ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 33º

Interior

Com 13° e salário atrasados, 200 funcionários protestam contra cerâmica

Por Priscilla Peres | 22/02/2016 11:02

Cerca de 200 funcionários da cerâmica Fênix, em Rio Verde de MS - distante 207 km de Campo Grande, paralisaram as atividades hoje para reivindicar o pagamento do 13° salário e de outros benefícios atrasados.

Há dois meses eles aguardam o pagamento o 13° salário e hoje, 22 de fevereiro, ainda não receberam o salário referente ao mês de janeiro. Para garantir que a ação teria efeito, eles pediram a ajuda do sindicato locais dos trabalhadores e da Fetracom (Federação dos Trabalhadores no Comércio).

O presidente do Sintracom (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil), José Abelha Neto, explica que em conversa com a diretoria da empresa foram estabelecidos prazos para o pagamento. A princípio, a cerâmica propôs pagar o 13° até o fim de março, mas em negociação, alterou a data para o próximo dia 4.

Também se comprometeu a pagar o salário de janeiro até o fim desta semana. O acordo foi oficializado em ata e assinado por ambas as partes. De acordo com Abelha, o sindicato irá acompanhar o andamento do acordo, para garantir o direito dos funcionários.

Outras situações, como o não recolhimento de ISS (Imposto sobre Serviço) e FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), serão denunciadas ao Ministério do Trabalho para que sejam fiscalizados. A empresa também foi notificada a regularizar o uso de equipamentos de segurança.

Os trabalhadores retornaram ao trabalho, mas uma nova paralisação não está descartada, caso os acordos não sejam cumpridos.