ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Menina viu assassinato da mãe e adormeceu suja de sangue

Casos aconteceram na mesma cidade; no 1º mulher deu a vida para salvar a da filha e no segundo casal foi morto a facadas

Por Maressa Mendonça | 28/05/2020 13:11
Marcas de sangue no quarto, onde ocorreu o crime na noite de ontem. (Foto: Jornal MS Todo Dia)
Marcas de sangue no quarto, onde ocorreu o crime na noite de ontem. (Foto: Jornal MS Todo Dia)

Uma menina de 3 anos viu a mãe ser morta a facadas na noite de ontem (27) em Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande. Ela chegou a abraçar a mulher e depois foi até o quarto dos irmãos pedir ajuda

Segundo o delegado Cleverson Alves, a menina dormia no quarto com o casal e outras duas crianças, de 8 e 11 anos, estavam em outro cômodo. A menina presenciou o crime, e chegou a abraçar a mãe morta. Foi pedir ajuda, mas os irmãos acharam que se tratava de um sonho da menina e voltaram a dormir.

Na manhã desta quinta-feira (28), a irmã do homem ficou desconfiada do atraso dele para o trabalho e foi até casa. Quando chegou, encontrou o casal morto, a menina suja de sangue e os outros irmãos dormindo. Os policiais foram acionados e a suspeita é a de que o crime tenha sido cometido por um ex-namorado da mulher.

O delegado comentou que o homem foi atingido com diversas facadas nas costas e uma próximo ao pescoço. Ao que tudo indica ele estava dormindo de bruços e virou para tentar se defender, quando o criminoso o golpeou no pescoço. A mulher foi atingida com facadas na região do rosto. “Foi um crime de muito ódio”, lamentou Alves.

Ainda de acordo com o delegado, as crianças estão sob a responsabilidade de parentes.

Polícias Militar e Civil estão em busca do suspeito pelo crime (Foto: MS Todo Dia)
Polícias Militar e Civil estão em busca do suspeito pelo crime (Foto: MS Todo Dia)

Outro caso - No dia 11 deste mês, Elza Lima Soares, 46 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-genro, Weber Barcelos da Silveira, 36 anos, na Rua 25 de Dezembro, região central da cidade.

Com uma arma, ele foi até a casa para matar a ex-mulher, Roseli Costa Soares, 28 anos, e acabou atingindo também a Elza, que tentou defender a filha. Weber cometeu suicídio em seguida.

Elza não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. Roseli foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para a Santa Casa de Campo Grande. O crime foi presenciado por um dos filhos do casal, de apenas 11 anos.