A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/07/2013 11:55

Apesar de superlotação, Santa Casa descarta suspender cirurgias eletivas

Aline dos Santos
Ontem, emergência tinha 28 pacientes. (Foto: Marcos Ermínio)Ontem, emergência tinha 28 pacientes. (Foto: Marcos Ermínio)

Apesar da lotação no Pronto-Socorro, a Santa Casa de Campo Grande descartou a suspensão das cirurgias eletivas, que são os procedimentos agendados. Ontem, com 28 pacientes, inclusive no corredor, a possibilidade de suspensão foi anunciada pelo diretor-técnico Luiz Alberto Kanamura.

De acordo com ele, nesta sexta-feira o cenário sofreu uma pequena melhora. “Reduziu para 24 pacientes, casos menos complicados”, afirma. A superlotação foi provocada por aumento dos acidentes de trânsito e paralisação de centro cirúrgico no HU (Hospital Universitário) de Campo Grande.

Contudo, a “epidemia” de acidentes na segunda metade do mês é considerada atípica por quem vive a rotina do setor de emergência. “É mais comum no começo do mês, quando saem os salários”, afirma Kanamura.

Conforme o presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Wilson Teslenco, a Santa Casa realizou 2.246 procedimentos cirúrgicos, sendo mil na área de ortopedia. Apontada como solução para desafogar a Santa Casa, a obra do Hospital do Trauma está parada desde maio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions