A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

15/10/2017 13:17

Ingressos falsos frustram sonho de professores de ver Paul McCartney

Osvaldo Júnior
Dênis Pires e Maria Rita, professores universitários, são vítimas de empresa que vende ingressos falsos (Foto: Marcos Ermínio) Dênis Pires e Maria Rita, professores universitários, são vítimas de empresa que vende ingressos falsos (Foto: Marcos Ermínio)

Os planos feitos durante um ano foram frustrados na entrada do estádio Beira-Rio em Porto Alegre (RS). Seria a primeira vez que o casal Dênis Pires, 53, e Maria Rita Marques, 56, veria de perto o ídolo Paul McCartney. No entanto, os ingressos para o show do ex-beatle, que custaram R$ 1,3 mil, eram falsos. Além disso, os dois fãs tiveram custo adicional, com passagens e hospedagem, de cerca de R$ 4 mil.

“Somos muito fãs dos Beatles. Era a nossa oportunidade Era nossa oportunidade de ver um deles. E o Paul está com 72 anos. Não sabemos quando vamos ter essa oportunidade de novo. Foi muito frustrante”, desabafou Dênis, que é professor universitário.

Paul McCartney, em turnê pelo Brasil, fez show em Porto Alegre na sexta-feira (dia 13). A cidade foi a escolhida por Dênis e Maria Rita, também professora universitária, para prestigiar as canções do ex-beatle. Para isso, começaram a se programar há um ano.

E-tickets dos ingressos, que custaram R$ 1,3 mil E-tickets dos ingressos, que custaram R$ 1,3 mil

Em junho, os professores compraram ingressos por valor unitário de R$ 650 da empresa Mercury Live pelo site www.paulmccartney.com.br, ainda ativo (confira aqui). Também compraram passagens e reservaram hotel, despesas estimadas por Dênis em R$ 4 mil.

O professor conta que ainda fará o boletim de ocorrência nesta segunda-feira, porque não conseguiu registrá-lo pela internet. “Tentei, mas depois fui informado que esse tipo de ocorrência só pode ser feito presencialmente”, explicou.

“Estou muito chateada com isso. Sou fã dos Beatles desde criança”, disse Maria Rita, com a voz carregada de tristeza. Ela usava camiseta comprada em Liverpool, na Inglaterra, cidade dos Beatles e local preferido dos fãs de Paul, John, George e Ringo.

Dênis mostra etiqueta de camiseta de Maria Rita, adquirida em Liverpool (Foto: Marcos Ermínio)Dênis mostra etiqueta de camiseta de Maria Rita, adquirida em Liverpool (Foto: Marcos Ermínio)

Reclamações – No site Reclame Aqui (www.reclameaqui.com.br), há outras reclamações contra a empresa Mercury Live e o site www.paulmccartney.com.br.

“Havia presenteado meu esposo com esse evento e nossa decepção foi enorme”, afirma uma pessoa que adquiriu ingressos para o show de Paul McCartney em Porto Alegre. Neste caso, o prejuízo foi de R$ 1,16 mil. “ Ao entrar na bilheteria fomos muito constrangidos porque nos informaram que nossos ingressos eram falsos”, acrescenta.

Outra vítima, um juiz de Direito, conta que pagou R$ 800 para assistir ao show em São Paulo (na noite deste domingo) e descobriu que são falsos. Ele conta que pagou o boleto no dia 22 de junho.

“O valor foi debitado de minha conta imediatamente, mas até agora ainda não recebi os ingressos, nem respostas aos e-mails que enviei pelo mesmo site”, completa.

Site – No site, o telefone de atendimento informado é o (16) 98850-5280. A reportagem ligou para esse número, mas ninguém atende. Há apenas a seguinte mensagem: “Esta linha encontra-se bloqueada pelo gestor de sua empresa”.

A CNPJ da Mercury Live, de acordo com uma das vítimas, é 23.793.217/0001-00. No site , a empresa afirma que “atua no mercado de gestão de ingressos desde 2003, conseguindo desde então uma credibilidade ímpar, sempre focado no bom atendimento, produtos eficazes e ótimas parcerias”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions