A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Abril de 2019

14/01/2019 11:42

Presos após invasão de banco queriam R$ 250 mil para curtir praia

Três homens foram apresentados pelo Garras, nesta manhã (14) e 2 continuam foragidos.

Mirian Machado
Johnny, Roger e Alessander com equipamentos apreendidos na casa de um deles (Foto: Kisie Ainoã)Johnny, Roger e Alessander com equipamentos apreendidos na casa de um deles (Foto: Kisie Ainoã)

Foram apresentados no Garras (Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) nesta manhã (14) três, dos cinco suspeitos de tentar furtar uma agência bancária do Banco do Brasil, na Rua Eduardo Elias Zahran em Campo Grande. O crime ocorreu no dia 31 de dezembro de 2018. Um deles foi preso no dia do crime.

Johnny Benix Rodrigues Fraga, de 30 anos, foi preso em sua residência no bairro Estrela Park. Com ele foram apreendidas uma máscara e uma esmerilhadeira que seria utilizada para abrir o cofre central do banco. O homem, inclusive, tem participação em outra tentativa de furto a uma agência bancária também do Banco do Brasil, no Bairro Moreninhas.

Johnny confessou o crime e disse que recebeu informações de outros integrantes do grupo de que a agência havia acabado de ser “abastecida” e por isso o foco era o cofre central. Segundo ele, o montante seria divido entre os cinco participantes e daria cerca de R$ 50 mil para cada, R$ 250 mil no total. “Pra fazer investimentos né. Ir à praia, curtir”, confessa. Com ar debochado, sobre a màscara ele disse que era apenas enfeite e que usou na ‘Marcha da Maconha’.

 

Veículo usado no dia do crime (Foto: Mirian Machado)Veículo usado no dia do crime (Foto: Mirian Machado)
Delegado João Paulo Sartori (Foto: Mirian Machado)Delegado João Paulo Sartori (Foto: Mirian Machado)

Alessander Fleitas Laranjeira, de 21 anos, também foi preso nesta amanhã por volta das 6h durante as investigações no Bairro Piratininga.

Ele não quis comentar, mas na residência foi localizado o veículo utilizado no dia do crime. Conforme as investigações, Alessander seria o motorista naquele dia.

Foi apresentado também, Roger Bernadino da silva de 23 anos, ele foi deixado para trás pelos comparsas e preso pelo Bope, no dia do crime tentando fugir a pé.

Segundo o delegado João Paulo Sartori, eles entraram pelo forro da agência, tentaram desarmar o dispositivo de segurança e quando iam usar a esmerilhadeira para abrir o cofre, o alarme disparou. O bando fugiu levando 2 aparelhos celulares funcionais. “Os aparelhos foram recuperados, avaliados e entregue ao banco”, afirmou.

A polícia agora ainda tenta descobrir o paradeiro dos outros dois envolvidos no crime, Leonardo Germano Garcia vulgo (mingal) e Welton Gimenes Sena vulgo (gordão).

Agência foi alvo de bandidos no dia 31 de dezembro (Foto: Henrique Kawaminami)Agência foi alvo de bandidos no dia 31 de dezembro (Foto: Henrique Kawaminami)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions