A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

25/02/2015 22:09

Santa Casa vai apurar erro na manipulação de quimioterápicos

Daniel Machado
O diretor-técnico da Santa Casa de Corumbá, Domingos Albaneze, confirmou a abertura de uma sindicância para apurar uma possível falha na manipulação dos quimioterápicos. (Foto: Anderson Gallo)O diretor-técnico da Santa Casa de Corumbá, Domingos Albaneze, confirmou a abertura de uma sindicância para apurar uma possível falha na manipulação dos quimioterápicos. (Foto: Anderson Gallo)

O diretor-técnico da Santa Casa de Corumbá, Domingos Albaneze, confirmou na tarde desta quarta-feira (25) a abertura de uma sindicância para apurar uma possível falha na manipulação de quimioterápicos dos pacientes Sebastião Rocha, de 47 anos, e Terezinha de Medeiros, de 82 anos. Ambos estão internados no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital.

De acordo com o site Diário Corumbaense, a direção da Santa Casa está fazendo o acompanhamento clínico dos pacientes e conta com apoio técnico de especialistas de Campo Grande, Rio de Janeiro e São Paulo.

“Nós temos fortes suspeitas de que tenha ocorrido falha no processo de manipulação dos remédios, mas temos o prazo de 30 dias para que o processo seja concluído, enquanto isso não podemos acusar ninguém. Na conclusão da sindicância é que teremos isso comprovado. Ambos os pacientes tiveram reações semelhantes e o que a gente nota é uma provável dose elevada do medicamento, resultando na baixa imunidade”, disse o diretor técnico.

Como medida preventiva, a direção do hospital afastou das funções o farmacêutico responsável pela manipulação dos medicamentos no setor de Oncologia. “Nós temos um lugar específico para essa manipulação, onde o profissional pega a prescrição do oncologista, prepara e entrega para a enfermagem fazer a aplicação. Ele estava à frente do serviço há cerca de 2 a 3 meses e esse pode ser o grande inconveniente, provavelmente a falta de experiência”, afirmou Domingos Albaneze.

Além do farmacêutico, a sindicância, que tem prazo de 30 dias para ser concluída, vai ouvir todas as pessoas envolvidas no atendimento dos dois pacientes. De acordo com o diretor-técnico da Santa Casa, os procedimentos seguem normas e recomendações do Ministério da Saúde, Vigilância Sanitária e órgãos fiscalizadores. O hospital já notificou a Vigilância de Saúde do Estado sobre o que ocorreu com os pacientes.

Sete presos são flagrados tentando fugir de delegacia serrando grades
Sete presos foram flagrados serrando as grades de uma delegacia por um investigador que estava de plantão. O caso aconteceu às 15h30 de ontem (26) em...
Menino de 8 anos fica ferido ao ser atingido por tiro de espingarda
Um menino de oito anos ficou ferido ao ser atingido por um tiro de espingarda na perna direita. A arma seria do pai da criança e o caso aconteceu na ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions