A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/04/2016 15:34

Motociclista morre ao bater em ônibus a caminho do motel

Antonio Marques
Cruzamento da Rua Aquidauana com a Avenida Weimar Torres, onde um motociclista morreu na manhã de hoje após colidir contra um ônibus (Foto: Divulgação Google Maps)Cruzamento da Rua Aquidauana com a Avenida Weimar Torres, onde um motociclista morreu na manhã de hoje após colidir contra um ônibus (Foto: Divulgação Google Maps)

Um motociclista de 32 anos morreu no início da manhã de hoje, 2, no centro de Dourados, após avançar o sinal vermelho na Avenida Weimar Torres, no cruzamento com a Rua Aquidauana, e chocar com um ônibus. O acidente aconteceu às 5h30 e, conforme o boletim de ocorrência, os dois ocupantes da motocicleta seguiam para o motel após passarem a noite bebendo em clube da cidade.

Conforme o motorista do ônibus Eduardo Barbosa, contou à Polícia Militar, ele seguia pela Rua Aquidauana, no sentido sul/norte (Jardim Caramuru, região central da cidade), quando ao chegar no cruzamento com a Avenida Weimar Torres, que é sinalizado com semáforo, colidiu com a motocicleta, que seguiu pela avenida, no sentido centro/bairro, e não teria parado no sinal vermelho.

Apesar do choque com o ônibus, o condutor da motocicleta Honda CG 125, Onéssimo Benites, 32 anos, e a garupa Fernanda Aquino da Luz, 28 anos, foram socorridos pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o Corpo de Bombeiros e encaminhados ao Hospital da Vida.

O condutor veio a óbito minutos depois de chegar ao hospital e Fernanda da Luz, que foi lançada contra uma árvore, permanece internada no setor de Ortopedia com politraumatismo. O hospital não informou o quadro de saúde da paciente.

Conforme o boletim de ocorrência, após o atendimento no local do acidente, os policiais se dirigiram ao hospital para obter os dados e os depoimentos das vítimas e foram informados que Onéssimo Benites não havia resistido aos ferimentos e faleceu. Já a passageira estava sob os cuidados médicos.

Em depoimento aos policiais, Fernanda da Luz relatou que passou a noite com Onéssimo Benites ingerindo bebida alcoólica em uma boate no clube do Ubiratã, localizado na Avenida Marcelino Pires. Depois deixaram o local e pararam na lanchonete Pantanal, onde beberam mais um pouco. A lanchonete fica na Avenida Weimar Torres há quatro quarteirões do lugar do acidente.

Ainda conforme o relato da passageira, o casal deixou a lanchonete para seguir para um motel. Após o impacto, Fernanda disse não se lembrar de mais nada. A polícia militar informou que a mesma foi arremessada contra uma árvore.

De acordo com o boletim da polícia, o condutor da motocicleta estava com a documentação vencida e o veículo foi recolhido ao pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). O motorista do ônibus vai responder por homicídio culposo (quando não há intenção) e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions