A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

15/09/2009 10:01

Advogado confirma queima de casas e diz que índio mente

Redação

O advogado Mário Julio Cerveira, um dos proprietários da fazenda Santo Antonio de Nova Esperança, confirmou que os casebres deixados pelos índios guarani-kaiowá foram destruídos ontem. Ele negou, no entanto, ter conhecimento de um acordo da Polícia Federal com os índios para preservação das casas.

"Nós fomos reintegrados na posse e arrancamos sim os barracos deixados lá. A gente ia deixar para eles voltarem depois?", questionou Mário Cerveira. Segundo ele, no mandado de reintegração de posse o juiz substituto da 2ª Vara Federal, Fábio Rubem David Müzel, não fez qualquer referência à manutenção das casas. "Os índios não respeitaram o meio ambiente. Eles estavam acampados numa área ambiental, perfuraram poços e privadas. Nós fizemos a limpeza do local", explicou.

Ele disse que o cacique José Barbosa de Almeida, o Zezinho, mente para tentar jogar a opinião pública contra os donos da área quando afirma que a destruição dos barracos matou também o espírito indígena. "Isso é conversa fiada do Zezinho, ele está mentindo", afirmou Mário Cerveira, que é advogado em Dourados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions