A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/08/2013 17:40

Despejado, pai de 3 filhos passa noite na calçada e pede ajuda a família

Evelyn Souza
João mostra exames médicos do filho. (Foto: Cjeber Gellio)João mostra exames médicos do filho. (Foto: Cjeber Gellio)
Ele passou a noite nos fundos dessa casa, no Aquarius II. (Foto: Cleber Gellio)Ele passou a noite nos fundos dessa casa, no Aquarius II. (Foto: Cleber Gellio)

A vida de João Antônio dos Santos Cardoso ganhou mais um obstáculo essa semana. Dessa vez, o jovem de 24 anos foi despejado da casa em que vivia com os três filhos e a esposa, no bairro São Conrado, na Capital.

O motivo, segundo ele, é porque o locatário se irritou com o filho mais velho, de 4 anos, que sofre de epilepsia, com quadro de agitação motora e agressividade, segundo o laudo médico.

“Ele teve uma das crises e estragou as plantas do quintal. Em seguida, levamos nosso filho no médico e quando voltamos para casa, ele disse que não queria mais saber da gente lá. Só posso voltar se for para tirar todas as minhas coisas”, conta.

Segundo o pai, os filhos, de 1 anos e seis meses, dois anos e quatro anos estavam em um abrigo e foram devolvidos para a família há sete meses. As crianças foram levadas após denúncias de que os pais não estavam seguindo o tratamento médico indicado, já que a caçula também apresentava suspeita de epilepsia.

“Agora vou todos os meses no fórum e levo uma declaração de que todos estão tendo acompanhamento, inclusive o de quatro anos, que tem que passar por tratamento psiquiátrico”. Explica.

O despejo foi no domingo (4). No primeiro dia, João conta que a esposa dormiu com as crianças na casa de uma irmã da igreja, no bairro Aquarius II e no segundo, foi para a casa da mãe dela com os filhos. Já ele, dormiu na calçada do bar e nessa segunda-feira, passou a noite nos fundos da igreja.

“Não posso deixar minha esposa na minha sogra com as crianças, se não ela não vai mais deixar eles saírem de lá”, diz.

Sem banho e sem roupas limpas, o jovem está passando o dia do lado de fora da casa de uma moradora do bairro Aquarius, que o conhece da igreja. “Vou deixar ele ficar por aí, até ele se virar”, diz a moradora, Rosa Helena da Silva, 62 anos.

Em relação ao aluguel da casa, João explica que pagou o último mês certinho e que o contrato assinado é de seis meses. Na hora da confusão, ele conta que o proprietário devolveu os R$ 200, mas ele não se lembra onde foi parar, porque estava atendendo o SAMU, que foi até o local socorrer a criança. O menino já recebeu alta do Hospital Rosa Pedrossian, onde estava internado.

Sem poder trabalhar, conta que a esposa de 30 anos, também sofre de epilepsia, não pode trabalhar e nem ficar sozinha com as crianças.

A família sobrevive com R$ 400 de programas como Bolsa Família e Vale Renda. Valor que esse mês foi cancelado porque a mãe das crianças, Valquiria Ortiz de Souza, não efetuou o recadastramento.

“Perdemos o benefício, eu falo, ela não pode ter essas responsabilidades, não pode responder por si”, diz ele desesperado.

João pede doações, além de um lugar para ficar com a família. Ele também espera poder receber uma casa, através dos programas de habitação da prefeitura.

“Tanta gente consegue casa. Eu não posso ficar na rua, vou perder as minhas crianças de novo. Quero cuidar deles”, termina.



"Ela não pode ter essas responsabilidades, não pode responder por si”; "Sem poder trabalhar, conta que a esposa de 30 anos, também sofre de epilepsia, não pode trabalhar". Pera aí! Que homem é esse que não pode trabalhar e que mãe é essa que não pode ter responsabilidades? Estranho, muito estranho, tá me cheirando mal.
 
João Dias em 08/08/2013 20:41:26
A gente tem que fazer o bem sem olhar a que...não importa quem seja oque faz faça o bem e Deus lhe dará em dobro...
 
jhully ortiz em 07/08/2013 17:52:20
Não concordo que pessoas sem condições de constituir família tenham tantos filhos, o governo deveria esterilizá-las.
 
Lucas Sarcozi em 07/08/2013 16:27:35
QUERO DEIXAR BEM EXPLICADO QUERO TRABALHAR COMO SE TEM SÓ EU PARA CUIDAR DE MINHA ESPOSA E MEUS FILHOS EU QUE CUIDO QUANDO MINHA ESPOSA NÃO TA BEM EU FAÇO ALMOÇO LAVO ROUPA CUIDO DAS CRIANÇAS FALAR MAL MUITO BOM MAS TER COMPAIXÃO NINGUÉM TEM TODOS NÃO CONHECE A HISTORIA SOU UM BICHO PARA TODO MUNDO MAS NUNCA NINGUÉM VEM DA UMA PALAVRA DE AMOR SÓ PESSOAS ACABANDO COM MINHA VIDA MAS AMEM TUDO UM DIA SERA COBRADO MAS TENHO NA MINHA CONSCIÊNCIA QUE NÃO SOU UMA PESSOA MAL TENTO MAS NÃO TO CONSEGUINDO DESCULPA AI PARA VOCÊS QUE ACHO QUE SOU UM BANDIDO
SÓ QUERO SER FELIZ COM MINHA FAMÍLIA
 
JOAO ANTONIO DOS SANTOS em 07/08/2013 10:24:31
QUANDO EH ASSIM JA TE GANHARAM CASA DO GOV E VENDEM... N TENHO DÓ NÃO....
 
PATRICIA CUNHA em 07/08/2013 09:33:06
OLHA GENTE SAIBA DIREITO DA HISTÓRIA DESSE RAPAZ PRA DEPOIS TER PENA...!!!!QUEM CONHECE SABE...
A MÃE DELE É UMA PESSOA MARAVILHOSA Q PENOU MUITO NA MÃO DELE.PQ SERA Q OS IRMÃOS DA IGREJA NÃO AJUDAM??PQ SERÁ Q A MÃE DELE NÃO AJUDA???PQ SERÁ Q OS IRMÃOS DELE NÃO AJUDAM??
FICA Á DICA....
 
nilda lima em 07/08/2013 09:20:19
As pessoas só sabem falar mal, se todos que estão falando desse jovem rapaz ajudasse com alguns centavos o mundo seria bem melhor, tenho certeza que quando aparece na midia que um deputado roubou milhões ninguém quer saber, espero que Deus tenha piedade daqueles que falam mal e para essa família com tanto problema siga em frente, não espere nada de ninguém esses seres humanos só falam mal mesmo
 
leandro barbosa em 07/08/2013 09:17:53
Bom meu povo o governo não esta ai para cuida de filho de Ninguem.
Mas porque ele cria esse monte de bolsa família vale gás cesta básica, se realmente quem precisa não consegue esses benefícios, um ladão, bandido, assassino faz um monte de coisa pior tem 900,00 de ajuda de custo por cada filho, e um rapaz que cuida da família com doença recebe so 400,00 que ja foram cancelados. Oque ele tem que fazer.... Matar, roubar ou fazer algo pior para ir pra cadeia para que a família dele consiga mais dinheiro.
É esse o brasil que nós vivemos, onde todos que são desonesto tem direito e os que tem um pingo de honestidade sofre.
 
Douglas Almeida em 07/08/2013 09:02:40
Só para lembrar, Assistente Social não é Deus nem faz milagres, também não são ricas para tirarem do próprio bolso para suprir as necessidades da população. Dependem das condições oferecidas pelos órgãos para os quais trabalham, ou seja, muito pouco... Seria bom se informarem antes de fazer críticas ou acusações!!!
 
Joita R. Moura em 07/08/2013 08:41:10
conheço esse rapaz... ele já morou na popular , a situação não é bem essa.. foi dispensado aqui por não pagar o aluguel.. esse rapaz não quer trabalhar, não procura emprego, e quer que caia tudo céu, acha que pelo fato de ir na igreja deus vai dar tudo pra ele sem batalhar.... é muito fácil fazer filho e deixar que o governo crie... o novo shopping tem muitas vagas é só querer
 
eduardo garcia em 07/08/2013 08:38:56
TRABALHO NA AREA DA SAUDE EH OQ MAIS PRESENCIAMOS, EH ISTO PESSOAS, DROGADAS, DETENTOS, PESSOAS COM INUMEROS PROBLEMA...EH QUE TEM FILHOS SEM O MINIMO DE CONDIÇOES... OQ EU QUERO DEIXAR BEM CLARO EH QUE TRAZEM CRIANÇA NO MUNDO SEM TER CONDIÇOES, PARA OS COITADOS SOFREREM... PRECISA TER RESPONSABILIDADE!!!!!
MESMA COISAS MENINAS COM 12 ANOS DE IDADE, QUE JA TEM FILHOS...

CADE A RESPONSABILIDADE!!!!
 
maria helena ferreira de souza em 07/08/2013 08:38:03
Sonia, concordo contigo, direitos humanos é só pra defender bandidos, atender uma família em situação caótica dá trabalho, defender bandido rende mais, tirem se as conclusões.
 
nelson correa em 07/08/2013 08:14:30
Cara sra. Maria Helena Souza. Eu não sabia que Deus a tinha incumbido de decidir quem deve ou não ter filhos. Queria informar que tive dois sem consultar a sra. Queria me desculpar.
 
Carlos Roberto em 07/08/2013 08:03:32
MEU DEUS QUE FAMÍLIA!!!
MAS SE A MÃE SOFRE TB DA DOENÇA, PORQUE TIVERAM FILHOS...
EH A MESMA COISA, EU ME RELACIONAR COM UMA PESSOA QUE USA DROGA, OU SOFRE DE OUTRO MAL, O CERTO EH NÃO TER FILHOS... TEM TANTA COISA QUE PODERIA SER EVITADOS, MAS AGORA VIVE ESTA SITUAÇÃO COM FILHOS... FAMÍLIA EH UMA RESPONSABILIDADE... O QUE GRANDE PARTE DESTAS PESSOAS N ACHAM EH VÃO FORMANDO FAMÍLIAS DESESTRUTURADA....
 
MARIA HELENA SOUZA em 07/08/2013 07:37:01
realmente e chocante, uma familia jogada na rua, e esses politicos nada fazem, para resolver o problema da moradia
 
eraldo a bento em 07/08/2013 07:33:04
como a gente faz para ajudar essa família,ele realmente precisa muito de ajuda,me passem um telefone o q eu puder vou fazer para ajudar o próximo...
 
robson garcia em 06/08/2013 22:48:51
Fico com raiva quando vejo uma situação desta, cadê as assistentes social do município??
será que cortar o beneficio de uma família realmente necessitada é a solução?e agora ?deveriam ser aposentados pelo inss já que eles tem laudos psiquiátricos, acodem autoridades....passou da hora.
 
rosinez espinosa em 06/08/2013 20:45:34
Gente que homem sem coração,as plantas se refazem , e mas essas criança vai ter problemas para sempre se não for medicada e ter moradia digna,ele fez isso porque talvez não tenha nenhuma pessoa com problemas em sua família a DEUS ajude que nunca tenha, mas vamos ter um coração mais sensível para esse tipo de fatos, afinal são crianças...
 
CLaudia Moraes em 06/08/2013 20:38:53
Cara, lendo a reportagem anterior desse casal, poxa meu, se fizeram o primeiro filho com problema, insistiram no segundo e depois ter a coragem de fazer o terceiro e pra que? Só para sofrer no mundo. Se não pode não faz, os coitadinhos não pediram para estar aqui, imagina só se do filho de dois epiléticos iria sai criança normal. Longe de mim ter preconceito mas o que esse casal fez não é legal, dai depois vivem uma vida abaixo da linha da miséria e ainda querem exigir direitos.
 
Charles Luciano em 06/08/2013 20:35:52
Cade a emha, cade a sas.....todo mundo sumiu????
 
enfermeiro mario em 06/08/2013 20:34:06
cade voce bernal o denfesor do povo pelas madrugada ele so quer seus direito asistencia para os necessitado voce esta comendo o melhsor prato de comida ese coitado nao tem o que comer muito menos um teto para pasar a noite contamos com sua bondade a mem
 
samir espindola em 06/08/2013 20:25:41
Cadê os Direitos Humanos nesta hora para olhar por esta família? ou eles só aparece quando um bandido é maltratado, aí sim eles caem em cima
 
sonia de fatima leite em 06/08/2013 19:33:06
os nossos governantes só pensam neles, em se enriquecerem, etc. não vamos aqui entrar em detalhes pois todos sabem do que estou falando. Deviam ter vergonha dessa situação vivida por este pai de família, por pessoas desabrigadas que passam noites ao relento, morrendo nas praças públicas de hipotermia em dias frios, não são capazes de abrigar o ser humano em abrigos públicos ou mesmo em pensões, pousadas, etc., pagando com dinheiro público (R$50 ou R$100) duvido que alguém venha contestar tal gasto. Mas é mais fácil enviá-los aos cemitérios pois além de ficarem livres ainda ganham algum das funerárias macumunadas com os mesmos.
 
MILTON O SILVEIRA em 06/08/2013 19:16:04
eu espero que o governo arrume uma moradia para essas pessoas e também uma cirurgia para que essas pessoas não fiquem pondo crianças no mundo se não tem condições de cuidar
 
fernando abreu em 06/08/2013 18:54:16
me comovi com a historia, so não entendi porque ele nao esta trabalhando pelo menos de ajudante de pedreiro algo facil de arrumar e que nao atrapalha ele pelo menos nesse tempo que a familia ta com a sogra. procura da felicidade....lembro do filme
 
samuel vosni em 06/08/2013 18:18:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions