A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/07/2011 19:06

Polícia pede novas quebras de sigilo telefônico no caso Marielly

Ana Paula Carvalho
Mãe e irmã de Marielly mentiram para polícia.Mãe e irmã de Marielly mentiram para polícia.

A polícia pediu a quebra de novos sigilos telefônicos de pessoas relacionadas ao caso Marielly. O delegado que cuida do caso, Fabiano Nagata, não quis dizer quem são essas pessoas, e nem quantas são, para não atrapalhar as investigações.

Quanta ao fato da mãe e da irmã de Marielly, e uma prima de Hugleicy da Silva terem mentido durante as investigações, dizendo que Hugleicy não havia saído de casa no dia em que a jovem desapareceu, o delegado afirma que será investigado o motivo que as levaram a mentir.

“Nós vamos investigar para saber porque a mãe, a Mayara e a família mentiram. Ainda tem muita coisa para investigar nesse caso”, diz.

Questionado se após a conclusão das investigações, elas poderiam ser punidas por ter mentido, o delegado disse que elas poderão responder por “participação”.

O fato de a família ter mentido para a polícia atrapalhou as investigações e por isso, eles podem responder por participação.

O caso- Marielly desapareceu no dia 21 de maio e o corpo foi encontrado no dia 11 de junho. A morte é resultado de um aborto malsucedido.

Logo que a jovem desapareceu, a família foi ‘ às ruas’ pedir ajuda. Distribuiu cartazes com a foto de Marielly pelo bairro, pediu ajuda à OAB/MS e até à Assembléia Legislativa.

A prisão de Hugleice e Jodimar Ximenes Gomes foi decretada na semana passada. Jodimar, o enfermeiro apontado pela Polícia como quem fez o aborto na jovem, se apresentou no dia seguinte e nega qualquer relação com o caso.

Hugleice, que é marido da irmã mais velha de Marielly, se entregou dois dias depois de ter a prisão decretada e após uma noite na cadeia confessou que levou a cunhada até a casa de Jodimar para fazer aborto. Ele diz não saber quem é o pai e nem quem levou o corpo até o canavial.



parabens mais uma vez a policia civil, e concordo plenamente que tem que quebrar o sigilo telefonico de toda a familia e descobrir pq estao mentindo.principalmente da mae.
 
elias alonso da silva em 25/07/2011 04:43:51
eu conheci essa menina foi aluna minha bem pequena , ñ da pra acreditar em tantas coisas ,que se houve ,a respeito desse caso é uma crueldade,familia envolvida em tudo isso ,so por Deus mesmo tão linda , seria tão mais facil ter esse filho, do que perder a vida, enfrentar as consequencias seria o melhor , poderia ter pensado em fazer esse aborto antes no começo,ja q queria isso,somos tão pequenos diante de tantas coisas so Deus mesmo atraves de muita oração e fe
que tudo seja resolvido,
 
camile ribeiro em 23/07/2011 08:16:51
Será que ali não existia um triangulo amoroso(Maryeli,mayara o cara e a sogra dele)
Parabéns para a Policia,Promotora e a magistrada.
 
amilton almeida em 21/07/2011 07:33:22
Conheco Marielly a muito tempo , na verdade desde quando a maẽ dela esta gravida dela.. A ultimsa vez q vi Marielly foi no dia 09/032011,conversei um pouco com ela,nunca vi ela tão feliz como ela estava,na verdade ainda nao consigo acreditar q aconteceu isso com uma menina tão nova , cheia de vida . mais se essas pessoas da familia estiver envolvida nesse crime , tem q pagar como qualquer pessoa, q a justiça seija feita.
 
EDLAINE BORGES SILVA em 21/07/2011 01:22:21
depois de uma noite atras das grades ate eu q nem sei quem e marieli confesaria der passado dia noite ate madrugada com ela. vcs se esqueceram estamos no brasil do capitao nascimento aonde o gato convesa q e lebre
 
lucilia corvalan em 20/07/2011 11:16:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions