A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

17/04/2015 11:13

Parque recebe R$ 3,9 milhões para se tornar centro de visitação ambiental

Liana Feitosa e Leonardo Rocha
A área, de 177,8 hectares, fica na região norte de Campo Grande, no bairro jardim Presidente. (Foto: Marcelo Calazans)A área, de 177,8 hectares, fica na região norte de Campo Grande, no bairro jardim Presidente. (Foto: Marcelo Calazans)

Foi aberto ao público o centro de atendimento do Parque Estadual Matas do Segredo, área remanescente do Cerrado e das nascentes do Córrego Segredo. Inaugurado por autoridades na manhã desta sexta-feira (17), até então o espaço era utilizado apenas pela PMA (Polícia Militar Ambiental) nas atividades do projeto Florestinha.

Veja Mais
Governador inaugura centro de atendimento do Parque Matas do Segredo
MPE vistoria Parque Cônsul Assaf Trad e alega negligência da Prefeitura

A área, de 177,8 hectares, fica na região norte de Campo Grande, no Jardim Presidente e, agora, também se torna centro de visitação, onde turistas poderão encontrar aves silvestres, pequenos mamíferos, répteis e árvores centenárias, além de trilhas ecológicas e mirante.

Investimento - Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Estado, Jaime Verruck, foram investidos R$ 3,9 milhões no parque graças à parceria do governo estadual com a empresa de celulose Eldorado Brasil.

"O recurso correspondente à compensação ambiental da empresa foi investido no parque, que foram 980 metros quadrados de construção. São duas salas de aula, um auditório, alojamento para a PMA, cozinha, quadra de esportes, 1.400 metros de muro e 2 mil metros de cerca", detalha Verruck.

De acordo com o comandante da PMA, coronel Carlos Matoso, antes do projeto Florestinha utilizar o local, a área era invadida por crianças e moradores da região para lazer, mas também acabavam ateando fogo na mata e até caçavam passarinhos.

As pessoas vão poder conhecer o bioma do Cerrado e, com esse novo espaço, haverá uma melhor estrutura para receber turistas, disse o governador. (Foto: Marcelo Calazans)"As pessoas vão poder conhecer o bioma do Cerrado e, com esse novo espaço, haverá uma melhor estrutura para receber turistas", disse o governador. (Foto: Marcelo Calazans)

Florestinha - "Em 1992, o cabo Valdir da Mota, da PMA, resolveu fazer um projeto no local, trazendo essas crianças para desenvolver educação ambiental", explica o comandante.

Em 1993, a área foi considerada jardim botânico e recebeu título de parque estadual em 2000. "Então conseguiram parceria com a prefeitura de Campo Grande e puderam ampliar o Florestinha, que ganhou reforço escolar, aulas de consciência ambiental e capacitação, além de acompanhamento das notas dos alunos", diz Matoso.

O projeto deu tão certo que foi levado, também, para outras cidades do Estado, como Três Lagoas, Aquidauana e Corumbá, chegando a atender 500 crianças por ano.

Agora, o parque Matas do Segredo será usado como ponto turístico e de visitação. Segundo Verruck, o local receberá ações de esporte e, também, terá a participação da Funtrab (Fundação do Trabalho) em projetos de capacitação. "Agora, a comunidade vai poder usar essa unidade de conservação", completa.

O governador Reinaldo Azambuja aproveitou a oportunidade e plantou uma muda de Pindó. (Foto: Marcelo Calazans)O governador Reinaldo Azambuja aproveitou a oportunidade e plantou uma muda de Pindó. (Foto: Marcelo Calazans)

Estado - O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), reforçou a ideia mencionada por Verruck. Segundo ele, o parque será usado para ações não só na área de educação, mas também esporte e trabalho.

"As pessoas vão poder conhecer o bioma do Cerrado e, com esse novo espaço, haverá uma melhor estrutura para receber turistas. O objetivo é trazer jovens e crianças para esse ambiente sadio", disse. O governador aproveitou a oportunidade e plantou uma muda de Pindó.

Durante a solenidade de inauguração, foram assinados dois termos de cooperação, um com a PMA, para o projeto Florestinha, e outro com a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), para ações de conservação ambiental.

Capital - O prefeito Gilmar Olarte (PP) afirmou que a prefeitura vai ampliar a parceria com o parque no valor de R$ 92 mil. "Queremos que o projeto siga em frente e mais jovens possam ser educados e ter sucesso no mercado de trabalho", pontuou.

A área já está aberto ao público, mas quem quiser visitar, deve ir até o local e agendar horário. Só é permitida visitação com acompanhamento de guia, já que é uma área de reserva.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions