A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

21/05/2015 16:54

Blitz vai retirar de circulação carro irregular e motorista sem CNH

Alan Diógenes e Ricardo Campos Jr.
Blitz usa radar móvel para combater abusos no trânsito (Foto: Fernando Antunes)Blitz usa radar móvel para combater abusos no trânsito (Foto: Fernando Antunes)

Durante 15 dias, a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) com o apoio da Guarda Municipal irá realizar blitzes em vias com maior número de acidentes na Capital, para retirar de circulação veículos e condutores irregulares. A ação faz parte da campanha Maio Amarelo que tem como objetivo fazer com que os motoristas respeitem as leis de trânsito.

Veja Mais
Agetran realiza blitzes na fase final de conscientização do Maio Amarelo
Maio Amarelo reúne 60 mil alunos em atividades de conscientização

Conforme a diretora-presidente da Agetran, Elizabeth Félix, ainda existem muitas pessoas conduzindo veículos sem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). As blitzes começaram na segunda-feira (18) e tem como foco os motociclistas, já que as motos são muito utilizadas para crimes de assalto, roubo e furto.

Os primeiros 15 dias da campanha teve ações educativas nas escolas e no Clube do Setinha. Também foram feitas palestras e orientações aos motoristas sobre as leis de trânsito, através de panfletagem. Agora o reforço é na fiscalização.

Avenidas como a Ernesto Geisel, Nely Martins e Consul Assaf Trad já tiveram as blitzes. “A escolha do local é feita pelo Distrito de Trânsito. Com um câmera, os agentes filmam o veículo, checam no sistema e avisam os outros agentes que estarão logo a frente sobre a situação do veículo. Caso esteja irregular, o condutor é abordado para verificação”, explicou o supervisor da Agetran, Daniel Cabanha.

As blitzes duram em média três horas e serão abordados condutores de qualquer tipo de veículo, seja ele moto, carro, ônibus, caminhão ou carreta, que estejam em situação irregular. Os agentes se organizaram em escalas para realizar as blitzes também no período noturno. O balanço geral da operação desta semana será divulgado amanhã (22).




Concordo, Patrícia! Façam blitz em frente às escolas da Capital, no horário de entrada e saída dos alunos. Em frente ao Montessori chega a beirar o ridículo, formam-se filas duplas em ambos os lados da via, restando apenas a faixa do meio para circulação.
 
Ari em 22/05/2015 10:42:37
Penso que as blitzes deveriam se estender para as frentes das escolas, principalmente as particulares. Percebo que as escolas tentam fazer sua parte participando da campanha, porém muitos pais, não dão importância, pois continuam parando em fila dupla ou no meio da rua para seus filhos descerem! Um total desrespeito para com os outros e um péssimo exemplo para os filhos!
 
Patricia em 22/05/2015 07:53:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions