ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Radar em avenida começa a multar excesso de velocidade e carro na faixa

Por De Dourados | 22/12/2016 15:04
Técnicos ativam radar em semáforo de Dourados (Foto: Eliel Oliveira)
Técnicos ativam radar em semáforo de Dourados (Foto: Eliel Oliveira)

Radares instalados em três cruzamentos da Marcelino Pires, a principal avenida de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, começaram hoje a multar o condutor que desrespeitar o limite de velocidade e parar em cima da faixa de pedestre.

De acordo com a Agetran, o primeiro equipamento a começar a multar fica no cruzamento da Marcelino com a Avenida Presidente Vargas. O período para adaptação dos condutores terminou ontem.

Nos cruzamentos da Marcelino Pires com Hayel Bon Faker e José de Alencar, ao lado do shopping da cidade, o período de testes termina hoje à noite e a partir de 0h os radares já estarão liberados para registrar as multas.

Para que os chamados “pardais” fossem ativados, a Câmara de Vereadores da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul teve de alterar uma lei da década de 90, que impedia a instalação desse tipo de equipamento em Dourados.

Os radares foram instalados pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e aparelhos semelhantes serão colocados em outros pontos da cidade.

O equipamento possui câmera de visão ampla e estreita, o que permite o monitoramento completo do cruzamento. A visão estreita permite identificar a placa do veículo e a de visão ampla faz o monitoramento de todo o local, para analisar com clareza as infrações cometidas.

Multas – O condutor que avançar o sinal vermelho até 20% acima do limite de 50 km por hora vai ser multado em R$ 130,16. De 20% a 50%, a infração passa a ser grave e o valor salta para R$ 195,23. Acima de 50% da velocidade permitida a multa chega a R$ 880,41.

Conforme a Agetran, os valores já estão de acordo com a lei 13.281/2016, que majorou as multas em novembro deste ano. Já a multa para quem parar em cima da faixa varia de R$ 88,38 a R$ 130,16.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário