ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  27    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Após 12 horas de negociações, Bope invade casa e resgata homem ferido

A vítima, refém do próprio sofrimento, foi tirada de casa com vida e levada para os primeiros socorros em ambulância

Por Anahi Zurutuza e Ana Paula Chuva | 12/08/2020 18:52
Homem foi levado em maca para ambulância que estava de prontidão no local e prestou os primeiros socorros (Foto: Marcos Maluf)
Homem foi levado em maca para ambulância que estava de prontidão no local e prestou os primeiros socorros (Foto: Marcos Maluf)

Equipe de negociadores do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) tentou vencer pelo cansaço homem, de aproximadamente 50 anos, que se trancou em casa e ameaçava se suicidar, mas por volta das 18h40 desta quarta-feira (12), a estratégia mudou e militares invadiram o local.

A vítima, refém do próprio sofrimento, foi resgatada com vida, na residência do Bairro Coopphavilla 2, e levada em maca para os primeiros socorros em ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O paciente foi levado para tratamento na Santa Casa de Campo Grande.

Mais cedo, policiais no portão, tentando acordo com a vítima (Foto: Marcos Maluf)
Mais cedo, policiais no portão, tentando acordo com a vítima (Foto: Marcos Maluf)

Desde antes das 7 horas, o homem estava trancado em casa e ameaçava tirar a própria vida. Equipes da Polícia Militar, do Samu (Serviço de Atendimento Móvel) e do Corpo de Bombeiros foram ao local. Às 10h, policiais do Bope chegaram.

Enquanto as negociações acontecem, a Rua da Restinga ficou completamente fechada no trecho que liga a Rua da Praia a Avenida Marinha. Vizinhos contaram ao Campo Grande News que o homem tem aproximadamente 50 anos e morava com a esposa e os filhos. Ninguém sabe exatamente o que aconteceu.

Poucas informações foram divulgadas oficialmente, mas segundo a polícia, o homem se feriu algumas vezes de maneira superficial. Como estava armado com uma faca, a estratégia era fazê-lo se entregar, para evitar qualquer intervenção que o fizesse se ferir mais gravemente.

Ainda conforme a polícia, o homem chegou a fazer a família de refém, mas após conversa, concordou em liberar a esposa e a filha.

Regras de comentário