A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

26/01/2011 08:35

Justiça ouve dia 10 testemunhas de acidente que matou jovem

Nadyenka Castro

Serão ouvidas 20 pessoas, todas de acusação

Após colisão, carros foram parar no canteiro central e destruíram banco de concreto. (Foto: Simão Nogueira)Após colisão, carros foram parar no canteiro central e destruíram banco de concreto. (Foto: Simão Nogueira)

O juiz Aluízio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, ouve no próximo dia 10 as testemunhas de acusação do acidente que matou Mayana de Almeida Duarte, em junho do ano passado, em Campo Grande.

Serão ouvidas 20 pessoas. Os depoimentos serão divididos em dois períodos: entre 8 horas e 11h30min serão ouvidas seis pessoas e as demais a partir das 13h30.

Para o dia 28 está agendada a audiência de oitiva das testemunhas de defesa e interrogatório dos réus: Anderson de Souza Moreno; Willian Jhonny de Souza Ferreira e Kenneth Gonçalves Pereira da Silva.

Anderson e Willian respondem por homicídio doloso qualificado. Kenneth por por falso testemunho, por ter mentido em depoimento para beneficiar os acusados do crime.

Acidente e racha-Mayana ficou gravemente ferida na colisão entre o Celta que ela dirigia e o Vectra conduzido por Anderson. O acidente aconteceu na madrugada do dia 14 de junho no cruzamento da avenida Afonso Pena com a Rua José Antônio.

Testemunhas disseram à Polícia Civil que o Vectra e o Uno, dirigido por Willian faziam racha na Afonso Pena, sendo que no cruzamento com a José Antônio, onde trafegava Mayana, Anderson passou no sinal vermelho e colidiu no Celta. A jovem ficou internada e morreu 11 dias depois.

Juiz recebe denúncia e marca audiência no caso Mayana
O juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, recebeu na semana passada a denúncia contra os dois envolvidos numa disput...
Testemunha do caso Mayana mentiu em depoimento e é presa
O jovem Kenneth Gonçalves Pereira da Silva, de 24 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira por mentir em depoimento...
Polícia indiciará dois jovens por morte de Mayana
O delegado Márcio Custódio indiciará por homicídio doloso os dois jovens envolvidos no racha que terminou com a morte de estudante Mayana de Almeida ...
Polícia pedirá prazo para investigação do Caso Mayana
O delegado responsável pela investigação do acidente que terminou com a morte da estudante Mayana de Almeida Duarte, 23 anos, deverá pedir mais prazo...



Isso demonstra mais uma vez a falta de limite dos jovens e a falta de amor pela própria vida, porque além desses jovens colocarem suas próprias vidas em risco, colocam a vida de pessoas inocentes, e neste caso, tiraram mais uma vida de uma pessoa INOCENTE, e com isso tiraram também a vida, a paz, a alegria de toda uma familia e de uma mãe,que todos os dias chora desesperadamente a perda de sua companheira, sua filha unica !!!
Que a justiça seje feita!!! E sinto muito também, que não tenhamos a pena de morte.
 
Annaí Bernardes em 27/01/2011 09:43:41
Madrugada, bebida e jovem sem escrupulo só pode dar nisso. O que me admira são os pais desses jovens que lutam por faze-los livres do crime que cometeram.
Não dá pra dizer que não era racha, pela gravidade do caso, pela destruição até em um naco de concreto. Fica dificil dizer que estavam trafegando com pouca velocidade.
Pais, enquanto voces se omitirem, o resultado será o de morte. E creio que só quando for seu proprio filho a vitima, é que dará valor aos ensinamentos do que é justo e correto e não esconder-se da justiça.
Não sou Jesus Cristo, não faço milagres e não tenho a paciência que Ele têm, portanto, sinto muito mesmo que não tenhamos a pena de morte.
 
Lara Cardoso em 26/01/2011 10:39:40
Agora sei que a justiça vai fazer a coisa correta, porque a vida dessa linda jovem não volta mais.
 
João Benitez em 26/01/2011 08:53:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions