A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/05/2014 06:50

Homem corre nu, é confundido com estuprador e é espancado até a morte

Viviane Oliveira

Mais um caso bárbaro de justiça feita com as próprias mãos foi registrado. Um homem de 45 anos foi espancado até a morte ao ser confundido com estuprador. Hugo Neves Ferreira chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu ontem (15). O crime aconteceu na noite de quarta-feira na rua Berta Lúcia, no Jardim Aero Rancho, em Campo Grande.

De acordo com boletim de ocorrência, o pai da vítima contou que Hugo havia bebido e brigado com a esposa. Ele morava nos fundos da casa do pai. Depois da confusão, o homem saiu pulando os muros e uma grade de ferro. Por causa da aventura, o short e a cueca dele acabaram enroscados nas grades, mesmo assim, a vítima saiu correndo pelas ruas sem as roupas.

Logo em seguida, ele retornou para a casa todo machucado na região da cabeça, tórax e em várias regiões do corpo. Vendo o estado do filho, o pai imediatamente acionou o Corpo de Bombeiros e a vítima foi encaminhada para uma unidade de saúde, mas não resistiu e morreu horas depois.

À Polícia, o pai relatou que o filho ao correr nu no meio da rua foi confundido com um estuprador e que um grupo de pessoas teria o agredido. O caso foi registrado como homicídio doloso, quando há intenção de matar, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do bairro Piratininga e será investigado pelo 5º DP.

Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...
Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...


Repete o que aconteceu no Guarujá?
Degradante a situação do ser humano. Além de querer justiça, sai confundindo pessoas?
Imagina se a policia confundisse?
 
WOLDNER MAX TAVARES em 16/05/2014 10:18:46
Não pode culpar ninguem, a culpa é do estado, é da policia que não faz o seu trabalho e hoje vivemos em um clima tenso onde a população não se sente mais segura, qualquer susto é motivo para reagir, isto porque a policia e principalmente o estado não faz o seu papel da forma como deveria ser feito, realmente uma tragédia, provavelmente quem espancou o rapaz foi bandido, que não tá preso por que a policia não funciona e quando funciona prende e o estado manda soltar. Meus pesames a familia.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 16/05/2014 10:18:36
Mal contada essa estória né?! O cara briga com a mulher e sai correndo de casa???
 
Douglas Nantes Gualberto em 16/05/2014 10:00:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions