ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Três Barras será a próxima a receber "transformação" em trecho de rotatória

A Agetran ainda finaliza o projeto, mas já adianta que a obra será grande com a remoção da rotatória

Por Viviane Oliveira | 01/06/2020 10:58
Rotatória do cruzamento das avenidas Três Barras com as ruas José Nogueira Vieira e Marquês de Lavradio (Foto: Henrique Kawaminami) 
Rotatória do cruzamento das avenidas Três Barras com as ruas José Nogueira Vieira e Marquês de Lavradio (Foto: Henrique Kawaminami)

O primeiro projeto que será realizado pós-pandemia será o reordenamento do trânsito na rotatória no cruzamento das avenidas Três Barras com as ruas José Nogueira Vieira e Marquês de Lavradio, na região do Bairro Tiradentes, em Campo Grande, conforme a Agetran (Agência Municipal de transporte e Trânsito).

Segundo o diretor-presidente do órgão, Janine de Lima Bruno, o trânsito está totalmente saturado na região. No horário de pico, por exemplo, a situação piora ainda mais com a movimentação intensa e congestionamento de veículos.

“Ainda estamos finalizando o projeto. Mas tudo indica que a obra por lá será grande, como na Avenida Ceará, com a remoção da rotatória para instalação semafórica”, explicou nesta manhã durante visita ao Terminal Morenão.  Ainda não há previsão se os trabalhos terão início neste ano. Depois da obra da Avenida Três Barros, será a vez da rotatória do cruzamento das avenidas Tamandaré com a Doutor Euler de Azevedo a passar por reordenamento viário.

No horário de pico, por exemplo, a situação piora ainda mais com a movimentação intensa e congestionamento de veículos (Foto: Henrique Kawaminami) 
No horário de pico, por exemplo, a situação piora ainda mais com a movimentação intensa e congestionamento de veículos (Foto: Henrique Kawaminami)

Funcionando - Um dos trechos que recentemente passou por obras de infraestrutura foram as rotatórias da Rua Joaquim Murtinho com as avenidas Ceará e Eduardo Elias Zahran. O novo reodernamento de trânsito entrou em funcionamento definitivo na última sexta-feira (26) com dois conjuntos semafóricos (com 38 porta-focos)  instalados para regular o fluxo. A semaforização das rotatórias vai melhorar a fluidez do tráfego na região. No trecho, circulam em média 68 mil veículos diariamente, com registro de congestionamento nos horários de pico.

Segundo Janine, a fase experimental já acabou, mas ainda há tecnicos da Agetran monitorando o trecho. "O trânsito é muito dinâmico. A gente ainda não sabe se com o novo reodernamento, o fluxo vai aumentar no local. Estamos monitorando, fazendo acompanhamento diário. Das rotatórias, esta era a mais carregada, com fluxo maior de tráfeco de veículos pequenos", explicou.