A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

23/12/2014 20:45

Sistema oferece informações e ajuda quem mora em área de inundações no Pantanal

Caroline Maldonado
Sistema vai ajudar moradores a saber mais sobre inundações (Foto: Divulgação/Ecoa)Sistema vai ajudar moradores a saber mais sobre inundações (Foto: Divulgação/Ecoa)

A Embrapa Pantanal e o CIH (Centro Internacional de Hidroinformática), da Fundação Parque Tecnológico Itaipu, lançaram o sistema WebGIS GeoHidro Pantanal, para popularizar informações técnico-científicas sobre recursos hídricos e uso das terras na Bacia do Alto Paraguai, no Pantanal.

Veja Mais
Expedição vai percorrer Bonito e o Pantanal com imagens em tempo real
Rio Paraguai baixa, mas chuva pode deixar gado sem pasto no Pantanal

O sistema é semelhante ao do Google Earth, segundo o pesquisador da Embrapa Pantanal, Carlos Roberto Padovani. “A ideia é poder levar a informação técnico-científica a todas as pessoas que têm interesse no Pantanal, não apenas aos especialistas e acadêmicos, mas também à população em geral, principalmente a quem é afetado pelas inundações", explica o pesquisador.

Na página, que pode ser acessada pelo endereço www.sigpantanal.cpap.embrapa.br, o usuário encontra as informações dispostas em um sistema de camadas, que são como várias "folhas" sobrepostas de mapas. Nelas é possível selecionar a exibição daquelas pelos quais o usuário se interessa. Essas camadas são divididas em quatro temas principais: camadas de referência (com dados como localização de fazendas, estradas principais e municípios), camadas de vegetação e uso da terra, camadas de precipitação e, por último, de inundação.

De acordo com a Embrapa Pantanal, ss camada também podem ser combinadas para uma visualização mais completa e integrada dos dados. "O usuário consegue ver informações sobre chuva cruzadas com as de inundação, por exemplo", detalha Fagner de Oliveira, um dos desenvolvedores do sistema.

Na página do Facebook da GeoHidro Pantanal, também há informações que integram o sistema. "A ferramenta e a página do Facebook podem funcionar como um sistema de suporte à decisão de quem sofre a influência da dinâmica das águas do Pantanal. Com o acompanhamento das informações, as pessoas vão poder entender a situação, sabendo como se desenvolvem as inundações em cada ano", diz Padovani.

Segundo Padovani, a WebGIS GeoHidro Pantanal deverá receber melhorias nos próximos meses baseadas no contato, acesso e feedback dos primeiros usuários. "Essa é a versão inicial do projeto. Ela vai ser melhorada cada vez mais e, para o começo do próximo ano, a gente planeja fazer várias atualizações", afirma o pesquisador. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions