A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

01/12/2014 11:46

“Tropa de choque” era ação preventiva a pedido da prefeitura, afirma Guarda

Filipe Prado
A ação seria para evitar um novo bloqueio na rodovia (Foto: Marcos Ermínio)A ação seria para evitar um novo bloqueio na rodovia (Foto: Marcos Ermínio)

A “tropa de choque”, com cerca de 50 agentes munidos de escudo, cassetete e capacete, alocados em frente ao lixão, próximo a Cidade de Deus, no Bairro Noroeste, estaria realizando ação preventiva a pedido da Prefeitura Municipal de Campo Grande.

De acordo com a assessoria de imprensa da Guarda Municipal, a ação era para evitar que os moradores da favela fechassem a BR-262 e impedissem a coleta de lixo na Capital.

Os moradores da favela afirmaram que a guarda chegou por volta das 5h no local, pois eles planejavam realizar um novo bloqueio na manhã de hoje (1) para protestar contra a transferência das famílias para o Jardim Noroeste. Os moradores suspenderam o bloqueio.

O primeiro bloqueio ocorreu na segunda-feira passada (24) e demorou aproximadamente 12 horas. Além de impedir o tráfego de veículos no anel rodoviário, o protesto suspendeu a coleta de lixo na Capital.

Na sexta-feira, a prefeitura cadastrou as famílias que serão transferidas para o Jardim Noroeste.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions