A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/10/2009 11:19

Índios prometeram não ampliar invasão, diz delegado

Redação

Depois de sobrevoar ontem a região invadida por índios terena, o responsável da Delegacia de Defesa Institucional da Polícia Federal, Alcídio de Souza Araújo, explica que a intenção é negociar a saída trabalhando em duas frentes.

Ele e o ex-administrador da Funai em Campo Grande, Jorge das Neves, desceram na fazenda 3R para conversar com lideranças da aldeia Buriti, que ainda permanecem na área.

Segundo ele, os índios se comprometeram em ficar em apenas 300 hectares da área, não ampliar a invasão e a não danificar nada da propriedade.

A intenção da PF era fazer com os índios saíssem enquanto, em outra frente, uma comissão segue para São Paulo na tentativa de conseguir uma audiência com o Tribunal Regional Federal. Mas os índios mantiveram a posição de que vão esperar a data da audiência sem sair do local.

Quando houver a resposta, os índios irão se reunir e então decidir se deixam ou não as áreas invadidas. O delegado lembrou que os proprietários das áreas podem entrar com mandado de reintegração de posse.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions