A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

15/09/2009 10:01

Advogado confirma queima de casas e diz que índio mente

Redação

O advogado Mário Julio Cerveira, um dos proprietários da fazenda Santo Antonio de Nova Esperança, confirmou que os casebres deixados pelos índios guarani-kaiowá foram destruídos ontem. Ele negou, no entanto, ter conhecimento de um acordo da Polícia Federal com os índios para preservação das casas.

"Nós fomos reintegrados na posse e arrancamos sim os barracos deixados lá. A gente ia deixar para eles voltarem depois?", questionou Mário Cerveira. Segundo ele, no mandado de reintegração de posse o juiz substituto da 2ª Vara Federal, Fábio Rubem David Müzel, não fez qualquer referência à manutenção das casas. "Os índios não respeitaram o meio ambiente. Eles estavam acampados numa área ambiental, perfuraram poços e privadas. Nós fizemos a limpeza do local", explicou.

Ele disse que o cacique José Barbosa de Almeida, o Zezinho, mente para tentar jogar a opinião pública contra os donos da área quando afirma que a destruição dos barracos matou também o espírito indígena. "Isso é conversa fiada do Zezinho, ele está mentindo", afirmou Mário Cerveira, que é advogado em Dourados.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions