ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Policiais militares são atingidos por garrafas durante abordagem

Por Nyelder Rodrigues | 22/04/2016 21:08
Garrafadas provocaram vários cortes nos quatro militares durante abordagem
Garrafadas provocaram vários cortes nos quatro militares durante abordagem
Policial levou seis pontos na cabeça (Fotos: Maracaju Speed)
Policial levou seis pontos na cabeça (Fotos: Maracaju Speed)

Um grupo de policiais militares foi atacado e sofreu ferimentos na madrugada de quinta-feira (21), em Maracaju - cidade localizada a 160 km de Campo Grande. Quatro militares foram agredidos ao abordarem pessoas que faziam bagunça na rua Franklin Ferreira Ribeiro.

Segundo o site Maracaju Speed, as pessoas que estavam no local estavam bagunçando, com som alto e jogando garrafas em outros veículos. Diante das reclamações da população, os policiais foram ao local para averiguar o que acontecia.

Em determinado momento da abordagem, um rapaz de 19 anos começou a debochar os policiais, além de xingar e gritar a equipe da PM. O jovem seguiu resistindo à abordagem, o que fez os militares a darem voz de prisão a ele.

Porém, ele fugiu, começando uma perseguição à pé até a rua 11 de Junho, onde o rapaz foi alcançado e começou a se debater no chão, inflamando outras pessoas que estavam no local. O estopim foi quando a guarnição usou spray de pimenta para imobilizar o jovem, fazendo com que várias pessoas atirassem garrafas de vidro contra o grupo da PM.

Para conter as agressões, os policiais efetuaram disparos com bala de borracha. O jovem que iniciou a confusão foi recapturado, seguindo dando chutes e socos nos militares. Quando ele era colocado dentro da viatura, a guarnição foi atingida por garrafadas novamente, sendo necessário realizar novos disparos de bala de borracha.

Tanto os policiais quanto o preso precisaram ser atendidos no hospital de Maracaju. Um dos militares precisou levar seis pontos na cabeça, enquanto uma policial feminina ficou com ferimentos na mão e na região do olho.

O rapaz preso foi levado para a DP (Delegacia de Polícia Civil) e liberado posteriormente. Imagens de câmeras de segurança serão usadas para identificar os autores das agressões.