A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

09/12/2013 17:37

Rotatória vira "caos" com falta de atenção de motorista e de fiscalização

Filipe Prado
Os motoristas reclamam da falta de respeito dos outros condutores (Foto: Marcos Ermínio)Os motoristas reclamam da falta de respeito dos outros condutores (Foto: Marcos Ermínio)

A rotatória, no cruzamento da Rua Joaquim Murtinho com a Avenida Eduardo Elias Zahran, está deixando os motoristas irritados. A falta de atenção dos condutores e de fiscalização da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) deixa o trânsito do local caótico.

Veja Mais
Acidente entre carro e moto deixa trânsito conturbado na Ernesto Geisel
Protesto expõe a dor de quem sobreviveu ou perdeu alguém no trânsito

Os motoristas reclamam da falta de respeito dos outros condutores. Maria Catarina, 58 anos, relata que a rotatória poderia funcionar. “Aqui é horrível, as pessoas não respeitam. Se elas respeitassem a sinalização, aqui poderia funcionar”.

Mas a falta de algumas sinalizações prejudica os motoristas, como comenta Junior Cortez, 30. “Muito ruim aqui, eu acho que deveria ter um semáforo, para melhor o trânsito, por que está horrível”, comenta.

Já para Milton Gomes, 42, os motoristas deveriam respeita uns aos outros no trânsito. “A placa de preferência não é respeitada. Fica muito ruim assim. Não dá para continuar como está”, explica.

O taxista Marcos Favarão, 42, comenta que um viaduto seria a solução para o local. "Aqui é um pouco complicado sim, então eu acho que deveriam construir um viaduto, ao invés da rotatória".

Por conta de caos, muitos acidentes acontecem no local. “Tem muito acidente aqui, na maioria das vezes não é muito grave, mas a falta de respeito aqui é grande. As pessoas ficam irritadas quando os motoristas respeitam as sinalizações, e já começam a buzinar”, relata o vendedor Márcio Santos, 39.

Ele comenta que os motoristas, que entram na rotatória, não entendem como é o tráfego no local. “Eles pensam que não precisam parar na rotatória, por conta da faixa que fica a direita, acabam nem prestando atenção nas placas”, explica Márcio.

O vendedor afirma que não há fiscalização da Agetran no local, “é raro ter guarda aqui”, e diz que os motoristas deveriam voltar a ter aulas nas auto escolas, para depois trafegar pela cidade. “Quem reclama é quem não sabe dirigir”, finaliza.

Maria comenta da falta de respeito dos outros motoristas (Foto: Marcos Ermínio)Maria comenta da falta de respeito dos outros motoristas (Foto: Marcos Ermínio)
O taxista diz que um viaduto deveria ser construído no local (Foto: Marcos Ermínio)O taxista diz que um viaduto deveria ser construído no local (Foto: Marcos Ermínio)



esse cara é loco construir um viaduto ai ele que não sabe utilizar a rotatoria........
 
cleiton fidelis em 10/12/2013 10:17:48
O problema é que o povo não sabe utilizar as alças que tem nessa rotatória. Da pra ver isso no depoimento do senhor que falou na matéria. Quem está na rotatória deve usar APENAS a faixa da esquerda. A faixa da direita não é pra quem vai fazer contorno, logo não precisa parar. Tem sinalização dentro da rotatoria mostrando que ela é de uma faixa só (a da esquerda). Se alguem de dentro da rotatória sair da faixa da esquerda antes de acabar a alça, está errado (tanto não pode mudar de faixa que, é contínua e tem até "olho de gato" pra sinalizar).
 
Ronaldo Castor em 10/12/2013 09:39:53
O engenheiro de trânsito de CG só aprendeu fazer rotatório na faculdade.
A cidade cresceu rotário não organiza mais o trânsito de CG.
Precisamos de viaduto, sinalização eletrônica.
Acorda poder público.
 
VIVIANE CASTRO ALMEIDA em 10/12/2013 08:46:58
Na verdade em nossa capital tem que ser MATA-BURROS para resolver porque a cada dia que passa a coisa esta ficando pior.
 
Cleber Lima em 10/12/2013 08:15:07
Rotatoria funciona no mundo todo... porque nao em campo grande? sera que os seres humanos que vivem ai e sao habilitados a conduzir um veiculo, sao diferentes do resto? o que falta e a educacao e o respeito ao proximo... rotatoria, regra mundial = quem esta dentro tem a preferencial! mais uma regrinha... ao se aproximar de uma rotatoria, o veiculo deve estar a uma velocidade maxima de 30 km/h e PARAR, OLHAR e RESPEITANDO as REGRAS, entrar na rotatoria e se alinhar de acordo de onde vai SAIR da rotatoria... Facil ou? enquanto a populacao se comportar egoisticamente, e egoista é o que nao falta por ai, a situacao nao vai mudar... um sempre quer ser melhor do que o outro... isto é comprovado pelas barbaridades que vejo no transito de campo grande.
 
antonio e. da cruz em 10/12/2013 08:10:29
Qual o problema? TODOS que obtiveram uma CNH de forma regular sabem (deveriam saber) que entrando numa rotatoria é que se deve dar preferência. Não é que quem esta nela vem da esquerda, e por isso deve dar preferência. Se fosse assim, logo uma rotatoria trava. Na verdade, aquele rotatoria é uma das melhores de campo grande, pois os olhos de gato evitam que as pessoas cortam a rotatoria em linha reta, fechando quem esta ao lado, como acontece em basicamente TODAS as outras rotatórias na cidade.
Bom, deixa os ignorantes causar acidentes. Depois de uma curta briga no juizado do transito vão saber, por meio de condenação, como que funciona a preferência, para nunca mais esquecer.
 
Marcos da Silva em 09/12/2013 23:04:16
não é somente ai no cruzamento das avenidas Euler de Azevedo com a Tamandaré também é um caos todo dia pois é uma rotatória mal planejada e com motoristas que não respeitam, a equipe do jornal deveria visitar essa rotatória para ver o caos que se forma nos dois períodos aonde os estudantes vão para a UCDB.
 
Eduardo Lemos em 09/12/2013 23:04:08
A verdade é que o motorista de Campo Grande é muito mal educado no trânsito, jamais respeita o espaço do outro e ainda se acha dentro da razão.
A sinalização de mudança de direção na via "SETA", é uma das faltas mais graves hoje nas vias.
DIREÇÃO DEFENSIVA SEMPRE!!!
 
Luciano Silgueiros em 09/12/2013 22:07:49
O que falta para consertar, melhorar e disciplinar o transito já caótico de Campo Grande é FISCALIZAÇÃO RIGOROSA por parte da POLÍCIA DE TRÂNSITO. Infelizmente é artigo que não se acha na cidade. Pode rodar horas e horas que não encontra nenhum policial com esta especialidade fazendo "ronda", "orientando" ou simplesmente marcando "presença", visando coibir abusos de condutores indisciplinados e imprudentes. Todos nós sabemos, que a simples presença do policial fardado já inibe a ação transgressora dos marginais, principalmente os do volante. Agora, para conseguir resultados rápidos, faz se necessário uma atuação severa, agressiva e contundente por parte destes agentes, caso contrário, nosso trânsito vai do "caos ao pior".
 
Francisco Braz em 09/12/2013 21:53:42
Moço do céu alguem falou em viaduto? Essa palavra é proibida em Campo Grande, continuam achando que esta cidade é a mesma nos anos 70, mentalidades retrogadas não admitem a necessidade de vários viadutos para a cidade.
 
Milton Santolaia Miguel em 09/12/2013 18:28:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions