A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/08/2014 16:34

Coronel da PM é condenado a 3 anos de prisão por favorecer prostituição

Filipe Prado

O ex-corregedor geral da Polícia Militar, coronel Gustavo David Gonçalves, foi condenado a três anos e seis meses de prisão e 60 dias-multa, o equivalente a R$ 2.8 mil, pelos crimes de favorecimento da prostituição e propriedade de site com anúncios de cunho sexual.

O site Classi Sexy M, criado por Patrícia Gradwool Panis, pagava R$ 50,00 pela adesão e o mesmo valor mensal para que o anúncio permanecesse no site, que enviava fotógrafo para capturar as imagens a serem publicadas.

Gustavo comprou o site por R$ 10 mil e transferiu para o nome da irmã. De acordo com o advogado de defesa, Ivan Gibim Lacerda, a irmã do coronel não pôde administrar o site, função que foi repassada ao coronel Gustavo.

A juíza Eucelia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, condenou Gustavo a três anos e seis meses de reclusão, mais 60 dias-multa, R$ 2.896 mil, e Patrícia a três anos de reclusão e 30 dias-multa, R$ 1.440 mil.

Conforme o advogado do coronel da PM, ele não aceitou a decisão da juíza e entrou com apelação, porque “seria um site de divulgação como qualquer outro site ou jornal de grande circulação”.

A irmã de Gustavo foi absolvida porque a juíza entendeu que ela não sabia de nada e não estava ciente dos fatos, de acordo com o advogado. Ele ainda apontou que de todas as testemunha ouvidas, nenhuma afirmou conhecer Gustavo.

Gustavo aguardará o julgamento do recurso em liberdade.

Moradores prendem suspeito de assaltar mulher com criança no colo
Armado com uma faca, Igor Mateus Lima da Costa, 19 anos, assaltou uma mulher que estava com o filho no colo e acabou preso por moradores. O caso acon...
Homem de 30 anos é esfaqueado e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (12), na Rua Bo...
Após documento vazar, Sesau diz que hemogramas não foram suspensos
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) afirmou que os hemogramas continuam sendo feitos na rede pública de saúde de Campo Grande. A informação inici...


Uma tremenda vergonha, ele não fez nada demais, se for assim tem que processar tudo que for site pornográfico, essa juíza tinha que caçar o que fazer e não ficar perdendo tempo com coisinhas como essa.
 
João Nelson de Oliveira em 13/08/2014 10:02:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions