ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 18º

Interior

Ventos destelharam cerca de 50 casas em um único bairro de Ribas, diz Secretaria

Equipes da prefeitura estão auxiliando famílias afetadas pelo temporal; ventos passaram de 130 km/h

Por Liniker Ribeiro | 17/10/2019 18:05
Um dos locais afetados pela tempestade que atingiu Ribas do Rio Pardo, na tarde desta quinta-feira (Foto: (Foto: Paulo Rogério)
Um dos locais afetados pela tempestade que atingiu Ribas do Rio Pardo, na tarde desta quinta-feira (Foto: (Foto: Paulo Rogério)

Pelo menos 50 residências do bairro Santo André, em Ribas do Rio Pardo, a 103 quilômetros da Capital, ficaram destelhadas parcial ou totalmente após a tempestade que atingiu a cidade, na tarde desta quinta-feira (17). A estimativa é do secretário de Obras, Nilson Pereira de Góis, que acredita que o número de casas danificadas pela cidade seja ainda maior, 80.

“Caos na cidade inteira”, classifica. “O temporal foi bastante forte e muitas casas foram destelhadas. A rede de iluminação também foi danificada por conta de quedas de árvores, portões caíram, coberturas e nossa rodoviária também foi danificada”, revelou Góis.

Morador tentando consertar estrago que tempestade provocou em telhado de residência (Foto: Rio Pardo News)
Morador tentando consertar estrago que tempestade provocou em telhado de residência (Foto: Rio Pardo News)

Conforme o meteorologista Natálio Abrão, da Uniderp, a força dos ventos na cidade chegou a 131 km/h, marca recorde no Estado, em 2019. A tempestade também provocou uma grande queda na temperatura. Em apenas 19 minutos, os termômetros passaram de 38°C para 21°C.

Além das árvores que caíram por diversos pontos da cidade e das casas destelhadas, prédios públicos foram danificados. Vidros se quebraram no prédio da nova rodoviária, ainda não inaugurado, e onde funciona a Feira do Produtor. A Delegacia de Polícia Civil também teve parte do teto danificado.

Com os estragos, a prefeitura foi às ruas para contabilizar os prejuízos. “Estamos com ações por toda a cidade e nossa atenção está voltada para as casas destelhadas. Estamos contabilizando os estragos, mas foi considerável”, revelou Nilson.

Segundo ele, nesta sexta-feira (18), logo cedo, equipes vão continuar nos trabalhos de recuperação dos estragos, com objetivo de desobstruir ruas bloqueadas por árvores, além de outros estragos.

Em nota, a Energisa, concessionária responsável pelo fornecimento de energia em Ribas, afirmou que o temporal provocou quedas de galhos e árvores sobre a fiação de diversos bairros, deixando moradores sem energia por pelo menos meia-hora. Ainda segundo a empresa, mais de 70% das ocorrências foram atendidas até às 16h09. O fornecimento também foi afetado na área rural da cidade. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário