ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 13º

Capital

"Capacete se esfacelou", alerta delegado sobre morte em bicicleta elétrica

Mulher de 43 anos bateu violentamente com a cabeça no chão e não resistiu aos ferimentos

Por Dayene Paz e Bruna Marques | 06/02/2024 09:59
Capacete usado pela vítima no momento de acidente. (Foto: Paulo Francis)
Capacete usado pela vítima no momento de acidente. (Foto: Paulo Francis)

A Polícia Civil constatou que o capacete influenciou diretamente na gravidade das lesões sofridas e que ocasionaram na morte de uma mulher de 43 anos após queda de uma bicicleta elétrica, na manhã desta terça-feira (6). O acidente aconteceu na Avenida Ernesto Geisel, próximo ao Ginásio Guanandizão, região do Bairro Amambai, em Campo Grande.

Testemunha disse que viu o momento em que o pneu dianteiro da bicicleta elétrica travou e a mulher, que seguia sentido ao Centro da Capital, caiu no chão, batendo forte com a cabeça. A vítima perdeu bastante sangue no local. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) fez massagem cardíaca por cerca de 40 minutos, mas a vítima não resistiu e a morte foi constatada no local.

Segundo o delegado Felipe Alvarez, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol, o capacete de baixa qualidade ficou destruído após o impacto. A mulher estava a 52 km/h no momento da queda. "O capacete se esfacelou e claramente não atingiu o fim que se destina", disse ao conversar com a imprensa no local do acidente.

Além disso, afirmou que uma peça da bicicleta estava solta, o que também será periciado. "Vamos investigar se houve falha no equipamento. Havia uma peça da roda solta, mas não sabemos dizer se foi pelo impacto ou soltou pouco antes de ela se acidentar, causando a queda", disse Alvarez. A vítima foi identificada como Kátia Cilene Gonçalves da Silva.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias