A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

18/11/2010 10:40

Pais que perdem guarda crescem 17% devido à violência

Redação

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) divulgou que o número de acolhimentos institucionais aumentou este ano em, pelo menos, 17% por motivo de violência entre membros da mesma família. Em outubro de 2009 eram 134 casos e em outubro de 2010 haviam sido registrados 157. A informação é da juíza titular da Vara da Infância, Juventude e Idoso de Campo Grande, Katy Braun do Prado.

Para a juíza, a dependência de drogas por parte dos pais e o consumo abusivo de álcool são as principais causas do problema. O fato é apontado também pelas denúncias que o Conselho Tutelar recebe, é quando em seguida, quando necessário, aplica a medida de proteção de acolhimento institucional.

O Judiciário tenta, ainda, reintegrar a criança ou o adolescente à família natural ou ampliada, quando há possibilidade, em um prazo máximo de seis meses.

Adoção - Enquanto a situação de acolhimento aumentou, o número de crianças disponíveis para adoção diminuiu nos últimos meses, em da razão maior quantidade de famílias que aceitam crianças maiores, inclusive adolescentes.

Conforme os registros da Vara da Infância, na Capital, existem mais casais querendo adotar do que crianças disponíveis. Atualmente existem 144 famílias na lista de adoção e apenas 21 crianças e adolescentes a serem adotados, morando em 14 instituições de acolhimento. Nesses locais vivem ainda mais 130 crianças que ainda não estão aptas à adoção.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions