A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/02/2013 11:49

Pipoqueiros fazem protesto para poder voltar à praça Ary Coelho

Francisco Júnior
 Ednalva mostra a notificação. Ameaça de perder instrumento de trabalho. (Foto: Simão Nogueira) Ednalva mostra a notificação. Ameaça de perder instrumento de trabalho. (Foto: Simão Nogueira)

Um grupo de 10 pipoqueiros fez protesto na manhã desta sexta-feira (8), na esquina da rua 14 de Julho com a 15 de Novembro, no centro de Campo Grande. Eles querem voltar a trabalhar na área da praça Ary Coelho.

Eles estão impedidos de trabalhar na praça desde que foi fechada para obras de reforma em agosto de 2011. Os pipoqueiros alegam prejuízos nas vendas desde que saíram da Ary Coelho.

Vendendo pipoca há seis anos, Terezinha Ferreira, de 60 anos, conta que tem dia que vende apenas R$ 10, situação, segundo ela, nunca aconteceu no período em que podia ficar na praça.

A colega dela, Ednalva Medeiros, de 40 anos, disse que recebeu uma notificação da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) por estar vendendo pipoca na calçada entorno da praça. “Os fiscais me disseram que seu descumprir a ordem novamente vão tirar meu carrinho e apreendeu meu material”, relata.

Terezinha quer voltar para à praça. (Foto: Simão Nogueira)Terezinha quer voltar para à praça. (Foto: Simão Nogueira)

Os manifestantes pedem que a prefeitura reja essa decisão não permitir que fiquem na praça. As duas pipoqueiras afirmam que sustentam a família com as vendas.

De acordo com a determinação da Prefeitura, os pipoqueiros só podem ficar nas calçadas no entorno da praça a partir das 17 horas. “O comércio fecha às 18 horas. A gente vai vender para quem?”, reclama Terezinha.

A assessoria de imprensa da Prefeitura informou que está sendo feito levantamento das informações sobre a situação dos pipoqueiros para ver o que pode ser feito.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


praça requer pipoqueiro algodão doce, sorvetes balão de gas etc. menos droga e sujeiro faça os pipoqueirosedir aos clientes que joguem os papaeis no lixo sujeira no chão e falta de 4ducação
 
ilka machado em 10/02/2013 15:26:42
O bom mesmo é ter pipoqueiros,algodão doce na praça,em todas as cidades tem,por que aqui não pode ter.Sujeira mesmo são essas calçadas,terrenos baldios cheio de mato.
 
lia alves em 08/02/2013 21:28:47
A praça é de todos. Deixem os ambulantes trabalhar em paz!
 
Eduardo Figueiredo em 08/02/2013 20:47:13
É uma covardia isso que a prefeitura faz, dizendo que e revitalização, deveria e criar espaços para os vendedores que trabalhavam na praça, isso sim. Sem falar que esses fiscais são muito arrogantes andam pelo centro escoltados com a guarda munipal, tomando as mercadorias das pessoas, como se fossem donos da verdade, é a maior covardia que se ve no centro.
 
Robson Alves em 08/02/2013 20:09:07
eu concordo com a jackeline, a praça acaba de ser reformada, e antes ela vivia suja de pipoca no chão e de pombos que iam la comer, os pipoqueiros tem que vender em outros lugares pois a praça é um lugar limpo e agradavel. Enfim, eu acho que os pipoqueiros deveriam falar com o prefeito para achar outra solução. PIPOQUEIROS NA PRAÇA NÃO
 
alex ribeiro em 08/02/2013 16:58:08
Deixa a mulher trabalhar
 
Gleyson Araujo em 08/02/2013 16:31:54
Se o povo é mal educado e suja a praça ...entao fecha aquilo lá....resolvido .....deixa só de enfeite ....para olhar através da grade.....o povo suja mesmo .....fazer o que ninguem controla isso ......se esta sujo manda limpar ...tem funcionario pago pra isso !!!!!
 
ROGERIO CARVALHO em 08/02/2013 14:51:24
O que ninguém percebe mesmo é a sujeira que o próprio povo deixa na grama da praça no final do dia. Passei por lá sábado passado e estava um horror. Portanto, caros administradores, o problema não está na permanência dos pipoqueiros...
 
Flávia Lima em 08/02/2013 14:40:00
Eu gostaria de saber qual o problema de pipoqueiros vender suas pipocas na praça ...a praça nao é pública.....??? ou será que ela ficou tão linda que um carrinho de pipoca vai tirar sua beleza ..... mesmo porque mexeram lá gastaram muito dinheiro e praticamente ficou do mesmo jeito.....a diferença sao as entradas que ficou igual entrada de cemiterio de filme de terror..mas tudo bem ....é cada coisa que a gente vê...fala serio !!!!! deixa o povo trabalhar !!!!
 
ROGERIO CARVALHO em 08/02/2013 14:13:26
Se estivessem vendendo drogas ninguém os incomodaria! Neste país só os que querem trabalhar são perseguidos!
 
Marcos Rumolli em 08/02/2013 14:09:55
Este é um espaço publico, porém não deve ser privatizado por alguns comerciantes, dificuldades de sobrevivência a maioria da população tem..
 
José Inácio Dias em 08/02/2013 13:33:09
Praça ou outra via pública sem pipoca não tem graça. Deixem os pipoqueiros trabalharem. Deixem que possamos comprar nossa pipoquinha dentro da praça.
 
Fernando Silva em 08/02/2013 13:23:19
Palhaçadaaa...
Eles só querem trabalhar, mas fazer o q se não estão pagando IMPOSTO PRA PREFEITURA ta todo mundo errado.
 
Jackline Siqueira em 08/02/2013 13:07:28
Complicada essa situação. Apesar de entender que essas pessoas precisam trabalhar, ganhar seu sustento de forma honesta, não posso deixar de ressaltar que a praça ficou muito mais limpa, sem a presença dos pipoqueiros, picolezeiros e afins, pois as pessoas compram suas pipocas, picolés e sorvetes e depois jogam os saquinhos, papeis, copinhos e palitos em qualquer lugar. Fora que com isso diminuiu, e muito, a quantidade de pombos existentes, já que as pessoas jogavam pipocas e milhos para esses pássaros, que faz aumentar ainda mais a população desses bicho que trazem muitas doenças...
 
Ivone Arguelho em 08/02/2013 12:56:08
Impressionante esse Bernall Collor de Mello; Qual e a pessoa que ele esta valorizando em sua administracao? Ate agora nao conseguiu agradar ninguem. Principalmente aqueles mais humildes que, em sua maioria, votaram nele pensando que iriam ser mais valorizados. Sera que essa retirada dos pipoqueiros o criterio foi o mesmo usado para exonerar as diretoras dos ceinfs? Talvez seja isso mesmo: os pipoqueiros da praca Ary Coelho foram retirados por criterios tecnicos.Que critêrios sao esses que nem para as diretoras o Collorido nao soube dizer . Sr. BERNALL COLLOR DE MELLO deixe a dengue para o secretario de saude e sua equipe que sao competentes. Na educacao ta tudo parado. Dë uma passada na SEMED e va ate o patio. Vera que a maioria das viaturas estao indisponiveis, precisando de manutencao.
 
Roberto Ferreira em 08/02/2013 12:54:16
O povo tentou mudar elegendo o atual prefeito, mas infelizmente este vem se demonstrando ser totalmente incopentente para tamanha responsabilidade, a cidade está totalmente abandonada e a mercê da própria sorte. É uma pena Campo Grande não merece isso.
 
FAGNER ALVES DE OLIVEIRA em 08/02/2013 12:38:05
deixa ele trabalhar só isso que eles querem seu prefeito!!!
 
joel rocha em 08/02/2013 12:18:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions