festa da Acrisul, agora que fizeram o loteamento ao lado, apareceu esses problemas, coincidencia significativas,
 
luiz andrade em 05/03/2012 05:18:26
--- Poxa, será que ninguem sabe da legislação???( lei do silencio, legislação ambiental municipal e federal), elas existem a muito tempo, bem antes desse empreendimento, só que a acrissul sempre empurrou com a barriga, agora que ela foi executada na justiça por não cumprir com a legislação, ficam atribuindo a sua incapaidade a outros fatores,( a acrissul tem que se adequar a lei é para todos).
 
israel neto em 03/03/2012 09:46:14
Em 80 anos a Acrissul com todo dinheiro que tem nuca pensou em comprar esse terreno em frente e construir um estacionamento oficial? Não teria permitido nada disso.
 
Márcio Antônio em 03/03/2012 08:59:00
Impressionante é como a Lei Ambiental protege quem mora perto do Laucídio Coelho, mas quem mora no condomínio dos Flamingos, ou nas redondezas, não tem essa proteção. Com certeza isso envolve grana, muuuita grana. é, meu povo.. esse o Brasil.. enquanto o dinheiro valer mais que ética, nada vai mudar! POLITICAGEM !!
 
Jéssica Souza em 02/03/2012 12:29:45
Quanta confusão e transtorno o Raslan causou.veja: tirou shows da Acrissul e foi pro moreno.detonou o gramado.carnaval na praça do papa.deixou puto os católicos .festa na feira.barulho na cabreava e região.barulho no parque no ninho das capivaras.e agora no jokey até a hora que acontecer tragédia na rodovia com a galera de cara cheia.deixa como ta.ta há 100 anos.bom censo e sexo nao faz mal a ning
 
Marcos Otávio em 02/03/2012 12:26:25
Ate no face e tweet nao se fala em outra coisa.expogrande e paixão.a galera ta revoltada com os políticos e a justa.cuidado o mundo ta mudando e só olhar a primavara e outros movimentos.por que nao faz em terrenos? O prefeito Beto e gente fina e toparia essa.acredito.to lançando a idéia.
 
Jogar Dorileu em 02/03/2012 12:08:00
Moro perto do parque e nao me incomodo,até gosto dos shows,só nao gosto do barulho dos artistas ruins,mas,ultimamente o pessoal tem caprichado na grade.pena estou triste por nao ter expogrande.tem mais barulho fora do parque do que o som dos shows.se organizar o transito e por ônibus .na saída resolve o problema.tem que organizar,nao proibir.
 
Sônia Couto em 02/03/2012 12:01:16
Quem disser que não existe baderna e som fora dos limites durante a expogrande, é porque não mora nas proximidades. Apoio totalmente o promotor Raslan. Aexposição tem que mudar para um outro local mais adequado e mesmo assim o tratamento de som tem que ser levado a efeito.
 
valter oliveira em 02/03/2012 10:00:38
Sra MÔNICA CAMARGO, temos a liberdade de pensarmos e dizermos o que pensamos porém, seremos responsabilizados por alguma ofensa que proferirmos. Ao acusar sem provas o Promotor de haver ganho um apartamento da construtora, para estar como a sra diz "embaçando", pode trazer alguns transtornos para a sua pessoa. A internet aceita tudo, mas a legislação está aí para disciplinar certos exageros.
 
Valter antunes em 02/03/2012 09:49:33
Gente por que não faz o seguinte junta o poder publico com a iniciativa privada interessada no agronegócio do estado e constroem um local mais adequado fora do centro da cidade, com infra estrutura e transporte para as pessoas poderem apreciar o evento sem tanto problema, um exemplo é o Joquei Clube que está praticamente abandonado, transforma aquilo num centro de eventos agrícolas e pronto!!!!
 
Oswaldo Benites em 02/03/2012 09:23:44
Esse promotor Raslan deveria impedir a instação de comércios de reciclagem nos bairros que fazem um barulho infernal e ficam repletos de moscas durante todo o dia. Vai lá Raslan no Jardim Imá, mais precisamente na Av. Ulisses Serra esquina com Rua Belo Horizonte ver a situação que os moradores passam todos os dias!!! Daí, quem sabem o Sr. tira a licença ambiental que vcs e a Prefeitura concederam.
 
Carla Cavalcante Moraes em 02/03/2012 09:17:06
Todo mundo sabe que as leis e a justiça estão se lascando para o povo, ninguém nunca se preocupou com o bem estar da população que mora em torno do parque de exposição. O que está óbvio e só não vê quem não quer, é que existe uma construção de um condomìnio de classe média ao lado. Mas se fosse um conjunto habitacional popular, a história seria outra.
 
Nice Soares em 02/03/2012 09:14:26
Eu acho que meia dúzia de gente estão querendo polêmica.
Acho que a questão maior não é o barulho e sim a sujeira que é aquele parque, porque quando é época de exposição enche de moscas e o mau cheiro é horrível.
Por isso o TAC é correto.
A Exposição é para a cidade, porém não é de graça, a população paga e bem caro para usufruir dos shows e tudo mais.
 
Cleide Oshiro em 02/03/2012 09:10:56
É um absurdo não ter a Expogrande na nossa capital que é a terra do sertanejo e da agropecuária!
Com certeza esse promotor Alexandre Raslan deve ter ganho um apartamento da Brooksfield para ficar embaçando na realização da Expogrande. Por que ele não impediu a realização da Expogrande anos atrás?? Estranho, não??
 
Mônica Camargo em 02/03/2012 09:10:20
Plebiscito só se fosse para definir mudança na lei municipal, considerando a região da Expogrande, residencial ou não. Para definir se vai abrir exceção, seria ridículo!
 
Luiz dos Reis em 02/03/2012 09:07:15
a expogrande vai vira ex mesmo sem prestigio que vai ser igual ao carnaval da capital,fraco e onde os eventos das cidades do interior e melhor onde as pessoas saem da capital para se divertir em outros lugares fora daqui.a expogrande nao e de hoje e evento muito importante,alem de outros como festa das naçoes,festa de Santo Antonio
 
junior sampaio em 02/03/2012 09:01:25
Como sempre querem burlar a Lei, se existe a Lei tem que ser cumprida, exposição é lugar de expor e não de show, acontece que tem muita gente mamando nessa Acrissul, dinheiro que não é dele, todos que defendem não moram lá, ta na cara que a Acxrissul que aprovar os shows a força, contando com a população, a mesma população que prefere o aquário a hospitais, VAMOS TRABALHAR, TEM MUITO A SER FEITO.
 
Wilson Petroni em 02/03/2012 08:57:39
SENDO VERDADE QUE A CONSTRUTORA ESTÁ BRIGANDO EM TIRAR OS SHOWS DE LÁ, AINDA QUE NÃO HAJA SHOW POR AGORA... É BOM QUEM QUISER COMPRAR APTOS POR LÁ FICAREM ESPERTOS SE NÃO GOSTAREM DE BARULHO, POIS É SÓ TEREM TODOS OS SEUS APTOS VENDIDOS QUE A BRIGA ACABA E VC QUE NÃO GOSTA DE BARULHO PODE FICAR VENDO NAVIOS... OU MELHOR OUVINDO SHOW E GRITARIA... FAZER O QUÊ??
 
Ana Lúcia em 02/03/2012 08:54:49
A Exposição é história para Campo Grande e MS, as minhas filhas mesmo bebes já curtiam os shows e os expostos, as barracas e as festas das nações? Que cultura!
Acredito que nunhum local será mais apropriada o quanto o parque Laucídio Coelho, acho que o Dr. Lúdio Coelho merece como homenagem o parque com seu nome.
"Os incomodados q se mudem".
 
Nadir Portela em 02/03/2012 08:49:07
Vcs que estão de acordo, é porque não moram na região, eu moro no Jockey, há 25 anos, e todo esse tempo em época de exposição, ninguem tm sossego por aqui, ninguem dorme, durante 10 dias. Se existe interese ou não, parabens com quem quer acabar com essa bagunça no centro de uma capital.
 
Carlos Alberto de Souza em 02/03/2012 08:47:10
VEJAM SÓ, TODAS ATIVIDADES PRECISAM RESPEITAR O MEIO AMBIENTE, LEI TEM QUE SER CUMPRIDA, QUE OS ORGANIZADORES CUMPRAM COM OS RIGORES DA LEI, TEM TEMPO PARA TUDO, NASCER, VIVER E MORRER, PORTANTO TEMOS QUE NOS ATUALIZAR AQUI NA TERRA, PARA TERMOS GLÓRIA NOS CÉUS, AGLOMERAÇÕES HOJE GERA O BEM E O MAL, AS AUTORIDADES QUE JULGUEM A FAVOR DA VERDADE, CONSULTEM OS POLÍTICOS PARA OS QUAIS VOTARAM.
 
PEDRO BRAGA em 02/03/2012 08:42:22
durante estes setenta e cinco anos ,ainda nao se encontrou s um local adequado ,com o intuito de realizaçoes destes shows sensacionais,a ACRISUL,UMA INSTITUIÇAO FORTE,RICA COM HOMENS E MULHERES ( TEREZA CRISTINA) E TANTOS OUTROS INFLUENTES NAO CONSEQUIRAM UM LUGAR ??????? A CIDADE OCUPA SEUS ESPAÇOS DE CRESCIMENTOS FISICOS,HUMANOS,ECONOMICOS,DEMOGRAFICOS, ETC E ETC ESTA DISCUÇAO É INFELISMENTE
 
marcelo palmeira em 02/03/2012 08:40:07
A mesma lei não vale para quem mora no entorno do morenão? E do Jóquei? E do entorno da Praça do papa e quadras das escolas de samba? Não quer barulho, vai morar na lua! Pq em Florestas, Fazendas, Montanhas também tem BARULHO, só que todo dia!
 
Rui Nogueira em 02/03/2012 08:38:00
Galera, tudo na vida é uma questão de interesses, pessoais ou corporativos ou ambos. Devido a circunstâncias que surgem com a nossa evolução e da nossa cidade, é preciso que nos enquadremos em uma nova concepção de valores. Hoje, sem o controle ambiental e sanitário, não há como se viver ou realizar qualquer atividade. É de um bem comum, o meio em que vivemos que está em questão.
 
Flávio Márcio em 02/03/2012 08:31:19
Esse promotor aí é um brincalhão! Vai ter muita gente contemplada com apartamento no tal condomínio né, lógico que no nome do pai, do tio, de algum filho, mas vai né. Eu moro na vila progresso, próximo ao parque de exposições e morenão, e posso dizer que da minha casa sempre ouvi os shows da expogrande, e num volume dez vezes mais baixo do que no morenão, e nem um nem outro me incomodou...
 
Rui Nogueira em 02/03/2012 08:28:30
TAC TAC TAC TAC ninguém é obrigado a assinar nada, NINGUÉM! Agora, quem assume compromisso dever cumpri-lo, ao, no mínimo, não tem vergonha na cara. Salvo engano, não é desejo se proibir o lazer de quem quer que seja, desde que se respeitem as leis. Por fim, são os vizinhos do local que deveriam ser consultados, afinal, são eles os prejudicados.
 
eduardo de paula em 02/03/2012 08:28:23
Excelente matéria. Tirou as palavras da minha boca.
 
Bruno Nodes em 02/03/2012 08:25:50
FAÇAM-NOS um favor não despreze a inteligencia da população... afinal desde 2004 (segundo a semadur) a Acrissul entrou com pedido de licença ambiental até agora não regularizou, a Acrissul esta funcionando fora da LEI, quem esta fora da lei é quem vive à margem das leis criadas pela sociedade e para seu beneficio. e alem do que praticamente o ano todo tinha show no parque não so na exposição.
 
pereira junior em 02/03/2012 08:12:28
Parabéns aos meios de comunicação novamente..... Está bem vizivel, que tem algo grande por traz proibição de shows na exposição...Esse evento é nosso....é de mato grosso do sul...
 
gualter eugenio em 02/03/2012 07:32:14
O que não falta é espaço vazio em CG e em todas as cidades de MS. Terrenos gigantes em pleno centro, imagine nas periferias... Pq então precisam construir condominios justo em frente local que tem shows e o show é que tem q mudar? Em SP queriam mudar o aeroporto de local pq diz que o barulho atrapalha o povo que mora perto...o aeroporto ja tva la...pq foram morar la? Temos mto prejuizo!
 
Alexandre Pellizzon em 02/03/2012 07:15:09
Desde que começaram com essa hitória de "não poder fazer shows" no parque Laucídio Coelho eu já associei ao fato de ter uma obra ao lado. Tanto tempo tiveram pra reclamar, e logo após o início da construção do condomínio começou esse 'bafafá". Ninguém fala nada e nem toca no nome da empresa responsável pela contrução. Na tv mesmo já ví várias reportagens sobre o assunto e nem citaram a construção!
 
Branco Cesar em 02/03/2012 05:43:42
Como nçao vou a exposição nem móro por perto,passo a contemplar essa maravilhósa foto, perfeita, asa nuvens parecem bolinhas de algodão,muito linda,até o garotinho da outra foto parece admirar,parabens a quem fotografou.
 
Marilda de Oliveira em 02/03/2012 04:24:57
A verdade é a seguinte: Campo grande está se tornando um lixo, pois como uma cidade que é capital de MS, querendo crescer... E sempre colocam barreiras! Moro próximo ao Parque e nunca me encomodei com os shows, um absurdo se não tiver Expogrande este ano!!
 
Kleyton Delmondes em 02/03/2012 01:42:36
Muito bem, ate q enfim vcs prestaram atenção nas minhas mensagens ne. Agora por favor procurem nosso presidente de bairro o senho poppi, figurinha carimbada da capital ne, pois e ele ta de carrinho novinho, pq sera ne? E ele foi a peça movimentadora o estopim de tudo isso sobre a exposição, mais sabe pq? Diferenças politicas e patrocinio dessa construtora ai.
 
NIKKO FLORES em 02/03/2012 01:36:07
Este problema tem quer ser assumido pelos poderes publicos, a exposicao traz geracao de empregos, impostos e cultura para o estado. Na maioria dos municipios os parques de exposicoes sao custeados pelos orgaos publicos. A concessionaria de esgoto sanitario deveria executar as obras ja que recebe pelo esgoto e aguas utilizados nos eventos. Os verdadeiros responsaveis pelo problema estao se omitind
 
geraldo paiva em 01/03/2012 11:55:13
Tem Gente Grande envolvida nisso. Esta na hora da populaçao mostrar sua força, se organizar em protestos contra os mandos e desmandos de pseudos juristas e esses coronéis fora de seus tempos. Vamos fazer barulho pessoal !!!!!!!!!!!!!!
 
Diego Prado em 01/03/2012 11:45:34
Conheci meu marido num show da expogrande.sou casada a 15 anos e todos os anos vamos ao parque Laucidio Coelho na expogrande.isso faz parte da nossa história nao pode acabar por causa de condomínio.compraram o terreno sabendo.Milhares de pessoas já tiveram momentos felizes lá.estou chocada com essa atitude das autoridades.sera que esse povo e autista?
 
Clara flores em 01/03/2012 11:41:33
Concordo como o colega que citou o Albano Franco, pq não tem mais shows lá?Aos que falam que o shows começam às 22h e terminam as 24h, e o som automotivo e os bêbados que ficam até as 2h como faz? Duas semanas disso, blz né Dona Bruna Ximenes, a Sra vem assiste 1 ou 2 shows e vai embora pra sua casa dormir,e quem mora perto tem que aguentar os outros 8 dias,pimenta nos olhos dos outros é refresco.
 
Luiz Carlos Nunes em 01/03/2012 11:37:51
Sera que esses engenheiros ambientais da prefeitura nao tão comprometidos com esquemas e orientam mal o prefeito? Nao e possível tanta miopia.nenhum lugar tem licença e pode fazer shows e a Acrissul nao?política nanica.cuidado ramos de olho e esse ano tem eleição.ônibus,iptu,enchentes,e lei do silencio? Já vi muitas mudanças por muito menos
 
Tucá Tavares em 01/03/2012 11:34:38
Como é mesmo o nome deste promotor? Precisamos olhar de perto este pessoal. Já teve um que tomou a Santa Casa das mãos do povo e agora ela anuncia o fechamento de um serviço de tempo em tempo. Porque fazem isto?
 
Sandro Withgeinstain em 01/03/2012 11:33:58
Sr promotor o parque das nações e maravilhoso e a prefeitura construiu uma favela chamada cidade do papai noel que serve de mijodromo e acaba com o visual do parque.kd a lei ambiental?
 
Maria Antônia em 01/03/2012 11:26:39
JUAREZ DELMONDES....VOCÊ SÓ ESTÁ INTERESSADO EM VENDER BADULAQUES...TER VANTAGEM FINANCEIRA POR ISSO ESTÁ A FAVOR COMO O CHICO MAIA....SE FOSSEM MIJAR NA SUA PORTA , TER BARULHO EM SUA PORTA VENDEDORES DE DROGAS, LIXO, BRIGAS, ARRUAÇA QUERO VER SE VC QUERIA...PODE ATÉ FAZER SHOWS.....TRAGAM QUEM QUIZER....MÁS O BARULHO TEM QUE CESSAR ÀS 22:00HS, É A LEI DO SILÊNCIO...NÃO FECHARAM AS CONVENIENCIA
 
GILMAR CANDIDO em 01/03/2012 11:24:34
Quanta estupidez,Srs políticos ,juízes,promotores gastem seus tempos em algo proveitoso.Os jovens tão morrendo com o crak e vcs ficam destruindo nossos valores culturais e econômico.sera que o poder econômico pode tudo?sera que as boas memórias vividas nesses anos vai acabar porcausa do promotor e do prefeito?fet boy slim sei lá o que pode e sertanejo nao?kd a constituição que garante cultura,etc?
 
Josué nascimento em 01/03/2012 11:22:37
Com certeza aqueles que não se incomodam com volume alto são aqueles que podem dormir a hora que querem e fazem uso do evento pra ganhar uma "graninha". Aqueles que tem que ralar o dia todo e precisam dormir cedo com certeza nao aprovam ter seu sossego perturbado.
 
Violeta Capeleti em 01/03/2012 11:13:56
Me pergunto porque a baderna pode acontecer TODO domingo nos altos da Afonso Pena mas a exposição não pode. Como será que os moradores da região se sentem ouvindo funk o dia inteiro no último volume?
 
Fernanda Cardoso em 01/03/2012 09:58:09
parabens ao cgn, até q enfim algum orgao de imprensa trouxe realmente a verdade a tona, esse promotor nunca pode falar nada sobre o caso, pq será?todo mundo quer a exposiçao, essa historia de lei ambiental é balela. chega de hipocrisia,nossa economia é estritamente agropecuaria e temos q ter orgulho disso.será q um show que começa as 10h da noite e termina meia noite pode incomodar tanto assim...
 
edmilson garcia em 01/03/2012 09:52:15
Todos sabem que isso e briga politica!! se fosse pelo barulho desrespeito a lei do silencio porque o carnaval que e realizado na fernando correia pela prefeitura e governo do estado, festa onde sai tiroteio morte, espancamentos onde se gasta o dinheiro publico, porque la não foi proibido, se for assim tem que fazer um projeto acustico la também, la perto tambem mora gente! e ai?
 
fabiano louzan em 01/03/2012 09:30:33
SACANAGEM! acabar com a tradição da cidade por culpa de meia duzia de moradores! porque o resto deles sabem se divertir e o barulho nem atrapalha! sera que esses moradores não aguentam duas semanas no ano de shows? na verdade eles não gostam de ver ninguém se divertir! ta incomodado? muda de bairro então .
 
Bruna Ximenes em 01/03/2012 09:22:31
Prá quem cobrou a assinatura do TAC. A verdade é que só a Acrisul foi obrigada a assinar o "TAC". É bom esclarecer que mesmo sendo usado casuisticamente, TAC assinado não é final de linha. Quem assina um TAC não assina uma sentença de morte ! ... Trata-se de um Termo de Ajustamento de Conduta (s) ... e nada mais ! Documento, sim, com exclusividade absurda.Penso divulgar tudo que sei a respeito...
 
Fernando B. de Oliveira em 01/03/2012 09:18:01
Com certeza deve ter algum promotor, juiz, ou alguém que se julga muito importante e deve morar naquela região para uma proibição dessas, olha só posso dizer uma coisa se quer silêncio compra uma casa no meio do mato e muda, vc vai ter o sossego que deseja, o que não é justo é acabar com os shows na expogrande, que é tradicional Isso é coisa de gente ignorante, um absurdo pra uma capital.
 
Adriana Silva em 01/03/2012 09:12:25
MS quase não tem indústria, o comércio é fraco, somos um estado que vive quase exclusivamente da agroindustria, e querem acabar com a maior feira desse seguimento, senhor promotor Alexandre Raslan tenha a santa paciência, se os vizinhos (salvo alguns) não se importam, qual a justificativa para essa palhaçada?
 
João GARCIA em 01/03/2012 09:12:00
O problema é o desrespeito à lei ambiental? Promotor Alexandre Raslan, então não deixe acontecer o show do Restart no Parque das Nações Indígenas, existe crime ambiental maior que esse? Milhares de pessoas jogando todo tipo de lixo e os pobres animais comendo o resto, morrendo intoxicado, pense nisso. E depois a poluição sonora das musicas desses meninos ninguém merece!!!
 
Sidnei Garcia em 01/03/2012 08:49:30
Só gostaria e elogiar este Céu lindo de hoje,que foto linda ........
Parabéns a pessoa que registrou este céu perfeito...UM GRANDE ABRAÇO!!!!

 
Eliane Bernardo em 01/03/2012 08:41:44
Passei toda minha infância morando a 2 quarteirões do Parque de Exposição. Quando termina a festa e os animais vão embora, ficam as moscas e a fedentina de urina e coco. Já passou da hora desse parte mudar de lugar, ir para bem longe, afinal, a cidade cresceu e se modernizou, mas infelizmente tem um grupo que não evolui nunca, insiste em querer que essa capital linda continue sendo uma provincia.
 
Sebastião Dussel em 01/03/2012 08:38:13
caso elucidado ai sin muita grana nesse caso.o to errrado
 
vanderlei marques em 01/03/2012 08:37:01
... E também aparece figuras que vem de outros estados e porque não dizer de outros paises que querem ditar regras ... A nossa cultura pede socorro.!!!!!!!!!!!!!!
 
Luiz Antonio Barros Leite em 01/03/2012 08:33:31
E por falar em teoria de conspiração, o que falar da nossa ferona tradicional que de uma hora para outra e pela era religiosidade na época a igreja universal e dissidiram que não podia ficar mais local .. Hoje virou uma praça de alimentação ...... e agora mais uma na era do bum imobiliário mais uma vez vão acabar com mais uma festa tradicional em Campo Grande.
 
Luiz Antonio Barros Leite em 01/03/2012 08:31:49
isso e uma palhassada esse promotor quer aparecer aqui em c ampo gramde ja nao tem quase nada onde se pode levar a familia e agora nao pode ter a explogande o carnaval pode e outras coisa pior tambem isso e um absurdo so isso ate QUANDO PALHASSADAAAAAAAAAAAAAAAAAA
 
ademardossantosduarte em 01/03/2012 08:29:35
O presidente da ACRISSUL, falou o que não divia. E o senhor dos senhores, simplesmente ficou com orgulho ferido. Pura vingança.
 
nilo oliveira em 01/03/2012 08:20:22
Parece conspiração, talvez não, mais se tratando de politica do toma lá da cá. analisem comigo, a construtora comprou o terreno em frente.choveu liminar para todos os lados e no final a expogrande terá de devouver o terreno para a prefeitura. ai que entra a grande conspiração saindo de lá ,para quem a prefeitura vendera o terreno ,heim heim para a construtora é lógico.
 
Manoel Nunes em 01/03/2012 08:12:53
Parabens ao LADO B incricel foi na veia.os interesses são unico e exclusivo da Construtora,este Prefeito horroroso que temos mercenario! IPTU e D+ arrecadações!. A Elite chegando aos bairros quero ver o aeroporto daqui uns tempos se ficar este povo no poder.A Expogrande é a 4ª feira de melhor dasquete nacional, gente EXPOGRANDE JA.. POR FAVOR..Governador!!vamos construir piramides e virar MONGES!?
 
Katia Costa em 01/03/2012 08:00:17
sera que a Brookfiel nao viu que tinha a exposiçao ali na frente?nao tinha outro lugar pra eles construirem?
 
keli regina em 01/03/2012 07:59:32
E só lembrando os "Megashows" da exposição só começaram depois da ampliação do parque a menos de 15 anos, lembro muito bem que o primeiro show dito "grande" foi do Zezé de Camargo e Luciano na antiga arena, que ainda existe onde tem um arquibancada modesta de concreto. Quer dizer a baderna e aglomeração começou bem depois e não faz parte da tradição de 74 anos da Expogrande
 
Joao Antonio em 01/03/2012 07:27:04
E pq não fazem mais show no Albano Franco que é fechado e é mais fácil de que se faça um tratamento acústico adequado para receber show e eventos?Opa desculpa é pq fica perto do Shopping e de bairros nobres né, dois pesos duas medidas.
 
Joao Antonio Ruiz em 01/03/2012 07:24:09
Com todo respeito a quem escreveu a matéria, mas a construção do condomínio só veio corroborar com o sentimento de grande parte da população que mora no entorno da Exposição e essa "amostragem" feita pela reportagem é só de pessoas que,com todo respeito, pelo jeito ficam de papo pro ar durante o dia, portanto podem dormir até mais tarde ou tirar sua sonequinha a tarde, e quem tem q acordar cedo?
 
Joao Antonio Ruiz em 01/03/2012 07:21:09
Na primeira vez que suspenderam os shows, houve quem dissesse que os shows incomodavam os vizinhos. Achei estranho, pois muitos desses vizinhos aproveitam-se dessas feiras para aumentar suas rendas oferecendo estacionamento, e vendendo bebidas e alimentos.
 
Mário Katayama em 01/03/2012 07:10:27
gostaria saber porque só agora esta é polemica, faz shows ou não, quando era o sr. Laucídio coelho eu me lembro que todo ano era normal os shows, agora nem chico e nem francisco brincadeira,
 
celso henrique em 01/03/2012 07:10:18
Sr. eduardo de paula, vc mesmo disse, brasileiro tem memória curta!
se não me engano o TAC foi assinado as vesperas da EXPOGRANDE, ou seja, ou assinavam o TAC ou não teria EXPOGRANDE ano passado!
o MP para fazer pressão conseguiu interditar o Parque menos de um mes antes da exposição tão amada em nossa cidade, e isto ocorreu quando, provavelmente, os shows e demais estruturas já estavam certos!!
 
Augusto Liberato em 01/03/2012 06:59:48
Que polemica essa,na cidade nao se fala em outra coisa,serão que esses políticos são tão estúpidos e viram que entraram em areia movediça?aqui nao tem praia, nao tem futebol,nao temlagos nem rios o que os jovens e povo vão se divertir? Vão ficar no aeroporto vendo avião decolar.E hora De acabar com essa mesquinharia.a expogrande aconteça a 74 anos e patrimônio cultural da cidade.Absurdo!
 
Samuel nascimento em 01/03/2012 06:49:27
Juarez Delmondes , parabéns pelo comentário , ao redor da praça do papa existem sim e muitos moradores só eles não sabem.
 
Silvio Lima em 01/03/2012 06:30:26
Sou sócio da Acrissul há décadas.lembro me que a diretoria da Acrissul doou a área para o jockey club.Pois bem,o jockey vendeu a área para o atual presidente do jockey que por influencia acabou os shows e quer levar os shows para o jockey.Da pra entender que negocio da China esse?enquanto isso nao vier a tona discute se licença ambiental.essa e a verdade.
 
Joaquim Barbosa em 01/03/2012 06:24:30
O Lado B tocou exatamente no Lado N (Negro) da questão. Se escarafunchar mais a fundo irá descobrir tronco, raízes e frutos da árvore genealógica que foi plantada no condomínio para proteger nas antessalas os interesses de terceiros e quartos.
 
joão nestor de souza em 01/03/2012 06:21:25
E como ficam os shows no parque das nações indigenas??? É uma área de proteção ambienta !!! e mesmo assim tem show todo mês realizado pelo governo do estado e constantemente shows realizados por uma determinada emissora de rádio e isso os promotores não vêem, ou fingem não verem.....As leis estão aí para serem cumpridas por todos.....
 
Fabricio Souza em 01/03/2012 06:17:35
O Lado B tocou exatamente no Lado N (Negro) da questão. E se for mais a fundo irá descobrir o caule, as raízes, e até os frutos da árvore genealógica que foi plantada no condomínio para proteger interesses de terceiros e quartos.
 
João Nestor de Souza em 01/03/2012 06:14:01
É um absurdo que uma festa, que dura uma semana, tradicional de Campo Grande, que gera renda, desde a grandes empresários, pecurista e outros, até a população, que coloca o seu carrinho de pipoca e cachorro quente, garantindo um rendimento para seu sustento, toda esta polêmica pelos interesses econômicos de uma grande empresa. Lembremos, ainda a questão da rotatória da Mato Grosso com Via Parque.
 
Samuel Aguiar em 01/03/2012 05:28:21
TAC - TAC - TAC - TAC - TAC - TAC porque os senhores representantes da ACRISSUl assinaram o tal termo de ajustamento???? Não eram obrigados, agora foi assumido um compromisso... o TAC é um TÍTULO EXECUTIVO senhores e precisa ser cumprido é como um cheque, uma nota promissória... deve ser HONRADA.. memória curta a do brasileiro não!!!!
 
eduardo de paula em 01/03/2012 05:27:13
Mas alguem ainda tem duvidas sobre isso. Concordo de não ter shows todos os finais de semanas , mas a Expogrande é uma festa popular nos moldes do carnaval , festa junina, e não venham me dizer que é a Lei do Silencio , Pois isso caracteriza-se dois pesos e duas medidas, Haja visto a Carnaval e festa Junina na praça do Papa. Ou la não tem moradores.
 
juarez delmondes em 01/03/2012 05:14:52
Materia inteligente .Esse e o verdadeiro motivo,a prefeitura se comprometeu com investidores em acabar com a expogrande o resto e balela.o prefeito derruba projeto aprovado por unanimidade pela câmara,da licença a ter shows onde nao tem licença.deveria o MP fiscalizar a verdade dessa conspiração.Parabens CGN pela reportagem.siga nessa direção que a carniça ta perto.
 
Artur santos em 01/03/2012 05:13:09
...a resposta está em cálculo muito simples... Numero de Apartamentos x IPTU x Consumo de Água (Concessão privada da prefeitura) x consumo de energia....
 
Sergio Correa em 01/03/2012 05:11:52
Os tempos são outros, a Lei Ambiental nem existia alguns anos atrás, bem como a densidade populacional da região também aumentou. Então se a lei existe, deve ser cumprida, não só pela Acrissul, mas entendo também que se houver a adequação o retorno financeiro virá, pois será um lugar central e adequado a legislação. Ao invés do prejuízo atual, viria o lucro.
 
Sergio Rabello de Almeida em 01/03/2012 05:10:54
O tipo de discussão abordada ajuda o povo a pensar, ser mais crítico. Para mim, a questão não deve ficar como uma guerra pessoal. Deveria ser considerado o que é melhor para o povo e pecuária do MS. Se o parque precisa de adequações e precisa, se o fator não é beneficiar o grupo da construtora, o poder público que determine e realize as alterações no parque e mande a conta para acrissul.
 
Renato Silva Fane em 01/03/2012 05:08:29
Tenho 47 anos e nasci ao lado do Parque de Exposições. Nunca me senti incomodada com o som da expogrande, aliás que som? Mesmo morando no Jockey Clube dependendo do lugar você não ouve nada. Não moro mais no amado bairro, mas desde que começou essa briga de interesses não consegui achar um morador que concorde com MP. Acho que só. Afinal, quem realmente se incomda com a tradicional expogrande?
 
marlene pereira de souza em 01/03/2012 05:04:53
Com certeza isso tem o dedo dessa construtora, e muita coincidência tudo acontecer na mesma época que esse terreno foi comprado pela Brookfiel, na verdade e que no Brasil quem tem dinheiro também tem a lei do lado.

 
Luciano Petiz em 01/03/2012 05:03:48
Eu concordo plenamente com os leitores que disseram que o interesse de alguns sobressaiu o interesse da maioria, que frequenta o parque e prestigia os shows. Muita coincidência não acham?
 
Ana Paula Gomes em 01/03/2012 04:59:39
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.