A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

28/01/2018 15:52

Peão que atirou em adolescente é casado e mulher está grávida de 6 meses

Crime aconteceu na madrugada da última sexta-feira (26), em uma casa na Rua Porto dos Gaúchos, na Vila São Jorge da Lagoa

Viviane Oliveira
Local onde ocorreu crime na última sexta-feira (Foto: André Bittar)Local onde ocorreu crime na última sexta-feira (Foto: André Bittar)

A auxiliar de perecíveis Thaís Ribeiro, 27 anos, saiu em defesa do marido Adalmir Lopes Torres, 23 anos, conhecido como Aranha, preso por tentar matar uma adolescente de 16 anos com tiro na cabeça, na madrugada da última sexta-feira (26), em uma casa na Rua Porto dos Gaúchos, na Vila São Jorge da Lagoa, em Campo Grande. A garota está internada em estado grave no CTI (Centro de Terapia Intensiva) da Santa Casa. 

Mãe de três crianças e grávida de seis meses do primeiro filho de Adalmir, Thaís garante que o marido, com quem está junto há 1 ano, não tinha envolvimento amoroso com a adolescente. Ela afirma que o marido só atirou porque foi agredido com tapa no rosto pela garota. “O que ele fez não está certo, mas nenhum homem aceita levar tapa na cara”, diz.

A adolescente mora em Sidrolândia e estava hospedada na casa do pintor Lucas Henrique da Costa Reis, 22 anos, amigo em comum do autor e vítima. Conforme Thaís, que mora próximo onde ocorreu o fato, no dia do crime todos consumiam bebida alcoólica na casa de Lucas. “No total, tinham sete pessoas contando comigo. Tanto eu quanto meu marido conhecemos a vítima naquele dia”, relata.

Adalmir foi preso e vai responder por tentativa de feminicídio (Foto: divulgação/Batalhão de Choque) Adalmir foi preso e vai responder por tentativa de feminicídio (Foto: divulgação/Batalhão de Choque)

Por volta das 18h, Thaís que não estava sentido-se bem pediu para o marido a levar embora. “Ele me deixou em casa e voltou para a residência. Não sei se já estava armado ou conseguiu o revólver na casa do colega. Só sei que os dois discutiram. Ele foi agredido pela menina e atirou nela”, relata a jovem que não soube dizer o motivo da briga. No entanto, testemunhas afirmam que, há pelo menos 20 dias a adolescente mantinha relacionamento com o rapaz.

Após o crime, o autor fugir em uma motocicleta Honda CG 125 Fan, mas foi preso na sexta-feira à noite por policiais do Batalhão de Choque. Ele estava escondido na residência da irmã, que fica em uma chácara na saída para Rochedo, no km 20 da MS-080. Na casa, os policiais encontraram o revólver calibre .38 usado na tentativa de feminicídio, com três munições intactas e três deflagradas. Questionado, Adalmir confessou o crime e tentou se justificar afirmando que só atirou, pois foi agredido.

Aldamir já tem passagem pela polícia por tentativa e homicídio. Ele, que trabalha como peão de fazenda, foi levado para Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), onde continua preso. 

Crime - Há 5 anos, no dia 15 de setembro de 2013, Adalmir matou com golpe de faca Aliaquim de Barros Rodrigues, após discussão em data anterior. Segundo informações contidas no processo sobre o caso, o autor teria relatado a várias testemunhas que quando consome bebida alcoólica tem vontade de matar. O crime aconteceu também na Vila São Jorge da Lagoa, na Rua Ministro. 

Menina de 16 anos é baleada na cabeça e namorado é principal suspeito
Adolescente de 16 anos foi baleada com tiro no rosto, na madrugada desta sexta-feira (26), na Rua Porto dos Gaúchos, na Vila São Jorge da Lagoa, em C...
Polícia investiga estupro de irmãs com consentimento da mãe, 1 engravidou
O estupro de duas meninas, de 17 e 14 anos, cometido pelo padrasto, é investigado pela polícia de Campo Grande. O crime aconteceria com consentimento...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions