A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/08/2012 10:24

Durante desfile, acadêmicos da UEMS protestam contra corte de 20% no orçamento

Paula Maciulevicius e Viviane Oliveira
 Durante desfile, acadêmicos da UEMS protestam contra corte de 20% no orçamento
Com cartazes e faixas rasgados, estudantes alegam que corte tirou autonomia da universidade. (Foto: Rodrigo Pazinato)Com cartazes e faixas rasgados, estudantes alegam que corte tirou autonomia da universidade. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Em meio ao desfile cívico de comemoração aos 113 anos de Campo Grande, acadêmicos da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) fizeram protesto em frente ao palanque de autoridades, montado na rua 14 de Julho, com a avenida Afonso Pena.

Com cartazes e faixas rasgados, eles se manifestaram contra o corte de 20% no orçamento da UEMS, alegando que assim, o Governo Estadual tirou a autonomia da universidade.

Os cartazes foram rasgados quando os cerca de 40 estudantes tentavam passar pelos seguranças, para ter acesso ao palanque. “Eles agrediram os estudantes, roubaram nossas faixas, nos derrubaram no chão. Mas estamos aqui, com os únicos papeis que sobraram”, disse a acadêmica de Letas, Fabíola Brandão.

O protesto também teve gritos que diziam “eu não sou otário, sou universitário” e “não ao governador, eu voto na UEMS”. O estudante Afrânio Soares, ainda completa que a reivindicação é por melhoria nas condições estruturais oferecidas aos acadêmicos. “Campo Grande ainda não tem sede e o governador cancelou o projeto. Não tem sala pra todo mundo, às vezes temos que juntar duas turmas para ter aula e a biblioteca é precária”, ressaltou.

A manifestação durou por volta de meia hora.



Nosso protesto era pacífico. Fomos agredidos por CAPANGAS tomaram e rasgaram nossos cartazes. Nos coagiram por quase uma hora, ameaçando nos agredir fisicamente. nas palavras de um deles "Vamos descer a porra em todos vocês". O que é isso? Para que tanta repressão, senhor Governador? Teme algo?
 
Alfrânio Soares em 26/08/2012 12:57:27
Não tentavamos invadir o desfile. Queriamos fazer nossa manifestação ali onde estavamos. Mal erguemos nossos cartazes e fomos atacados pelos seguranças.
E o ataque não foi apenas verbal. Teve agressão física tb.
Espero que agora Campo Grande olhe mais para nossa universidade.
 
Fabíola Brandão em 26/08/2012 12:12:33
Cadê o direito de manifestação, assegurado por nossa constituição? A UEMS em Campo Grande está uma vergonha, não existe laboratório de informática, a biblioteca é uma vergonha, não existe se quer um anfiteatro. E para muitos que não sabem, existem quatro turmas abandonadas na Escola Estadual Hercules Maymonne e no ano que vem isso aumentará. Que profissionais que a uems formará? Vergonha!!!
 
Geraldo Afonso Sobreira em 26/08/2012 04:49:59
Só uma ressalva. Não foi com esse corte que o governador tirou a autonomia financeira da UEMS, isso aconteceu a algum tempo. A partir dai a UEMS depende de um conta gota regulado pelo "humor" do Sr. governador. A gota d'agua é que agora ele tirou 20% desse conta gota.
 
Maria Ana Sousa em 26/08/2012 02:16:37
QUE FIQUE CLARO, NÓS NÃO TENTAMOS INVADIR NADA, PROTESTAMOS NA CALÇADA E FOMOS AGREDIDOS, SÓ LUTAMOS PELO QUE É NOSSO DE DIREITO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
suelen de almeida em 26/08/2012 01:54:05
Vamos sair sim na rua lutar pelos nossos direitos como cidadoes livres, enquanto tamos calado nossa sociedade morre, nosso professores com salarios defasados e nossas autoridades ganhando cada vez mas isso e uma vergonha, ai não podemos nem revindicar nosso direitos
 
william henrique em 26/08/2012 01:13:33
E para todos ver vivemos numa cidade democratica mas quando vamos revindicar um direito que e nosso olha o que aconteçe, com salarios piores para quem luta na educação a cada dia, agora pra quem so trabalha 3 vezes na semana ganha muito bem e ainda temos escandalos esse e nosso Brasil nossa querida cidade morena, e ainda tem pessoas que vota, vamos eleger agora eles de novo everemos a vergonha
 
william henrique em 26/08/2012 01:10:56
Em nenhum momento a intenção era invadir o desfile, muito menos o palanque. Tanto que fomos detidos por capangas e não PMs.
Obrigado por divulgarem nosso manifesto!
 
Alfrânio Soares em 26/08/2012 01:10:08
Uma vergonha para o Governo do Estado hein, onde estão os direitos de Liberdade de Expressão.

Não se esqueça Sr. Governador do Estado André Puccinelli que estes Acadêmicos também são seus eleitores.

"Mostre ao seu estado sua verdadeira Face Governador, ou vai continuar se escondendo atrás de seus Capangas !!!!!!"

#FicaaDica
 
Jeferson Amaury em 26/08/2012 01:07:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions