A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/07/2013 15:17

Santa Casa diz que gasta 40 refeições por dia com PMs e pede hospital para preso

Nadyenka Castro e Aline dos Santos
Wilson Teslenco, em coletiva nesta sexta-feira. (Foto: Cleber Gellio)Wilson Teslenco, em coletiva nesta sexta-feira. (Foto: Cleber Gellio)

Por causa da escolta de presos internados no hospital, a Santa Casa gasta, em média, 40 refeições por dia com policiais militares. Além de dar prejuízo aos cofres da unidade de saúde, a presença dos detentos causa constrangimento a outros pacientes. É o que diz a ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande).

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o presidente da associação que administra a Santa Casa, Wilson Teslenco, disse que o atendimento a presos no hospital “é uma situação provisória a 20 anos”e que o ideal seria uma unidade de saúde somente para detentos.

Teslenco fala ainda que não dá para concentrar presidiários em um setor específico, pois apresentam patologias diferentes e que a unidade de saúde foi planejada para atender paciente e acompanhante.

Hoje há cinco presos internados na Santa Casa, média de 20 policiais por dia. Cada dois soldados cuida de um detento, que sai para folga após 12 horas de trabalho. A Santa Casa pretende negociar com a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) as refeições dos detentos internos.

Ilustre - Os 62 dias de permanência de Dionathan Celestrino, o Maníaco da Cruz, na Santa Casa de Campo Grande já custaram R$ 279 mil. A estadia do paciente também atrai curiosos, em busca de uma foto do jovem que ficou conhecido por matar três pessoas em Rio Brilhante e deixar os corpos em formato de cruz. Ele deu entrada no hospital no dia 3 de maio e desde o dia 23 do mesmo mês teve alta médica, mas depende de ordem judicial para deixar o local.

Relatório - Estudo do Ministério Público sobre o sistema prisional do País denominado "A visão do Ministério Público sobre o Sistema Prisional Brasileiro" aponta que na maioria dos estabelecimentos penais de Mato Grosso do Sul há farmácias e que os detentos não são separados por patologia.

Eventos de Natal, inauguração de igreja e obras interditam 9 ruas na Capital
A Agetran (Agência Municial de Transporte e Trânsito) informa que pelo menos 9 ruas terão o tráfego impedido neste domingo (17) em Campo Grande. O fe...
Bandidos armados com faca usam carro prata para assaltar vítimas
Dois homens armados com faca em um carro prata - com placas HTI-8594 - assaltaram ao menos duas vítimas, na madrugada deste domingo (17), no Bairro C...


Existem ainda outras dificuldades como falta de banheiros e locais apropriados para os policiais, como locais para higiene pessoal , já que o turno são de 24 horas, precisa-se ir ao banheiro e porque não tomar banho. alem de ter um local apropriado para descanso como existe hj para guarda municipal, sendo que esta tem o turno de 12 horas apenas.
 
Cristiane Araujo em 09/07/2013 19:30:17
alem de tudo que foi comentado, no turno de 24 horas dentro do seu hospital inclui ainda falta de cadeiras para os policias, quando tem estão quebradas, não existe lugar para utilizar banheiros e nem se falar em banho (artigo de luxo diga-se de passagem passar 24 horas sem higiene ) e muito menos um lugar para descanso, privilegio reservado aos guardas municipais.
 
Cristiane Araujo em 09/07/2013 19:13:32
alem de tudo que foi comentado, no turno de 24 horas dentro do seu hospital inclui ainda falta de cadeiras para os policias, quando tem estão quebradas, não existe lugar para utilizar banheiros e nem se falar em banho (artigo de luxo diga-se de passagem passar 24 horas sem higiene pessoal fere o principio da dignidade humana! ) e muito menos um lugar para descanso, privilegio exclusivo dos guardas municipais , estes sim possuem turno de 12 horas.
 
carlos santana em 09/07/2013 19:06:12
alem de tudo que foi comentado, no turno de 24 horas dentro do seu hospital inclui ainda falta de cadeiras para os policias, quando tem estão quebradas, não existe lugar para utilizar banheiros e nem se falar em banho (artigo de luxo diga-se de passagem passar 24 horas sem higiene pessoal fere o principio da dignidade humana! ) e muito menos um lugar para descanso, privilegio exclusivo dos guardas municipais , estes sim possuem turno de 12 horas.
 
carlos santana em 09/07/2013 18:48:39
Primeiramente o turno é de 24hs, e são dois pms para cada preso,quando há efetivo caso contrario apenas 01(um) PM.,e a maioria fazem a refeição do almoço que é entre ás 11:00hs e 12:00hs, já a janta só a menoria fazem a refeição que é as 22:00hs, porque até la, alguns já comeram custeando do próprio bolso. E a PM esta à serviço do Estado e alguém vai ter que pagar a conta e como sempre é a população e não a Sta Casa ou o Governo. Maníaco da cruz quem o diga não é preso e nem paciente, uma escala inútil de PMs. Então sr. presidente da ABCG não são 20 pms para 5 presos, e sim 10 pms.
 
Rosa ximenes em 07/07/2013 11:27:19
Ou esse Hospital tem o melhor atendimento do mundo, a doença do maníaco e terrível ou então tem bolso recheado de din din... porq vamos ser honestos... 270 mil da pra tratar de muitas familias durante um ano inteiro...
 
Edeval Santos Carvalho em 05/07/2013 23:30:18
quanto ao Dionathan, o governo não está nem aí , pelo tempo que está na santa casa, e até agora não fez nada , para o governo está tudo bem , se alguém de direito não cobrar do governo , ele ficará aí por muito tempo , o governador não está preocupado com as despesas , não sai do bolso dele,
 
helena da costa andrade em 05/07/2013 21:15:48
ao invés do governador construir hotel com 60 leitos para políticos e seus familiares, deveria construir um hospital para os presos, sairia mais barato, e acabaria com esse problema todo na santa casa , e as pessoas que frequentam o hospital , pacientes e funcionários não passariam por constrangimento , pois politico tem auxilio quando viaja, é por isso e outros mais que a santa casa tá nesse caos , policial é funcionário público e é obrigação do governo fornecer alimentação,aliás nem é o governo que paga somos nos, ou seja a população, !
 
helena da costa andrade em 05/07/2013 20:58:17
O hospital para presos já existe, fica ao lado do Presídio de Trânsito e está parado à mercê do tempo.Mas Sr Presidente ABCG pode ter certeza que 40 refeições não é nada diante das inúmeras irregularidades que existe no hospital que o senhor administra.
 
george conrado em 05/07/2013 17:12:25
Nossa, seria tão bom se o turno fosse só de 12h. :)
 
João Candido em 05/07/2013 16:47:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions