A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

23/03/2011 17:56

Plano do Cras de soltar onça fujona provoca manifestações contrárias

Marta Ferreira

Centro decidiu que se animal for mesmo solto, local será sigilo

O Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande, decidiu não divulgar o local onde poderá ser solta onça-pintada que fugiu duas vezes do local, em razão das manifestações contrárias recebidas. Elas vieram principalmente de fazendeiros do Vale do Ivinhema, uma das regiões prováveis para o felino ser solto, e foram feitas à PMA (Polícia Militar Ambiental), que relatou ao Cras.

O temor manifestado é de que, como não apresenta medo do ser humano, a onça ronde as fazendas da região, segundo explicou o comandante da PMA, major Carlos Sebastião Matoso.

Ele explicou que as manifestações foram feitas por telefone, como reflexo das notícias de que a onça seria solta.

O diretor do Cras, Elson Borges, informou que, por conta disso, foi acordado que, caso a onça seja mesmo solta, o local onde isso vai acontecer será mantido em sigilo. É a primeira vez que se planeja fazer isso com uma onça-pintada no Brasil.

Elson tranqüiliza os que tem medo do bicho informando que todo o procedimento de soltura será acompanhado pelo Cenap (Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros), órgão ligado ao Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente), que fornecerá um rádio-colar com o qual será possível monitorar os passos da onça via satélite. “Se ela se aproximar da sede de fazendas, por exemplo, teremos condições de ir a campo”.

Recapturada no dia 12 de março, onça-pintada passou por exame que vai definir seu futuro. (Foto: João Garrigó)Recapturada no dia 12 de março, onça-pintada passou por exame que vai definir seu futuro. (Foto: João Garrigó)

Decisão depende de exame- Conforme o diretor do Cras, o martelo ainda não está batido em relação à ida da onça para o ambiente selvagem, embora essa seja a intenção. Falta a chegada de um exame de sangue, colhido na semana passada, e que está sendo realizado em um laboratório de Curitiba, no Paraná.

O teste vai identificar se o animal contraiu o vírus de duas doenças comuns em felinos urbanos, o FIV (Vírus da Imunodeficiência Felina) e o FelV (da Leucose Felina). Cerca de 15% dos gatos doentes costumam apresentar esses vírus e se a onça estiver com algum deles, não poderá ir para a natureza dado

o risco de contaminar animais selvagens.

Sobre a região onde o animal deverá ser solto, se estiver saudável, Elson

Borges informou que deverá ser na Bacia do Rio Paraná.

Ele explicou que como ela veio dessa região, não pode ser reintroduzida na natureza em outra parte do estado, para evitar misturas genéticas. A onça foi encontrada ainda filhote, em uma propriedade de Água Clara.

Tranquila-A onça está perto de completar um ano. Depois de duas fugas, ela está sossegada, conforme o relato dos funcionários do Cras. A jaula onde a onça fica, usada antes por um leão, recebeu reforço para evitar novas fugas.

O felino fugiu pela primeira vez do Cras em 29 de outubro de 2010, foi recapturada e escapou novamente no dia 30 de dezembro. Nesse meio tempo, o animal ganhou comunidades e perfis nas redes sociais, que brincavam com a fuga da onça.

No dia 12 de fevereiro, ela caiu em uma das nove armadilhas montadas na reserva. À época, estava com ferimentos no rosto e nas patas, o primeiro fruto da fuga de outubro e o segundo da tentativa de escapar das armadilhas.




Caro amigos da onça...
Cara Luciana. Esta onça pertence a Bacia Hidrografica do Paraná. Portanto temos que respeitar o padrão genético dela e não soltar na Bacia Hidrográfica do Paraguai que é o pantanal. Nunca foi suspenso a busca da onça no PArque Estadual do Prosa ao contrario que você afirma com base não não no quê. Quanto em ir a campo, será para monitoramento e não afastar ela de alguma sede. Achomque ta faltando lógiva nesse comentario. Desde que aconeceu o primeiro incidente com o animal o Estado não tem se negado em arcar com as despesas para o melhor atendimento. Se ouver superfaturamento procure provar e vire noticias. Comentarios tem que ser inteligentes e contribuidores a alguma coisa. Lembre-se este animal não é do pantanal portanto não pode ser solta lá. JA que querem tanto defender a natureza entandam um pouco de ecologia, genética, biomas. Se capacitem para discutir.
 
Elson Borges em 24/03/2011 11:33:52
PQ NAO SOLTAM ELA NO PALACIO DO PLANALTO EM BRASILIA ASSIM ELA PODERIA FICAR DE BOA COM OS POLITICOS HONESTOS QUE TEMOS NESTE PAIS LA PELO MENOS ELA CORRE MENOS PERIGO.
 
JULIO PERDIGAO em 24/03/2011 10:36:13
Vcs tem que soltar ela, na reserva da fazenda Cayman. E uma fazenda, com uma area mto grande, no pantanal. Me informaram, que o dono, proibe caça e pesca na propriedade.
 
Luciano Rosa em 24/03/2011 10:16:28
Concordo plenamente com a Luciana, vão soltar essa coitada só pra ela morrer, pois já que ela está acostumada com humano, ela se tornará uma presa super fácil...
É melhor deixar ela quetinha no canto dela ou seja, na jaula.
 
Rosangela Carvalho em 24/03/2011 09:14:04
Pelo visto as pessoas que comentaram o assunto nunca estiveram no CRAS, quem já visitou o local sabe que lá não existe jaula espaçosa, com árvores, etc, e sim espaços exíguos e precários e se alguém acha que viver assim é melhor do que livre, francamente não dá para entender. Essa onça já demonstrou seu anseio pela liberdade, e se prestarem atenção ela não chegou perto de seres humanos quando estava livre, aliás ficou distante, tanto que só foi capturada com ajuda de armadilhas.
Louvável a atitude dos biólogos do CRAS que em parceria com o CENAP estão tentando reintroduzir esse animal em seu habitat natural de onde nunca devia ter saído. Espero que esse exame de sangue tenha resultado negativo e ela esteja liberada para ir embora. Torno a dizer melhor morrer LIVRE do que condenada numa jaula.
 
Rovena Ceccon em 24/03/2011 08:54:45
Sou a favor de soltarem a onça, a jaula onde ela se encontra no Cras é um cubículo. Ela conseguiu a proeza de fugir duas vezes, pode fugir novamente, pois seu instinto sempre prevalecerá. Se colocarem em seu habitat natural certamente ela estará muito melhor. É utopia acreditar que farão uma super-estrutura para ela na cidade. O lugar de um animal selvagem é em liberdade!!!
 
Iwaloo Beal em 24/03/2011 08:34:31
Concordo com a luciana !! este felino não da voto, não da dinheiro .. então pra que cuidar!! e tem mais.. ele não participa de licitação no governo, na prefeitura, Esse coitado já foi sacramentado, acorda pra vida Campo Grande !!! Vcs acham que esses Biologos, com mixaria que ganham, irão ir atras se esta onça aprontar !!!!..
 
vitor eduardo cesar Rojas em 24/03/2011 07:29:59
eu acho que ela nao pode ser solta ali tinha que ser solta em seu ambit natural pois se for solta ali pode ser morta por pessoas da comunidade ela tenque ter segurança pra sobreviver melhor lugar pantanal !
 
ana paula em 24/03/2011 07:26:55
Boa...mando bem Luciana!!!!
 
Cesar Souza em 24/03/2011 07:07:49
O pantanal é grande e é o local de onde ela nunca devia ter saído, independente de qualquer coisa, deve ser solta em seu habitat natural. Aliás, esses burocratas estão querendo muito holofote. A felina, já deveria estar solta na natureza a muito tempo, e quando alguem viesse perguntar, era só informar "FOI SOLTA NO PANTANAL"
 
Valter Antunes Oliveira em 23/03/2011 06:49:57
“Se ela se aproximar da sede de fazendas, por exemplo, teremos condições de ir a campo”....hahahahahaha...faz-me rir...se levaram um baile danado da coitadinha, que por duas vezes fugiu na cara de todo mundo, quem vai tirar o traseiro da cadeira para ir a campo defender a pobrezinha???? Se suspenderam as buscas aqui no Parque dos poderes...gente, quanta ingenuidade...alguém acredita que alguém vai proteger o pobre animal? Essa onça deveria sim, por conviver tanto tempo com pessoas, viver em uma super jaula, com todo o conforto necessario, ter espaço para andar e correr, subir em arvores ou seja viver em um abiente controlado. Vai morrer na bala da espingarda do primeiro fazendeiro que cruzar com ela...só vão achar o colar...e ninguém vai ter levantado traseiro nenhum de cadeira...Vão falar que o colar falhou e que ninguém mais tem informações de seu paradeiro...Onça pintada não vota e não dá dinheiro pra ninguém (porque não precisa de tanto equipamento assim pra comprar superfaturado)...ê Brasil que não muda...
 
Luciana Gonçalves em 23/03/2011 06:25:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions