A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

10/12/2010 14:42

Mesmo na Série B, Operário é o melhor de MS no ranking da CBF

Marcio Rodrigues Breda

Glórias do passado

Galo ainda é o melhor de MS de acordo com ranking da CBF. Foto: Eduardo CabralGalo ainda é o melhor de MS de acordo com ranking da CBF. Foto: Eduardo Cabral

Apesar de estar na Série B do Campeonato Estadual e não participar de competições nacionais há quase cinco anos, o Operário ainda é o time de Mato Grosso do Sul mais bem classificado no Ranking Nacional de Clubes da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O Galo, o mais tradicional time do Estado, se manteve na 39ª posição mais uma vez.

O Ranking causa controvérsia entre torcedores e dirigentes, pois leva em conta as conquistas antigas dos clubes. Repleto de glórias do passado, o Operário é beneficiado também pelas participações em competições nacionais, como a campanha heróica do Brasileirão de 1977, quando foi o 3º colocado e primeiro time do interior a assombrar os grandes.

A 39ª posição do Galo, que somou 532 pontos, é resultado de participações na Copa do Brasil – até 2006 – do título brasileiro da Série B (Módulo Branco) de 1987, dos 10 campeonatos estaduais e do tetracampeonato mato-grossense.

Para se ter uma idéia de como os títulos do passado influenciam, o Fluminense, atual campeão brasileiro, aparece apenas na 11ª posição. O Internacional, campeão da Libertadores e na disputa pelo Mundial ocupa o 8º lugar. Já o líder Grêmio ocupa o topo da tabela pelas conquistas no Gauchão e retrospecto nacional.

A primazia de conquistar títulos por estados diferentes só é dividida com o Comercial, que ocupa a 92ª posição no Ranking da CBF com 115 pontos. O Colorado, que disputa ano que vem a Copa do Brasil, é o atual campeão estadual e soma outras 9 taças – 7 estaduais por Mato Grosso do Sul e 2 por Mato Grosso.

O ranking da CBF conta ainda com Corumbaense, campeão de MS em 1984, que ocupa a 145ª posição com 34 pontos e Cene, tricampeão estadual, em 2002, 2004 e 2005, na 180ª posição e 21 pontos. O Ubiratan, que já não atua no futebol profissional há 8 anos, está 186ª posição, com 18 pontos, graças aos estaduais de 90, 98 e 99.

Chapadão, campeão de 1995 e 2003, está na 232ª com 7 pontos. O Águia Negra, campeão de 2007, aparece na 268ª posição, junto com o desativado Douradense, com 3 pontos. Misto, Taveirópolis, Pontaporanense e Coxim dividem a 291ª posição com 2 pontos.

Já Ivinhema, campeão estadual em 2008, divide apenas 343ª posição com o campeão de 2009, o Naviraiense, com 1 ponto.

Pontuação - O ranking distribui pontos com os participantes de competições nacionais de acordo com a posição em cada divisão. O campeão da Série A, por exemplo, recebe 60 pontos. O vice, 59, o terceiro, 58 e por aí vai até o 20º, que ganha 41 pontos.

O campeão da Série B que seria na teoria a 21ª melhor equipe do ano recebe 40 pontos, o vice 39. O campeão da Série C conquista 20 pontos e o da Série D, 10 pontos. Além disso a Copa do Brasil também vale como pontuação. O vencedor ganha 30 pontos.

Time de 1973, base do tetracampeonato mato-grossenseTime de 1973, base do tetracampeonato mato-grossense
Time de 1981, base da conquista da President´s Cup, na Coréia do Sul. Time de 1981, base da conquista da President´s Cup, na Coréia do Sul.


Campo Grande perde não tendo time que se destaca no cenário nacional. Nosso futebol deveria ser tratado com mais profissionalismo, pois somos um celeiro exportador de craques. O Operário FC ainda serve como referência quando se fala de futebol do MS, os dirigentes, empresários, a torcida, deveriam se unir e montarmos uma equipe competitiva para disputar as competições que pudessem elevar o nome de Campo Grande a nível nacional. Os políticos locais deveriam se engajar para colocar o nome da nossa capital nos horários nobres da televisão brasileira, para nós campo-grandenses seria orgulho vermos e ouvirmos... Bem amigos da rede Globo falamos ao vivo de Campo Grande MS, para transmitirmos para todo o Brasil o jogo do Operário FC versus CR Flamengo do RJ, séria A do campeonato brasileiro... Sonhar não custa nada... Estádio lotado, quem vive na informalidade ganhando dinheiro, cidade movimentada, turistas, hotéis lotados... É, não foi por acaso que ficamos fora da sede da Copa do Mundo... Falta organização, união, políticos arrojados, para termos orgulho de sermos campo-grandenses... Pois Campo Grande é a capital do marasmo.
 
Availton Salomão em 23/02/2011 02:32:20
Apesar da posição ocupada pelo operário, é triste saber que a maior fonte de divulgação positiva do nosso estado nas décadas de 70 e 80, vive num completo abandono, sem notícias para os torcedores e uma grande indefinição quanto ao seu futuro.
 
Manoel Belo Viração Filho em 23/12/2010 06:52:54
QUANDO CHEGUEI EM CAMPO GRANDE EM OITENTA OPERARIO E COMERCIAL ERA OS MELHORES DO ESTADO HOJE NEI EZISTE MAIS NOS NAO TEMOS EMPREZARIO QUE INTERESSA PELO NOS FUTEBOL
 
ELIO FERREIRA ARCANJO em 15/12/2010 03:55:38
Fora Cezario, enquanto esse cara tiver no poder MS nao terá times na 1ª divisao.
 
Andre martins em 13/12/2010 10:37:21
moro em campo-grande a anos , torço pro coritiba !!! pois aqui em campo grande não tem time proficional pra torcer !!!!
 
gerson luis penkal em 11/12/2010 06:42:55
Enquanto tivermos Francisco Cezário na Federação de Futebol de MS, não teremos futebol no nosso Estado!. Com relação ao Operário F.C. restaram somente memórias, haja vista que pela incompetência de sucessivas diretorias desde o final da década de 80, o time perdeu sua Sede.....A Poliesportiva nunca esteve em seu nome.....e, neste ano, perdeu sua logomarca e nome para o ex-zagueiro Celso Zottino em uma ação trabalhista que tramitou em total revelia. Fica esse tal de Tony Vieira, que se auto intitula Presidente do Operário, vagando feito alma penada com uma pasta embaixo do braço, querendo encontrar alguém que ainda acredita nele e no seu "projeto". É prá chorar!!!!.
 
Edivaldo Moraes em 10/12/2010 04:48:07
qUANDO CHEGUEI DO ESTADO DO PARANA EM 1979, AINDA ASSISTI A VARIOS JOGOS TANTO OPERARIO, QTO DO COMERCIAL,,UM JOGANDO NA SERIE "A", E OUTRO "B", OLHA ERA MUITO BOM,,,,,NAQUELES ANOS TANTO OPERARIO E COMERCIAL N RESPEITAVAM NENHUM CLUB ERA JOGO DE IGUAL P IGUAL, HOJE SÓ RESTA LEMBRANÇAS,,,,,,,,TEMOS UM ESTADIO BOM,,,MAS QDO SERÁ Q VOLTAREMOS A TER "VONTADE' de voltar ao MORENÃO PARA VER UM COMERÁRIO DAQUELES DE ANTES,,,OU VER OPERARIO OU COMERCIAL JOGANDO DE IGUAL CONTRA QUALQUER CLUB DO BRASIL., ISSO É UMA PENA. ACABOU MESMO TANTO Q NAO EXISTE NEM A POLI ESPORTIVA,,E TAMBEM NEM MAIS A VILA OLIMPICA,,,,,,QUEREM QUE AS PESSOAS DE OUTRO ESTADOS CONHEÇAM O NOSSO MS ESTADO DO PANTANAL,,,QUE TAL COMEÇARMOS PELO BOM FUTEBOL DE OUTRO TEMPOS. É SÓ UMA SUGESTÃO....OBS., Q TAL O CAMPO GRANDE NEWS FAZEREM UM ENQUETE SOBRE ISSO..O RETORNO AOS GRAMADOS DO MS.
 
WAGNER BORGES DE FREITAS em 10/12/2010 03:52:34
Volta galo e faça do nosso estado o mais belo, aparecer. Pq este outros times ai...q coisa...o Saudades.
 
jose carlos em 10/12/2010 03:25:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions