A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/07/2014 14:12

Baleado em loja tem passagens por tráfico e homicídio, diz polícia

Renan Nucci
Crime ocorreu por volta das 10h30 de ontem. (Foto: Alessandro Martins)Crime ocorreu por volta das 10h30 de ontem. (Foto: Alessandro Martins)

Baleado em uma tentativa de homicídio na Casa do Pintor, no Bairro Coronel Antonino, Marcílio de Souza Júnior, 35 anos, é um velho conhecido da polícia de Campo Grande, segundo a delegada Ana Cláudia Medina. Ele já foi preso por roubo, homicídio, tráfico de entorpecentes e violência doméstica.

O funcionário trabalhava ontem (9) na loja atendendo um cliente, quando por volta das 10h foi surpreendido por um motociclista que chegou ao local, sacou uma arma e apontou em sua direção. O indivíduo mandou todos ficarem quietos e disse que queria acertar uma conta com Júnior que tentou fugir, mas foi baleado.

Após a ação o autor fugiu. A vítima, encontrada caída perto do estoque da loja, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a Santa Casa da Capital.

Investigações – A delegada afirma que homens do SIG (Serviço de Investigações Gerais) estão nas ruas apurando as circunstâncias do crime. Ela evitou dar muitas informações sobre o caso para não atrapalhar o trabalho dos policiais, mas adiantou que um suspeito indicado pela família da vítima já foi ouvido.

“Eles (autor e vítima) eram desafetos há muito tempo e alimentavam rixa por causa de uma casa”, explicou Medina reforçando que existem outros suspeitos e linhas de investigação. “O que chama a atenção é que o autor dos disparos chamou Júnior pelo nome. Isso sustenta que ambos eram conhecidos. Os trabalhos estão apenas no começo e há muito a ser feito”, completou.

Estado de saúde Júnior foi atingido por três disparos (dois no abdômen e um na mão), sendo levado consciente para a Santa Casa. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, uma cirurgia foi feita na tarde de ontem, e agora, o funcionário da Casa do Pintor aguarda uma vaga no CTI (Centro de Terapia Intensiva), fora de perigo.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions