ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Polícia divulga cartaz para descobrir o paradeiro de assassino

Homem matou a ex-namorada a tiros na madrugada deste domingo; vítima deixo um filho pequeno

Por Dayene Paz | 12/02/2024 11:26
Cartaz divulgado pela Polícia Civil pedindo informações sobre paradeiro do suspeito. (Foto: Divulgação/PCMS)
Cartaz divulgado pela Polícia Civil pedindo informações sobre paradeiro do suspeito. (Foto: Divulgação/PCMS)

A PCMS (Polícia Civil de Mato Grosso do Sul) divulgou cartaz de procurado e pede informações sobre o paradeiro de Diego de Souza Mendonça, 26 anos, que matou a ex-namorada, Mayara Almodin Aran Florenciano, 29, a tiros na madrugada deste domingo (11). O crime aconteceu na cidade de Nioaque, a 184 quilômetros de Campo Grande.

Há informações de que Diego fugiu para o Paraguai. Ele é estudante de Medicina em uma universidade de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com Ponta Porã. A reportagem não encontrou processos no nome dele no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). A polícia também não confirma se ele já tem ficha criminal.

O crime aconteceu na madrugada deste domingo (11), na Rua Retirada da Laguna, no Bairro São Miguel, em Nioaque. Diego já havia ameaçado a ex-namorada, mas a motivação é desconhecida.

Segundo a Polícia Civil, a jovem estava em uma festa de Carnaval, quando pegou carona para ir embora com um casal de amigos. Chegando em casa, antes de descer do carro, um outro veículo encostou atrás do automóvel, onde a vítima estava.

Mayara ainda comentou com os amigos que era o seu ex se aproximando. O suspeito então desceu do carro, foi até onde a vítima estava, abriu a porta do passageiro e disparou contra ela várias vezes. Mayara foi atingida por três tiros e socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias