A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

26/07/2019 11:45

Sobrinho confessa que estuprou tia de 64 anos antes de matá-la a facadas

Crime aconteceu na noite de sexta-feira (19), na casa onde a vítima vivia na Rua Rua Tiozo Kai, no Residencial Portal do Parque

Viviane Oliveira
Mateus foi preso e confessou o crime (Foto: divulgação/Polícia Civil) Mateus foi preso e confessou o crime (Foto: divulgação/Polícia Civil)

Assassino confesso da própria tia de 64 anos, Mateus Nucci, 23 anos, foi preso em flagrante nesta quinta-feira (25), em Nova Andradina, distante 300 quilômetros de Campo Grande. Lúcia Maria Bezerra dos Santos foi estuprada e morta a golpes de facadas na casa onde vivia na Rua Tiozo Kai, no Residencial Portal do Parque, na última sexta-feira (19). 

Em depoimento, o rapaz disse à polícia que matou porque ao invadir a casa de Lúcia foi reconhecido e ameaçado por ela. Durante investigações, policiais do SIG (Seção de Investigações Gerais) e da Dam (Delegacia de Atendimento à Mulher) chegaram a Mateus que, em depoimento, não conseguiu sustentar a inocência e acabou confessando e detalhando o crime.

Segundo o delegado Rafael de Souza Carvalho, o corpo da vítima foi encontrado caído entre a cozinha e a sala junto a uma poça de sangue, com as calças abaixadas e uma perfuração profunda no pescoço, dando indicações de que havia sido estuprada. A hipótese de latrocínio foi descartada, pois nenhum pertence havia sido roubado.

Faca usada no crime foi apreendida pela polícia (Foto: divulgação/Polícia Civil) Faca usada no crime foi apreendida pela polícia (Foto: divulgação/Polícia Civil)

Depoimento - Segundo a delegada da Dam, Daniella Oliveira, o assassinato não foi premeditado. Mateus relatou à polícia que chegou do trabalho por volta das 20h de sexta-feira (19), foi até a casa de um tio, acompanhado de um amigo, lá consumiram bebidas alcoólicas junto com algumas mulheres que também estavam no local e depois seguiram para uma boate.

Na sequência, Mateus deixou o carro na casa do tio, pegou a motocicleta e foi até a residência de Lúcia. Em frente à casa da vítima, ele deixou o veículo, o capacete e o celular para fora do imóvel, mas não tinha certeza se Lúcia estava acompanhada do filho, que mora com ela. O autor então deu um tempo em frente ao local e, quando viu que a vítima estava sozinha, pulou o muro e invadiu a casa.

Segundo Mateus, Lúcia não o reconheceu inicialmente por estar escuro. Mas em seguida, a mulher percebeu que era o sobrinho e disse:"Mateus, vou contar para sua mãe o que você está fazendo". Ela conseguiu escapar e pegar uma faca de serra para se defender, porém o autor tomou de sua mão e a atacou.

Após o crime, o rapaz pulou o muro e saiu com a moto, jogou a faca próximo ao córrego Umbaracá. Depois, foi para a casa do tio e lá tirou a roupa e jogou numa fossa. No outro dia, Mateus foi para a casa de familiares em Nova Casa Verde, voltou para Nova Andradina, onde acontecia o velório de Lúcia, depois se encontrou com a namorada no assentamento Aldeia.

O autor disse ainda que, quando retornava de viagem da empresa em que trabalhava, dormia algumas vezes na casa de Lúcia, mas nunca havia sentido atração por ela. Mateus já tinha passagem por furto e tentativa de estupro. (Com informações do site Jornal da Nova)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions