A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/02/2013 12:14

Durante eleição no Rádio Clube, lago assoreado é um dos temas citados

Paula Vitorino e Mariana Lopes
Da esquerda para à direita, Renato, Jurandir - presidente do Conselho Deliberativo - e Othon. (Foto: Mariana Lopes)Da esquerda para à direita, Renato, Jurandir - presidente do Conselho Deliberativo - e Othon. (Foto: Mariana Lopes)

Cerca de mil associados do Rádio Clube escolher hoje a nova diretoria do clube, um dos mais tradicionais da cidade. Duas chapas concorrem ao cargo: Unidos pelo Rádio – presidente Renato Pereira, vice Zouhir Admou; e Juntos Ligando o Rádio – presidente Othon Barbosa, vice Luis Adalberto Thilittsen. Um dos temas citados pelos candidatos foi o lago do Rádio Clube Campo, que está assoreado.

A eleição foi convocada as pressas depois que o presidente Omar Ayoub renunciou ao cargo em novembro do ano passado. A chapa eleita ficará no comando somente até fevereiro de 2014, quando terminaria o mandato de Omar. O presidente do Conselho Deliberativo do Rádio, Jurandir José de Oliveira, explica que o candidato eleito agora poderá concorrer a reeleição no próximo ano.

“Desde 1924, quando foi criado o Rádio Clube, nunca tinha acontecido uma renuncia”, diz o presidente da comissão eleitoral, João Conceição.

Quem assumir a presidência terá pela frente um dos principais problemas da gestão passada, e que também contribuiu para a renúncia: o assoreamento do lago do Rádio Clube Campo. O problema foi alvo de reclamações de moradores e trocas de acusações entre Prefeitura e Clube. O assoreamento do lago é apontado como principal causa dos alagamentos na rua Spipe Calarge e erosão no local, já a Associação aponta como causa a falta de drenagem na região, que faz as águas das chuvas levarem toda terra da região para o lago.

O candidato Renato resumiu a questão como “um problema insolucionável”. Ele defende que seja feito um estudo ambiental “muito detalhado” para definir as ações no local.

Já Othon lembra que o problema do lago não compete só ao clube. “É fato que o lago está assoreado, mas o problema maior foi a urbanização e a falta de drenagem na região. É uma questão que tem que ser resolvida com a prefeitura, caso contrário, vai assorear de novo com duas estações de chuva”, defende.

Ele ainda destacou que tem o projeto de aproveitar a área, transformando o espaço ao redor em uma pista de caminhada para os sócios utilizarem.

Entre as outras propostas para o mandato de um ano, ambos candidatos defendem resgatar o Clube atraindo novos sócios.

A eleição acontece até às 19h, no Rádio Clube Cidade. A expectativa é de que cerca de 45% dos sócios votantes compareceram. Só podem votar os sócios patrimoniais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions