A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

13/04/2016 10:45

Prazo termina dia 5, mas até agora só 42% de MS fizeram cadastro ambiental

Priscilla Peres
Proprietários rurais são obrigados a fazer o Cadastro Ambiental Rural até 5 de maio. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Proprietários rurais são obrigados a fazer o Cadastro Ambiental Rural até 5 de maio. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Secretário afirma que começar a fazer o cadastro é o mais importante, mesmo que seja necessário retifica-lo depois. (Foto: Marcos Ermínio)Secretário afirma que começar a fazer o cadastro é o mais importante, mesmo que seja necessário retifica-lo depois. (Foto: Marcos Ermínio)

Termina no dia 5 de maio o prazo para proprietários rurais fazerem o CAR (Cadastro Ambiental Rural), mas até agora apenas 42,7% das propriedades de Mato Grosso do Sul cumpriram com a obrigação. Os produtores tiveram mais de um ano para efetivar o cadastro, já que o prazo inicial terminava em maio de 2015.

Veja Mais
Prazo para proprietário fazer cadastro ambiental termina em 25 dias
Imasul faz convênio para garantir inscrições do Cadastro Ambiental Rural

Dados do Serviço Florestal Brasileiro, mostram que Mato Grosso do Sul tem mais de 30 milhões de hectares a serem cadastrados, deste total quase 13 milhões já estão dentro da legislação. Em número de imóveis, até 31 de março, 13.526 já aviam sido cadastrados.

Só em março, produtores do Estado fizeram o cadastro de 2.552 hectares, o que representou o terceiro maior crescimento do país no período. Porém, entre os estado do Centro-Oeste, o percentual de entregas de MS só é maior que o do Distrito Federal, que soma 41,51%, enquanto Goiás tem 60,45% e Mato Grosso 81,23%.

De acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, 30 mil proprietários ainda nem começaram a fazer o cadastro. "Nossa recomendação é que se for preciso, retifique, mas comece a fazer o CAR", afirma. A entrega é obrigatória e quem perder o prazo estará sujeito a multa.

Jaime aconselha que até o dia 5 de maio, os proprietários que ainda não fizeram o cadastro ao menos protocolem a intensão de fazê-lo em uma das unidades da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural). "Isso é para garantir que ele não será multado e para nós sabermos quantos estão dispostos a cumprir com a legislação".

 

Eduardo é proprietário de uma empresa de mudas e afirma que procura pelos produtos dobrou no ano passado. (Foto: Marcos Ermínio)Eduardo é proprietário de uma empresa de mudas e afirma que procura pelos produtos dobrou no ano passado. (Foto: Marcos Ermínio)

Movimento econômico - Proprietário da Floreste Mudas, Eduardo Binotto está no ramo há 10 anos, mas viu sua empresa crescer 100% do ano passado para cá, principalmente devido a busca de produtores rurais pelo reflorestamento ou recuperação de áreas degradadas.

Pela legislação, proprietários rurais precisam ter 20% de área preservada. No Pantanal que é considerada área de uso restrito, esse percentual chega a 40%. Quem não tem esse espaço em sua propriedade tem algumas opções, como apresentar um plano de recuperação de áreas que inclui o reflorestamento.

"Quando comecei com a empresa ninguém queria saber de mudas de floresta nativa. Mas depois da obrigatoriedade do CAR os negócios dobraram, porque muita gente está procurando se adaptar a lei", afirma ele. Para esses casos, a empresa oferece um mix de 70 espécies nativas para o produtor plantar em sua fazenda.

CAR - O Ministério do Meio Ambiente disponibiliza o site http://www.car.gov.br, para os proprietários que tiverem dúvidas sobre o assunto. A inscrição mo cadastro deve ser feita junto ao órgão ambiental estadual ou municipal competente, que disponibilizará na internet programa destinado à inscrição.

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) diponibiliza informação em sua página para os produtores do Estado. Mais informações podem ser obtidas aqui.




Lembrando que aqui no Estado do MS, o CAR deve ser feito pelo site do Imasul, mais precisamente no http://siriema.imasul.ms.gov.br/ onde não baixará um programa mas deverá realizar o cadastro no site, anexar documentos pertinentes ao imóvel, arquivos shapefile e a ART do responsável pelo mapa da propriedade.
 
Gustavo G. Bastos em 14/04/2016 08:50:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions