A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

02/06/2016 11:10

Menina que mentiu sobre estupro vai responder por ato infracional

Priscilla Peres

Uma menina de 12 anos que matou aula e mentiu para os pais e a polícia que havia sido vítima de estupro, vai responder por ato infracional e poderá sofrer medida socioeducativa. O caso aconteceu em maio, em Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande.

De acordo com a delegacia de Atendimento à Mulher do município, que investigou o caso, a menina mentiu ao dizer que pegou uma carona em um veículo preto, na saída da escola e que foi estuprada e deixada na rua. Ela contou a história para a mãe, que foi busca-lá na escola e não a encontrou.

Ao analisar as imagens das câmeras de segurança de propriedades privadas, a polícia viu que a adolescente saiu da escola com um grupo de amigos e foi até uma casa abandonada, onde permaneceu por algumas horas e depois saiu do local com as mesmas pessoas.

Além disso, constataram que as roupas da vítima estavam limpas e não apresentavam vestígios de que ela tenha sido vítima de abuso da forma como foi relatado. O exame de corpo de delito a que foi submetida a vítima revelou resultado negativo para a prática de relações sexuais.

Diante da investigação, a polícia interrogou a menina novamente, que confessou ter fugido da escola e inventado a história para a mãe. Sobre a casa abandonada onde ela foi, disse que estava com amigos que iriam "ficar" lá.

De acordo com o delegado Thiago José Passos da Silva, a garota vai responder por ato infracional análogo ao crime de comunicação falsa de crime ou contravenção, previsto no artigo 340 do Código Penal. O procedimento deve ser concluído em trinta dias e será encaminhado ao Juízo da Infância e Juventude da Comarca.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions