A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/06/2012 15:30

Crise da Santa Casa foi “construída” durante gestão de Puccinelli, diz ABCG

Elverson Cardozo
Presidente da Associação Beneficente de Campo Grande, Wilson Teslenco. (Foto: Mariana Lopes)Presidente da Associação Beneficente de Campo Grande, Wilson Teslenco. (Foto: Mariana Lopes)

O presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Wilson Teslenco, culpa o executivo municipal, na gestão de André Puccinelli (PMDB), pelo início dos problemas enfrentados pelo o maior hospital público de Mato Grosso do Sul, hoje sob o comando de uma junta interventora.

Em entrevista a radio FM Capital nesta terça-feira (12), Wilson declarou que a crise não chegou “do nada”. É um problema que foi “construído” ao longo dos anos.

Questionado se o então prefeito de Campo Grande foi o responsável pelos problemas, o presidente da ABCG declarou: “O responsável foi o executivo municipal que não transferiu os recursos necessários para manter o hospital”.

“A crise foi construída quando se retinha lá trás grandes valores mensais”, disse, ao relembrar da época em que o pronto socorro do hospital chegou a ser fechado. Segundo Teslenco, a suspensão do atendimento ocorreu porque “não havia recursos para atender pessoas”.

A presidência da ABCG, segundo Teslenco, aguarda agora uma posição do governo, “um passo de boa vontade do governador”, para dar início a uma parceria que foi solicitada durante reunião no mês de março.

“Ele já tem se manifestado em várias ocasiões favoráveis à devolução, contrário à intervenção, por entender que o melhor resultado seria essa parceria entre as organizações sociais e o poder público”, disse, se referindo a André Puccinelli. A ABCG, completou, espera essa transição “o mais rápido possível”.

Sobre as crises na gestão da Associação Beneficente, Wilson afirmou que a situação sempre ocorreu e que os “enfretamentos de gestão” ajudam a melhorar a administração.

“Hoje nós entendemos que fazer esse enfrentamento é a melhor coisa”, disse, acrescentando que a sociedade precisa conhecer a situação da Santa Casa e que as contas do maior hospital do Estado devem ser transparentes.

O presidente da ABCG declarou ainda que não existe “revanchismo” contra o Estado e que inclusive já propôs, em várias audiências, doar o hospital ao poder público “caso eles fossem mais competentes”.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions