A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

13/04/2013 08:44

Morador fatura e cobra até R$ 20 por estacionamento na 75ª Expogrande

Nyelder Rodrigues e Mariana Lopes
Todo mundo aproveita para faturar com estacionamentos improvisados (Foto: João Carrigó)Todo mundo aproveita para faturar com estacionamentos improvisados (Foto: João Carrigó)

Época de exposição, época de ganhar um dinheiro extra. O que mais há em torno do Parque Laucídio Coelho, durante a 75ª Expogrande, são casas e terrenos abertos para estacionamentos de veículos. Os motoristas pagam até R$ 20, o mesmo valor do ingresso do show, para estacionar nas imediações do parque.

Veja Mais
Público comemora volta dos shows, mas critica estrutura e espaço na Expogrande
Com shows liberados, autoridades prestigiam abertura da Expogrande

Vanessa Lira Torres, de 31 anos, é uma das moradoras que aproveitam o evento para faturar guardando motos. A casa dela fica em uma esquina, bem localizada, na entrada da Expogrande.

Ela explica que usa a casa como estacionamento há sete anos, desde quando reside no local. Além disso, Vanessa revela que os antigos moradores já faziam isso. “Só peguei carona”, brinca.

Por noite, ela calcula que é possível ganhar entre R$ 150 e R$ 250. Cabem 22 motocicletas na casa, mais 15 fora, em espaço que ela reserva com uma fita zebrada e fica cuidando durante a noite.

O valor cobrado por cada moto é de R$ 10. Ela revela que os moradores concordaram em tabelar o preço, cobrando o mesmo valor. “Não fica desleal para ninguém. Tem moto pra todo mundo”, comenta.

Também perto da entrada principal da Expogrande, uma construtora cedeu o terreno de uma obra para quatro funcionários usarem como estacionamento. Lá, eles também aceitam carro, cobrando R$ 15 por cada um, e R$ 10 por motos.

Uma das pessoas que estavam ali, e não quis se identificar, afirmou que o movimento está razoável ainda, mas acredita que vai melhorar. Essa é a primeira vez que eles trabalham com estacionamento ali.

“Vimos a oportunidade e arriscamos. Fomos na onda de ganhar uma grana extra, e acreditamos que esse ano vai bombar a Expogrande”, declarou o funcionário, devido a volta dos shows. 

 

Motorista chega a desembolsar R$ 120 só com o pagamento de estacionamento (Foto: João Carrigó)Motorista chega a desembolsar R$ 120 só com o pagamento de estacionamento (Foto: João Carrigó)
Preço de moto foi tabelado pelos moradores (Foto: João Carrigó)Preço de moto foi tabelado pelos moradores (Foto: João Carrigó)

Mas o valor cobrado não agradou muito a clientela. Um dos que reclama é Rafael Fonseca, de 28 anos, e que deixou o carro lá por ser mais perto. Ele crê que o estacionamento deveria ser, no mínimo, asfaltado para cobrar R$ 15.

Além disso, ele percebeu o tabelamento dos preços. “Isso deixa as pessoas sem opção. Mas se não colocar em estacionamento, tem que pagar do mesmo jeito, sem ser cuidado ainda”, contou Rafael, ao falar sobre os flanelinhas, que cobram, em média, R$ 5.

Já a estudante Renata Poffi estava em um carro com mais três amigos. Para ela, se tiver que pagar sozinha, fica caro, mas em grupo, fica um preço bom. “A gente acaba pagando pela segurança”, comentou.

Outro local cedido pela empresa para os funcionários foi garagem dos ônibus da Master Turismo. Lá, o valor cobrado para estacionar é de R$ 20.

Conforme Juliana Rodrigues da Silva, 32 anos, três funcionários da Master estão trabalhando no estacionamento. “Aqui é fechado, asfaltado, iluminado e tem seguro. Por isso é mais caro”, argumentou Juliana, que é esposa de um dos funcionário da Master.

Ela diz que é sempre bom fazer uma renda extra. Com bases nos anos anteriores, é possível conseguir, nos 11 dias da feira, cerca de R$ 5 mil, que são divididos entre os três. Uma das que estacionou no local foi a advogada Carolina Toledo, de 31 anos.

A advogada contou que comprou ingressos para seis shows, e calculou que só com estacionamentos, vai gastar R$ 120. “Sai bem caro, mas não dá para deixar na rua”, opinou, ainda lembrando que no ano retrasado, última vez que foi à Expogrande, ela pagou R$ 10 no mesmo lugar. “É a inflação, né”, brincou.




Tá Barato o Estacionamento deles..
Estaciona no centro p Vc ver.
Lá Sim é Caro.
2 horas no centro é de 10 a 15 reais.
se vc ficar 15 min paga meia hora..apesar q o valor deles se for R$5 1 hora..Meia Hora deles é R$ 3..e Não R$ 2,50 ..o q seria certo..
 
Fábio Gois em 14/04/2013 01:27:56
TONTO DE QUEM PAGA! SE FZEREM AS CONTAS E IREM DE TAXI, ALEM DE MAIS SEGURO (PQ CERTAMENE IRAO BEBER ALGO LA NA FESTA E SAIR DIRIGINDO) IR E VOLTA DE TAXO É MAI BARATO. ASSIM NAO AJUDA ESSA TURA DE EXPLORADORES A LUCRARINJUSTAMENTE SOBRE QUEM QUER SE DIVERTIR. COMECEM A MUDAR A POSTURA, NAO COMPRAR E ACEITAR O QUE SE IMPOE, QUE MUITA COISA MUDA!
 
LUCIANO MARQUES em 13/04/2013 21:07:00
A ilegalidade no uso de estacionamentos clandestinos virou uso e costume na capital. Quero ver como vai ser quando acontecer uma tragédia, roubo ou furto dos veículos estacionados. É mais barato é claro que é!!! Pois a pessoa que loca o estacionamento não recolhe nada de imposto sobre o serviço executado. Faça um teste, peça uma notinha ou um cupom fiscal do valor pago. kkk
 
Junior Costa em 13/04/2013 14:22:54
E ainda tinha gente dizendo que a Exposição prejudica os moradores!!!
 
Nayara Duarte Miranda em 13/04/2013 11:43:25
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.