ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Em dois dias 2,5 mil metros de rede de pesca apreendidos

Redação | 17/08/2008 15:32

Entre ontem e hoje a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Cassilândia recolheu cerca de dois mil e quinhentos metros de redes de pesca, com malhas de tamanhos diferentes. As redes foram recolhidas nos rios Aporé, Paranaíba, Córrego do Lontra e Barreiro.

Segundo o Comandante da Operação, 3º Sargento J.Maria, não houve autuações, pois os infratores abandonam as redes assim que percebem a presença da fiscalização.

A pesca com rede é proibida pela legislação nos rios de domínio do Estado e permitida somente aos pescadores profissionais nos rios de domínio da União, como o Rio Paranaíba, por exemplo. Ainda nesse caso, as redes têm um tamanho mínimo de malha e devem estar etiquetadas com o número de registro do pescador profissional e não podem ser posicionadas em qualquer local do rio.

 A pena para quem pesca utilizando petrechos proibidos ou captura exemplares com tamanho inferior ao permitido é de detenção, de um a três anos, ou multa, ou ambas as penas cumulativamente e apreensão dos produtos (pescado) e instrumentos (barco, motor, caixas térmicas, petrechos, etc.), além de uma multa administrativa que varia de R$ 700,00 (setecentos reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais), com acréscimo de R$ 20,00 (vinte reais), por quilo ou fração do produto da pescaria.

Nos siga no Google Notícias