ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 34º

Capital

Vítima que morreu atropelada por moto era de Corumbá e tinha 36 anos

Adriano Fernandes | 10/08/2018 22:08
Corpo de Pâmela ficou no meio da avenida após o impacto. (Foto: Graziela Almeida)
Corpo de Pâmela ficou no meio da avenida após o impacto. (Foto: Graziela Almeida)

Foi identificada como Pâmela Oliveira da Silva, de 36 anos, a travesti que morreu atropelada por um motociclista, esta noite (10) na Avenida Cônsul Assad Trad, em frente ao Cemitério do Cruzeiro, no Bairro Coronel Antonino em Campo Grande.

A vítima morava na Capital, mas é corumbaense, onde ainda vive a família. De acordo com o pai, o motorista Carlos Ibarra Dias Silva, de 60 anos, neste sábado (11) logo pela manhã a família deve vir à Capital para tentar providenciar o transporte do corpo para o interior.

“Uma amiga ‘dele’ quem nos avisou sobre a morte. Foi um choque muito grande. Se não conseguirmos trazer o corpo talvez sepultemos aí mesmo”, resumiu o pai. O nome do registro civil de Pâmela era Rodrigo Cesar de Oliveira da Silva. 

Acidente

Pâmela atravessava a avenida quando foi atingida pela moto modelo Yamaha 600cc, que seguia sentido Atacadão-Terminal General Osório. Com a colisão o condutor da moto, Willian Arruda, também teve escoriação e foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros à Santa Casa de Campo Grande. Pâmela já estava sem os sinais vitais quando os militares chegaram ao local.

Nos siga no Google Notícias