ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  27    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Homem espancado após boatos em grupo de WhatsApp morre no hospital

A vítima chegou a ser socorrida e internada, mas não resistiu e morreu dois dias depois em uma unidade de Dourados

Por Viviane Oliveira | 01/12/2020 10:23
Sidney foi espancado até a morte (Foto: divulgada pelo site Nova News) 
Sidney foi espancado até a morte (Foto: divulgada pelo site Nova News)

Aos 38 anos, Sidney Alves dos Santos morreu após ser espancado por moradores na Praça Deocleciano Paes, em Anaurilândia, cidade distante 371 quilômetros de Campo Grande. As agressões foram registradas por volta das 21h de sexta-feira (27). A vítima chegou a ser socorrida e internada, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo um primo que registrou boletim de ocorrência,  Sidney foi agredido a partir de um boato mentiroso gerado em grupos de WhatsApp.

A mensagem, conforme o site Nova News, afirmava que a vítima andava armada com faca, tinha o costume de importunar mulheres, crianças e idosos. Rapidamente as conversas foram ganhando peso. Uma foto do rapaz foi postada nos grupos e alguns passaram a chamá-lo de estuprador.

Morador da Vila Quebracho, Sidney foi agredido por várias pessoas. Ele foi socorrido até o Hospital Sagrado Coração de Jesus, mas devido à gravidade foi transferido para unidade hospitalar de Dourados, onde morreu neste domingo (29). Com históricos de problemas psiquiátricos, Sidney tinha passagens na polícia por perturbação de sossego, incêndio ao patrimônio público, dano e furto.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário