A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 29 de Março de 2017

22/08/2013 16:48

Porto Murtinho tem quatro rios para a prática de pesque e solte

Edivaldo Bitencourt
Prática de pesca esportiva é uma das atrações em Porto Murtinho (Foto: Divulgação)Prática de pesca esportiva é uma das atrações em Porto Murtinho (Foto: Divulgação)

O município de Porto Murtinho, a 431 quilômetros da Capital, é um paraíso para quem gosta de pescar. O município conta com quatro rios para a prática da atividade do pesque e solte. São 230 espécies de peixes que fazem da região a mais piscosa de Mato Grosso do Sul.

Os locais para a prática de pesque e solte são os rios: Negro, Perdido, Abobral e Vermelho.

Em Porto Murtinho, pousadas e barcos hotéis oferecem conforto e tranquilidade para famílias e amigos apaixonados por pescaria. Desde a hospedagem, passando pela preparação (iscas, barcos, motor) e chegando até a pescaria no Rio Paraguai, donos de hotéis, piloteiros e pescadores são voltados para o atendimento daqueles que fazem de Porto Murtinho o paraíso da pesca esportiva.

A cultura do turismo de pesca em Porto Murtinho está altamente ligada as suas origens, o que torna a população e o local preparado para receber e proporcionar excelência nos serviços oferecidos aos turistas. Jaú, pintado, pacu e dourado.

Para desfrutar inteiramente do Pantanal, os visitantes ainda podem experimentar várias espécies de peixes em pratos típicos, como o premiado ‘Pintado com bocaiúva’, que nasceu através de matérias primas e já faz sucesso em todo o país.

De março a novembro, quando a pesca é permitida, Porto Murtinho está pronta para receber os turistas.
Em Porto Murtinho, durante quase todo o ano é possível pescar no Rio Paraguai, porém é preciso respeitar o período da piracema, que acontece geralmente do início de novembro até o final de fevereiro, e é quando os peixes sobem em cardumes para as áreas de cabeceiras dos rios, onde ocorre a desova.

Durante a piracema os estabelecimentos devem declarar para a Policia Militar Ambiental os estoques de peixe in natura, resfriados ou congelados, existentes nos frigoríficos, peixarias, entrepostos, postos de venda, restaurantes, hotéis e similares em até 42h após o fechamento da pesca. A falta de declaração de estoque de pescado dá apreensão de todo o produto e multa de até R$1 mil.

A pesca desportiva – autorização ambiental de pesca – permite juntamente com o “selo turismo”, a captura e o transporte do pescado (desde que sejam obedecidos os tamanhos mínimos de captura, os petrechos, a cota e período de pesca). Obrigatoriamente o pescador deve se dirigir a um Posto da Polícia Militar Ambiental para lacrar e declarar seu pescado, onde receberá uma guia de Controle de Pescado. A cota permitida por pescador é de 1 exemplar, mais 10 quilos de peixe e 5 piranhas, obedecendo os tamanhos mínimos para cada espécie. O pescador profissional tem cota de 100 kg por semana.

(com informações do Portal Municípios MS)




Nunca fui pescar por lá. Mas sei que os rios Abobral e Vermelho, são locais no Rio Miranda, próximo ao Passo da Lontra. Mas como disse, nunca fui pescar em Murtinho. Vai que tem também.
 
Ossan Mohamed em 22/08/2013 18:09:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions